Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina

Roupas, acessórios, joias e relógios ganham recursos que beneficiam a qualidade de vida e o bem estar de quem usá-los.

Por | @oficinadanet Tecnologia

Que tal se uma simples camiseta que você usa para ir para a academia possibilitasse a correção dos seus movimentos, indicasse o seu batimento cardíaco, o seu gasto calórico e a sua temperatura? E se um macacãozinho de bebê tivesse o "talento" para te avisar quando o seu bem mais precioso acorda à noite, chora ou necessita trocar a fralda? Evitaria que você ficasse angustiada no seu quarto, sem conseguir dormir, pensando se está tudo bem com o bebê, garantindo, assim, a sua noite de sono. E se o seu anel lhe avisasse quando o seu telefone estiver tocando ou quando você recebesse alguma notificação? Já pensou se além de tudo isso você pudesse ter um relógio com GPS e que ainda lhe informasse sobre o seu esporte favorito, incluindo um próximo plano de exercícios? E se eu te disser que tudo isso é possível e está mais próximo de nós do que imaginamos? Ficou interessado no assunto, não é mesmo?! Então é só seguir a leitura deste artigo especial que preparamos para te contar tudo sobre essa nova era wearable.

Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina

O que é, de fato, a wearable technology ou tecnologia de vestir?

A tecnologia de vestir é, literalmente, o que o seu próprio nome diz. Porém, não é tão simples assim. Um fone de ouvido, por exemplo, lançamento, super na moda, não entra neste conceito, nem um relógio digital. A nova era da wearable explora o auto ligado. Para isso, roupas e acessórios  são carregados com sensores inteligentes e fazem uso de uma conexão com a web, normalmente usando Bluetooth para conectar-se ao smartphone. Esses sensores são usados para fazer conexão com a pessoa e ajudá-la a atingir metas, tais como ficar mais ativo, perder peso ou ser mais organizado. Cada produto possui uma finalidade e oferece opções que facilitam nos afazeres diários. E, neste quesito, o leque de opções é enorme e deve crescer ainda mais. A tecnologia de vestir une moda, ciência e eletrônica para contribuir com uma vida mais saudável, prática, confortável e ágil.

A história

A tecnologia wearable reflete mais de sete séculos de crescimento na compreensão, no desenvolvimento e no uso de avanços simples que tornam a nossa vida melhor. Dá para se dizer que a história da tecnologia usável começa com o primeiro óculos. Isso mesmo, o bom e velho óculos com lente de grau, inicialmente, visto como um objeto grotesco que desembelezava quem precisasse usá-lo. O objetivo inicial da projeção dessa tecnologia foi simplesmente melhorar a experiência das pessoas no mundo, permitindo ao usuário a clareza e percepção reforçada. 

Com o passar do tempo esse acessório foi se modernizando e novos modelos com cores e formatos diferenciados foram conquistando até quem não precisava corrigir a visão. Deixou de ser o motivo das piadas no colégio para conquistar um espaço bem maior do que o que se esperava com a sua criação. O aprimoramento dessa tecnologia expandiu a sua utilidade para além de um recurso visual ou um acessório de moda. Em 2013, quando a tecnologia de vestir começou a ganhar força, uma nova função foi designada ao óculos: possibilitar o acesso ao mundo digital de uma forma diferente e bem em frente aos seus olhos.

Smartglasses

Foi então que surgiu o Google Glass - óculos de realidade aumentada produzido pelo Google que conta com uma pequena tela, localizada acima do olho direito, que permite ao usuário navegar pelas redes sociais, usar o GPS, ver a previsão do tempo, fazer fotos e vídeos, entre outros recursos. Foi também em 2013 que outros produtos com a tecnologia wearable começaram a ser apresentados. 

Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina

Além do Google Glass outros smartglasses estão no mercado oferecendo novas possibilidades de receber informações digitais, literalmente, em frente aos seus olhos. Alguns modelos, inclusive, são projetados para bloquear o resto do mundo e apresentar uma realidade virtual gerada por um computador para enganar o seu cérebro e fazê-lo acreditar que você está exatamente no lugar que visualiza. Um modelo com essa função é o Oculus Rift.

Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina

Recentemente, no World Mobile Congress 2016, ocorrido em Barcelona, a Epson lançou o seu novo modelo de smart glasses: o Moverio BT-300. O BT-300 possui um motor de display OLED, chipset completamente atualizado e um formato melhor do que o modelo anterior.  No vídeo abaixo você pode ter uma ideia de como é o funcionamento desse óculos inteligente.

