Instagram Stories reduz interações no Snapchat em até 40%

Número de visualizações e download no app do fantasminha também tiveram queda após lançamento do recurso do Instagram.

Por | @oficinadanet Aplicativos

Desde agosto do ano passado, quando o Instagram Stories foi lançado, as postagens no Snapchat tiveram uma queda que varia entre 15% e 40%. Os dados foram levantados pela equipe do TechCrunch, em uma reportagem que analisa a expansão do Instagram sobre o aplicativo do fantasminha.

Em menos de 6 meses o Instagram Stories, que permite postar vídeos e fotos que ficarão por 24 horas no app e depois serão automaticamente excluídos, já conquistou 150 milhões de usuários ativos, mesmo número que o Snapchat tinha em seu último relatório, divulgado em junho de 2016. No total o Instagram possui 600 milhões de usuários ativos em todo mundo, logo, a empresa ainda tem muito público para conquistar com a funcionalidade idêntica a finalidade do Snapchat: a instantaneidade.

Instagram Stories reduz interações no Snapchat em até 40%
Após lançamento do Stories, Snapchat teve queda de interações (Imagem: Divulgação/Internet)

Conforme o CEO de uma empresa de análise de conteúdo, Nick Cicero, um estudo com 21 mil histórias do Snapchat mostra queda de 40% entre julho e novembro do ano passado. As visualizações de vídeos no aplicativo também tiveram uma queda alta, entre 20% e 30%. Houve ainda uma queda nos downloads do Snapchat, que caiu de terceiro lugar no ranking anual para 11º posição.

Como causa para os baixos números do Snapchat no último semestre, são apontados, além do impacto da concorrência com o Instagram, a retirada do recurso de avançar automaticamente para os snaps de outros usuários, o que o Instagram manteve. Sem a rolagem automática, o usuário pode selecionar e ver somente os que se interessa, vendo menos histórias.

O Snapchat vem sofrendo ainda com o abandono de criadores de conteúdo para a plataforma. Como o número de visualizações e seguidores no Instagram é maior, é natural que as pessoas se interessem em utilizar o app mais popular para promover seu conteúdo. Além disso, é mais fácil adquirir seguidores no Instagram do que no Snapchat. Para fazer a audiência no app do fantasminha crescer, a pessoa precisa promover a sua conta em outras redes. Um exemplo disto, citado pela reportagem do TechCrunch, é a personalidade Hannah Stocking, que viu as visualizações no Snapchat caírem de 150 mil em agosto para 90 mil em janeiro. No mesmo intervalo, o número de seguidores em seu Instagram cresceu de 1,2 milhão para 4,3 milhões.

Veja também: 

Ao que tudo indica, desde o lançamento do Stories, o Snapchat não vem passando por uma boa fase. O futuro do app, que chegou a receber uma oferta de 3 bilhões do Facebook (dono do Instagram) em novembro de 2013, ainda é incerto. Porém, está previsto para esta semana o lançamento oficial da oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), do Snapchat, na bolsa de Nova York, com a expectativa de arrecadar entre US$ 20 bilhões e US$ 25 bilhões.

Se a IPO de fato ocorrer, sinalizará o que o mercado espera, ou não, do Snapchat, que pode, literalmente, virar fantasma do próprio conceito que criou.

Mais sobre: Instagram, Snapchat, Facebook
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.