Deu a louca na Xiaomi e eles resolveram lançar o mesmo aparelho de novo. Deram uma ajeitadinha no módulo de câmeras, tiraram o sensor de profundidade, mudaram o nome e pronto, temos um "novo modelo" no mercado de Smartphones. Mas será que isso é realmente um problema? O Redmi Note 12S chegou com um preço mais baixo que o 11S, e a tendência é que fique ainda mais barato. Será que vale a pena comprar?

Redmi Note 12S Review

ÍNDICE

Design e construção

Temos aqui um celular custo benefício, então pode apostar que ele é inteiramente feito de plástico. A moldura até tem uma textura diferenciada do resto do aparelho, mas não é de alumínio, é só um plástico texturizado mesmo.

.
Redmi Note 12S na cor azul

As bordas quadradinhas deixam o aparelho com uma sensação muito boa de manusear, mas isso só vai importar realmente se você usar ele sem capinha, o que eu acredito que pouca gente vai fazer. Na caixa já vem uma capinha inclusa, é daquelas de silicone que a gente está acostumado a ver em todos celulares da Xiaomi.

Na lateral direita do aparelho nós temos os dois botões de volume e o botão liga/desliga, que também é o leitor de impressão digital.

.
Redmi Note 12S e Note 11S possuem a mesma carcaça

Na lateral esquerda temos três slots, dois para chips e um para cartão de memória.

Na parte de cima temos uma entrada P3 de 3,5mm para fones de ouvido e microfones. Aqui tem também um alto falante e um emissor de infravermelho.

Redmi Note 12S
Redmi Note 12S

Na parte de baixo do celular a gente tem o outro alto falante, formando assim um som estéreo. Aqui é também onde fica a entrada USB-C e o microfone.

No Redmi Note 12S a Xiaomi optou por seguir o pensamento de "não se mexe em time que está ganhando". Ele tem sim uma boa construção externa, mas nada que já não tenhamos visto antes em outros celulares da linha Redmi.

Hardware e Performance

O Note 12S foi lançado aqui no Brasil em três modelos diferentes: o mais barato deles tem 6 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento interno. Eu jamais recomendaria você comprar um celular com apenas 64 GB de armazenamento em 2023 - basta instalar alguns aplicativos que já não sobra espaço para mais nada. É aquele negócio, você economiza um pouco, mas paga caro se incomodando depois.

.
Redmi Note 12S tem um hardware antigo, mas ainda dá conta de tarefas básicas

O 12S funciona muito melhor nessa versão de 8 GB de memória RAM e 256 GB de armazenamento interno.

O processador é exatamente o mesmo do Redmi Note 11S, o Mediatek Helio G96. Sendo um processador intermediário de 2021, será que ele ainda aguenta aplicativos pesados hoje?

#CelularesSingle CoreMulti CoreSomaVar. Temp
40°Samsung Galaxy M14 5G7641.9942.75813ºC
44°Motorola Moto G736971.9172.61412ºC
45°Xiaomi Redmi Note 12S6971.9132.6108°C
48°Motorola Moto G826591.8932.55213ºC
52°Xiaomi Redmi Note 11S5271.8662.39318ºC
58°Xiaomi Redmi Note 12 4G4721.4631.9359°C

Nosso teste no Geekbench mostrou que o Note 12S faz 697 pontos no Single Core e 1913 pontos no Multi Core. Esse é um resultado um pouquinho melhor que o 11S, graças aos 2 GB extras de memória RAM do nosso modelo.

#CelularesMáximoMédiaMínimoVar. TempPreço
30°Motorola Moto G82196.170181.901149.46014ºCR$ 2.159,10
35°Xiaomi Redmi Note 12 4G185.378178.333147.93115°CR$ 1.109,00
47°Xiaomi Redmi Note 11S167.495161.465120.93118ºCR$ 1.599,00
50°Motorola Moto G73176.136155.487133.88712ºCR$ 1.329,05
53°Samsung Galaxy M14 5G183.473154.458126.60613ºCR$ 1.299,00
58°Xiaomi Redmi Note 12S146.819143.210134.30511°CR$ 1.199,00

No teste CPU Throttling, que é onde o celular é submetido a um estresse prolongado, o Note 12S teve uma pontuação bem decepcionante, marcando 143 mil pontos. Esse processador tem potencial para muito mais, entretanto, parece que a Xiaomi programou ele para ficar numa frequência baixa e economizar bateria. Eu digo isso porque o celular mal esquentou, e nesse teste os celulares costumam esquentar muito.

Jogos

Mas chega de aplicativos de benchmark, a gente só consegue testar de verdade o real potencial do aparelho nos jogos.

No Asphalt 9 o Note 12S até rodou bem. Com os gráficos no mínimo, manteve os 30 frames por segundo com boa estabilidade, um resultado coerente com outros resultados nessa faixa de preço.