Smartwatches

Dizem que, muito antes de 2013, mais precisamente em 1505, foi criado o primeiro dispositivo de cronometragem portátil, chamado de Pomader (Bisamapfeluhr). Diferentemente dos modelos finos e precisos que conhecemos hoje, o Pomader tinha um tamanho desproporcional e não funcionava muito bem. Apesar disso, tal relógio era símbolo de status, por ter um custo alto de fabricação e, por consequência, pesar no bolso de quem desejasse comprá-lo. Passados mais de 500 anos, eis que é lançado o smartwatche. Smartwatches são dispositivos usados no pulso que se conectam ao seu telefone celular para atuar como mini-janelas onde é possível ver a sua vida digital. Notificações de chamadas, mensagens, e-mail e mídias sociais são recebidas no relógio inteligente. Além disso, alguns modelos são mais indicados para quem segue uma rotina fitness pois oferecem opção de GPS e ainda um programa de treinos.
As marcas Samsung, Motorola, LG e Sony têm apresentado modelos de smartwatches e, no ano passado, a Apple também entrou na disputa com o Apple Watch. Confira os detalhes do aparelho no vídeo a seguir.

 

Além de alertar sobre e-mail recebidos, condições do tempo, ligações, compromissos entre outras notificações comuns aos smartwatches, o Apple Watch ainda informa os batimentos cardíacos da pessoa que estiver usando o relógio. Pois foi com essa informação que o aparelho salvou a vida de um canadense de 62 anos. Em agosto do ano passado, Dennis Anselmo -  empreiteiro - estava trabalhando quando começou a sentir náuseas. O homem, que é apaixonado por relógios, não deu muita bola pois achou que estava ficando gripado. No entanto, quando ele olhou para o seu Apple Watch (recém comprado) ficou chocado ao perceber que o informe dos seus batimentos cardíacos apontava mais de 210 batimentos por minuto. Foi aí que ele se deu conta de que estava tendo um ataque cardíaco. Uma ambulância foi chamada e Anselmo foi levado ao hospital da cidade. Lá foi informado de que estava com 70% da artéria principal do coração entupida. Os médicos disseram que, caso o empreiteiro tivesse ignorado os sinais de alerta, ele teria sofrido um outro ataque, o que teria sido fatal. Hoje Dennis Anselmo faz uso de medicação, mas vive normalmente. O investimento no Apple Watch, inicilamente feito contra a vontade da esposa, é visto, hoje, pelo casal como uma compra certa, na hora certa, literalmente. "Eu me sinto muito feliz por estar usando o relógio e que foi, assim que ele me salvou", afirmou Dennis Anselmo em entrevista à CBN Rádio Edmond AM.

Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina
Dennis Anselmo tinha comprado o seu Apple Watch duas semana antes de sofrer o ataque cardíaco.

Smart Wristbands

Os benefícios da tecnologia wearable estão agradando muitas pessoas, seja pela forma de acessar as informações de casa ou do trabalho ou pela maneira de acompanhar a própria saúde e desenvolver cada vez mais o bem estar pessoal.
De acordo com os últimos resultados da pesquisa sobre os Consumidores inteligentes conectados do Grupo NPD e relatório Wearables, um em cada dez adultos americanos possui hoje um rastreador fitness. Muitos desses rastreadores são usados no pulso, como uma pulseira. Alguns desses dispositivos podem se conectar diretamente com os smartphones, carros, ou mesmo monitores de saúde. As chamadas smart wristbands ou, em português, pulseiras inteligentes estão ajudando os usuários a permanecerem conectados com a sua saúde por meio de serviços como contador de passos, informe de batimentos cardíacos, avaliação do sono, controle de calorias, plano de treino, entre outros. Veja alguns dos modelos que tem se destacado no mercado wearable.

Fitbit carga HR

Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina

Display: OLED de 0,7 polegadas | Peso: 22g | Compatibilidade: Android, iOS, Windows Phone | Bateria: 5 dias | Conectividade: Bluetooth 4.0 | Valor aproximado: $ 202,12

Esta pulseira inteligente é capaz de detectar automaticamente exercícios, como ciclismo e corrida por meio do acompanhamento de pulso. O acessório, confortável com design discreto, é capaz de definir metas fitness semanais. Em sua tela é possível ver informações como, por exemplo,o número de passos dados e a contagem de calorias perdidas durante um exercício.

