Oficina da Net Logo

Na disputa! Várias empresas já mostraram interesse de compra do Vine

O Twitter, bem como o Vine, ainda não se pronunciou sobre o assunto, tampouco sabemos quais as empresas que estariam interessas em adquirir o serviço.

Por | @oficinadanet Aplicativos Pular para comentários

Desde que o Twitter anunciou o fim do Vine, aplicativo de compartilhamento de vídeos curtos, vária empresas já mostraram interesse em adquirir a plataforma. Recentemente, inclusive, noticiamos que a primeira proposta de compra surgiu de Corey Price, vice-presidente do site Adulto Pornhub.

Fontes disseram que várias empresas já demosntraram interesse na compra do Vine. Twitter ainda não se manifestou sobre o assunto.
Fontes disseram que várias empresas já demosntraram interesse na compra do Vine. Twitter ainda não se manifestou sobre o assunto. A primeira proposta que de que sabemos partiu do vice-presidente do site adulto PornHub.

Leia também:

Leia em destaque: Os 10 melhores jogos para Android sem internet.

Fontes relataram que desde então, o Twitter já recebeu mais de 10 propostas para compra do Vine. Porém, o microblog já havia cortado a lista de avaliação para cinco.

O Twitter, bem como o Vine, ainda não se pronunciou sobre o assunto, tampouco sabemos quais as empresas que estariam interessadas em adquirir o serviço.

Conforme especulações, um dos mais interessados na aquisição do aplicativo seja a empresa japonesa por trás do LINE, concorrente direto do WhatsApp.

O TenchCrunch, que veiculou a notícia sobre os interessados na compra do Vine, revelou ainda que os valores das propostas aparecem abaixo dos US$ 10 milhões, conforme fontes.

Assim sendo, ao que tudo indica, ninguém está disposto a desembolsar um grande valor pelo Vine. A estratégia do Twitter, talvez, de anunciar o fim da plataforma, pode ter desvalorizado o seu produto. 

Você tem Telegram? Então inscreva-se grátis aqui no canal do Oficina da Net e recebe todas as notícias pelo mensageiro.

MAIS SOBRE: #vine  #twitter  #aplicativo  #videos
Comentários
Carregar comentários