No COD Mobile é a mesma história, gráficos no mínimo para manter a média de 40 frames por segundo com uma boa estabilidade. Esse é o exato mesmo desempenho do antecessor, o Note 11S.

Vídeo incorporado do YouTube

Tela

A tela do Note 12S é um display AMOLED de 6.43 polegadas com resolução FULL HD e uma taxa de atualização de 90 Hz. O brilho máximo consegue atingir os 1000 nits, o que é suficiente para você usar ele no sol sem problemas.

.
Tela AMOLED do Note 12S

A Xiaomi não menciona em lugar algum se essa tela tem proteção Corning Gorilla Glass, mas eu acredito que sim, já que o 11S tem e essa aqui é exatamente a mesma tela.

Eu sempre gostei das telas que a Xiaomi coloca nos seus smartphones mais acessíveis. Mesmo sendo um dos modelos mais em conta no mercado, a gente tem aqui um painel AMOLED, que é aquela tecnologia de tela onde os pixels apagam e trocam de cor individualmente. Mas agora vem a parte curiosa: a tela do Note 12 normal é melhor que a do 12S. É isso mesmo, o Note 12 tem uma tela com 120 Hz, enquanto o 12S tem 90 Hz. A do 12 consegue ser mais brilhante também, com 1200 nits contra os 1000 nits do 12S.

Não é uma diferença gritante, mas poxa, a linha S não era para ser melhor que a linha Redmi convencional? Eu até entendo colocar a mesma tela nos dois aparelhos, mas uma inferior? Não faz nenhum sentido para mim.

Bateria

Na bateria, o Note 12S tem 5000 mAh de capacidade, o padrão que a gente encontra em quase todos os celulares hoje em dia. Mas claro que esse número não quer dizer muita coisa. Para descobrir a real autonomia dos aparelhos, a gente coloca eles num teste com sete etapas diferentes: tem rolagem no instagram, navegação na internet, reprodução de vídeos no YouTube, filmagem com a câmera principal e muito mais. Já que esse teste tem como objetivo simular um dia inteiro de uso extremo, a duração dele é de 7 horas e 45 minutos.

O Note 12S conseguiu sim completar o teste, ficando com 13% de carga restante. Esse resultado é bom, igualzinho ao Note 12 convencional e um pouco pior que o 11S.

  • ✅Completou o ciclo;
  • Bateria: 5.000mAh;
  • Carregador: 33W;
  • Consumo: 87% da bateria;
  • Tempo de tela: Aguentou +7h45min;
  • Carregamento: 1h12min.

Outro aspecto importante da bateria é o tempo de carregamento. A gente sempre testa com o carregador que vem na caixa, e no caso da Xiaomi, é esse aqui de 33W. Ele consegue empurrar a bateria do Note 12S do zero ao 100% em 1 hora e 12 minutos.

Por ele ter o mesmo carregador, processador e capacidade de bateria do 11S, eu achei que eles iam demorar exatamente o mesmo tempo para carregar, mas parece que a Xiaomi deu uma regulada no software, deixando o carregamento mais lento com o objetivo de preservar a vida útil da bateria. Mesmo assim, pode ficar tranquilo que a bateria do Note 12S vai durar um dia todo, e poucos minutos na tomada já são suficientes para encher boa parte da carga.

Câmeras

Nas câmeras o Note 12S tem um conjunto de três sensores na traseira. O principal é esse aqui de 108 MP, e é essa câmera que você deve utilizar para tirar todas as suas fotos. Eu não usaria a ultrawide de 8 MP nem a macro de 2 MP já que são sensores básicos demais. Eles colocam essas lentes extras só pela estética mesmo, já que ninguém compraria um Smartphone lançamento com uma câmera só.

Foto diurna tirada com o sensor principal do Redmi Note 12S (HDR ligado)
Foto diurna tirada com o sensor principal do Redmi Note 12S (HDR ligado)

Com esse sensor principal você vai conseguir pegar bastante detalhes nas fotos, principalmente em ambientes abertos com bastante iluminação natural. Em cenários noturnos ou com pouca luz, a qualidade cai bastante, mas isso já era de se esperar.

Nas selfies, a gente tem uma câmera de 16 MP que fica aqui nesse pontinho, embaixo do alto-falante superior.

Foto noturna tirada com o sensor principal do Redmi Note 12S (HDR ligado)
Foto noturna tirada com o sensor principal do Redmi Note 12S (HDR ligado)

No geral, as fotos da câmera principal não são ruins, mas eu esperava ver uma melhora delas em relação às do Note 11S. Pensei aqui, se a Xiaomi não melhorou as especificações, talvez tenham aprimorado o software? Mas não, ambos celulares são idênticos também no quesito fotos.

Fotos tiradas com o sensor principal do Redmi Note 12S
Fotos tiradas com o sensor principal do Redmi Note 12S (HDR ligado)

Ultrawide

A câmera ultra-wide muda completamente as cores e deixa a foto com uma qualidade bem inferior ao sensor principal, então eu só recomendo usar ela quando você realmente precisa de uma foto num ângulo mais aberto.

Foto tirada com o sensor ultra-wide do Redmi Note 12S
Foto tirada com o sensor ultra-wide do Redmi Note 12S (HDR ligado)

Selfies

Já nas selfies, os aparelhos da Xiaomi nunca se saíram bem, e essa moda continua. A gente sempre sai muito mais pálido do que realmente é, e o fundo da foto costuma ficar estourado. Claro, existem celulares que tiram selfies muito piores que essas aqui, mas às do Note 12S estão iguais às do 11S, e eu quero ver melhora, não estagnação, principalmente nesses celulares de entrada.

Foto tirada com a câmera de selfie com o Redmi Note 12S (HDR ligado)
Foto tirada com a câmera de selfie com o Redmi Note 12S (HDR ligado)

Vídeos:

Pois é, aqui não temos filmagem em 60 frames ou 4K. Nos celulares da linha Redmi você precisa se contentar com FULL HD 30 frames. Esse era um ponto fraco do Note 11S que eu critiquei ano passado e nada foi resolvido na nova versão. Pelo menos a estabilização virtual funciona bem, dá sim para fazer vídeos bons com a câmera principal desse celular, mas eu sinto falta da fluidez dos 60 frames que a gente encontra nas filmagens de outros celulares de entrada, como o Galaxy A34, por exemplo.

📷 Caso você queira ver filmagens feitas com o Redmi Note 12S, tanto na câmera de selfie quanto na principal, não deixe de conferir essa análise em vídeo clicando aqui.

Sistema e atualizações

Esse aparelho é atualizado, já vem com Android 13 e rodando a MIU 14. Isso significa que ele vai receber atualizações do Android 14 e 15, diferente do Note 11S que também está rodando Android 13 mas não vai mais receber mais atualizações, só de segurança, até 2025. Então esse pode ser sim um ponto positivo em relação ao celular anterior, vai ficar atualizado por mais tempo.

.

Vou deixar aqui de alerta, tome cuidado na hora de comprar esse celular: O nosso modelo veio sem 5G e também sem pagamentos por NFC, então se você faz uso dessas tecnologias, leia bem o anúncio da compra. Nem todo Note 12S tem 5G e NFC, apenas alguns modelos.

Concorrentes ao Redmi Note 12S

Nessa faixa de preço dos R$900 até os R$1.400 é onde moram os celulares de entrada. Aqui a gente teve várias opções interessantes lançadas esse ano:

Redmi Note 12

Começando pelo Note 12 comum: ele é mais barato, mas eu definitivamente não recomendo a compra desse celular. A tela dele pode ser melhor, mas tem só 4 GB de memória RAM e um processador inferior ao 12S.

📱Confira aqui a análise completa do Redmi Note 12

Motorola G53

No lado da Motorola, o concorrente principal é o Moto G53, um celular que não se saiu nada bem nos nossos testes. A única coisa que salva ele é o design bonito e a bateria, de resto, performance, câmeras, tela, são bem inferiores ao Note 12S.

📱Confira aqui a análise completa do Motorola G53

Galaxy A34 e M34

Já no lado da Samsung a coisa fica mais interessante. Eu gostaria de colocar o 12S para competir com o A34, mas a Samsung viu a recepção incrível que esse modelo teve e aumentou o preço. Talvez na época que você está lendo essa review, os dois estejam com o valor similar, então vale você ficar sabendo que o Galaxy A34 é melhor que o Note 12S em praticamente tudo: As câmeras da Samsung ainda são superiores às da Xiaomi, ele tem um processador mais moderno da Mediatek, tela Super Amoled de 120 Hz, filma em 4K 30 ou FULL HD 60, e a melhor parte, tem IP67, protegendo o celular contra poeira e mergulhos na água. Esse é o celular de entrada que você deve buscar promoções e correr atrás, único lado negativo do A34 é que demora 2 horas para carregar, o dobro de tempo dos celulares da Xiaomi.

📱Confira aqui a análise completa do Galaxy A34

Vale a pena comprar um Redmi Note 12S?

O Redmi Note 12S é bom em tudo, sem ser excelente em nada. É exatamente isso que eu e a maioria das pessoas procuram na hora de escolher um celular básico para comprar. Um aparelho com performance suficiente para rodar todos aplicativos sem travar, câmeras satisfatórias, bateria para durar um dia inteiro, sistema operacional em dia e uma tela boa. A minha única reclamação é que faltou evolução - ele devia ser melhor que o 11S, não igual.

Xiaomi Redmi Note 12S

Onde comprar?

  • R$ 1.199,00 Shopee *** Celular Xiaomi Redmi Note 12S 4G 256gb 8gb Ram Versão Global Original Ver oferta