Microsoft Band 2

 Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina

Display: 320 x 128 AMOLED | Peso: 55 g | Compatibilidade: Windows, Android, iOS | Bateria: 2 dias | Conectividade: Bluetooth 4.0 | Valor aproximado: $ 202,12

Este modelo de rastreamento fitness apresenta verssatilidade, conforto e um design moderno. Possui 11 sensores: um barômetro para medir a altitude e acompanhar escadas e colinas, além de um sensor de frequência cardíaca óptico preciso, de três eixos acelerômetro, giroscópio, GPS, sensor de luz ambiente, sensor de temperatura da pele, sensor UV, sensor capacitivo, microfone e um sensor de resposta galvânica da pele.
É usado tanto para corrida, ciclismo, golfe e outros esportes, como para contar os passos e acompanhar o sono.

Jawbone UP2

 Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina


Display: none | Peso: 25 g | Compatibilidade: Android, iOS | Bateria: 10 dias | Conectividade: Bluetooth 4.0 I Valor aproximado: $ 46,00

Ao contrário da UP3 não há nenhum monitor de frequência cardíaca na UP2 mas é mais barata e usa o mesmo aplicativo para controlar o sono e os passos. Este rastreador fitness é estreito, tem luz e uma bateria de longa duração. Não possui tela, mas é super discreto e de fácil uso. Um modelo mais simples, indicado para quem quer começar uma rotina fitness acompnhada da tecnologia wearable.

UA Band

Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina

Compatibilidade: Android, iOS | Display: 1.36 "PMOLED | Espessura: 11,2 milímetros | bateria: 5 dias | Método de carga: via carregador USB  | Impermeabilização: 2ATM | conectividade: Bluetooth LE | Valor aproximado: $180,00

Under Armour e os esforços conjuntos da HTC produziram um rastreador fitness repleto de funcionalidades: contador de passos, monitoramento do sono, alerta de inatividade, notificações de telefone, plano de exercícios com avaliação do treino, controle de volume e seleção de músicas e despertador. Se não apenas por sua aparência elegante e ao mesmo tempo descontraída, o seu desempenho com e sem o aplicativo complementar, UA Record, faz com que UA Band seja uma boa opção para aqueles que procuram entrar em forma com o auxílio da tecnologia para regrar as suas atividades e, ao mesmo tempo, cuidar da sua saúde. 

Garmin Vivofit 2

Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina
Tamanho: 152-210mm | Display: 25,5 milímetros x 10 mm | Peso: 25,5 g | Compatibilidade: Android, iOS | A vida da bateria: mais de um ano | Conectividade: Bluetooth | Valor aproximado: $ 74,99

Um rastreador com poucas aptidões cuja vida útil da bateria e impermeabilização contribuem para que você não precise tirá-lo do pulso. E se ele fosse um pouco mais útil e mais confortável, você nunca iria querer tirá-lo, mesmo. A real utilidade desse modelo é que ele pode contar seus passos e lhe ajudar com lembretes para permanecer ativo. Ah, e ele indica também o monitoramento do sono.

WiThings Activité Pop

 Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina

Exibição Peso: 37 g | Compatibilidade: iOS, Android | Conectividade: Bluetooth | Valor aproximado: $149,00

Uma mistura muito inteligente de relógio analógico e contador de passos, o Activité Pop tem uma abordagem diferente para a maioria dos rastreadores fitness. Bem como contar os passos com precisão, ele também tem conta distâncias em execução, monitoramento do sono e tem um alarme vibratório. Ele funciona como um dispositivo motivacional. É uma opção legal para quem quer um contador de passos que se parece como um relógio clássico e, ao mesmo tempo, moderno.

Smart jewelry

Vai noivar? Pensou no anel da futura esposa? E que tal se a joia que marcará esse momento especial na vida de vocês trouxer um pouquinho mais do que suspiros, sorrisos e lágrimas de emoção?! Junte a beleza clássica das joias com a praticidade e agilidade que só a tecnologia pode proporcionar. Juntou? Pois é dessa união que nasce as smart jewelry, joias inteligentes.

Essa é uma tendência da tecnologia wearable que vai ao encontro do universo feminino. Ela se supera porque é uma maneira para relacionar moda consciente com os benefícios obtidos com os, já mencionados, smartwatches e outros modelos de rastreadores fitness que não costumam ter um design voltado para as mulheres. Algumas empresas têm sido rápidas em perceber isso e criaram alguns modelos de joias bonitas que fazem mais do que apenas agregar valor à aparência. Com recursos adicionais, incluindo rastreamento fitness e notificações, as próximas gerações de brincos, colares, pulseiras e anéis serão conectadas. Veja alguns exemplos do que já está disponível no mercado e do que ainda poderemos ver por aí.

Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina

Apresentado neste ano, durante o Mobile World Congress, juntamente com as demais peças da linha de joias inteligentes iCharming da empresa ZTE, o anel Charme é mais um produto que se destaca entre as wearable technologys. Com características inteligentes, o anel Charme, assim como a maioria dos dispositivos que possuem a tecnologia wearable, é voltado para as pessoas que buscam estar com o corpo em forma e a saúde em dia. Entre as suas funcionalidades estão a contagem de passos, da distância, de calorias queimadas. Essas informações são provenientes de um acelerômetro de três eixos: estabelecimento de metas, lembretes e leaderboards grupo para motivá-lo, recurso de SOS que envia um alerta e sua localização para um contato de emergência.

O anel tem conexão via Bluetooth e também permite configurar ações como, por exemplo, abanar a mão para fazer uma selfie em seu smartphone. Além disso, há LEDs que piscam quando você recebe uma chamada, mensagem ou se sair do alcance do seu telefone. Ele funciona com iPhone e Android 4.3, é feito de zircônia, prata e está disponível em seis cores de pedras preciosas - ouro, marrom, violeta, rosa, azul e marinho. A bateria tem uma duração máxima de uma semana. O valor aproximado para o anel Charme será de US $ 200,00. A linha iCharming é na verdade um monte de acessórios, alguns mais clássicos que os outros, com pulseiras e colares inteligentes mais baratos que poderão ser comprados, pelos varejistas, por cerca de US $ 50,00 cada. As pulseiras inteligentes estão mais na linha dos rastreadores fitness e vêm com faixas de couro. E os colares inteligentes, também usados para o acompanhamento fitness, têm uma vida útil da bateria de 15 dias. A expectativa é de que a coleção esteja disponível nas lojas ainda neste ano.

Bellabeat LEAF

O Bellabeat LEAF é um pingente que pode ser usado em pulseira, colar e broche e já está sendo vendido. A marca oferece uma gama de opções de recursos para o melhoramento do estilo de vida. Os níveis de estresse são monitorados por LEAF, através da gravação de padrões de respiração do usuário. Quando você coloca um LEAF, pela primeira vez, você impõe o que está sentindo para o aplicativo - e um algoritmo mantém o controle de seus órgãos vitais daí para frente. O dispositivo também pode ajudar as mulheres a acompanhar seus ciclos menstruais e aconselhá-las durante os períodos de ovulação. Monitoramento do sono e dos passos fazem parte do pacote de recursos. O valor aproximado desta joia é de US $ 119,00.

Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina

Ear-o-Smart

O ouvido é um local que tem um grande potencial para wearables, particularmente para as mulheres que costumam usar brincos. Ear-o-Smart é um único brinco que monitora atividade, calorias queimadas e ritmo cardíaco para sincronizar tudo isso para iPhone ou Android. O protótipo usa uma bateria de célula que vai durar oito horas e a equipe também está vendendo um kit DIY para permitir que cada um adicione as suas próprias pedras em cima dos componentes minúsculos. O Ear-o-Smart por enquanto ainda é um protótipo, mas deve ser lançado em breve.

Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina

Smart Clothes

O vestuário inteligente é uma categoria muito ampla que pode abranger qualquer peça de roupa, para qualquer idade, com diferentes funções. No momento as T-shirts, camisetas, são as que mais se destacam na categoria wearable. O grande diferencial neste formato é o fato da tecnologia ser capaz de fazer um monte de coisas novas, enquanto quem usa a roupa inteligente não sente desconforto algum, pelo contrário, pode até esquecer que sua camiseta é tecnológica. A maior parte dos recursos que essa tecnologia, literalmente, de vestir oferece diz respeito ao mundo fitness, desde a relação de bem estar com o corpo e a mente até o controle regular da saúde. Ainda espera-se que, ao longo dos próximos anos, uma grande quantidade de funções para rastreadores fitness vá ao encontro dos vestuários inteligentes. Veja alguns exemplos de marcas que estão apostando nesse mercado.

The Polo Tech Shirt - Ralph Lauren

A consagrada marca Ralph Lauren uniu a sua referência em moda com a moderna tecnologia de vestir e criou a 'Polo Tecnológica'. O formato e a função estão juntos em uma camisa com microchips que funcionam de forma semelhante a uma braçadeira fitness. Essa tecnologia não interfere no conforto da roupa e, apesar de todas as suas possibilidades técnicas, faz com que a pessoas pense na camisa como uma vestimenta comum. Entre as funções está o controle da frequência cardíaca, da respiração, do movimento e muito mais. A informação é enviada para um aplicativo de smartphone para a leitura instantânea. Os sensores da camisa estão alojados em uma pequena caixa preta. 

Heddoko

Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina
O Heddoko é indicado para atletas e treinadores profissionais, e para quem mais tiver uma vida intensa nos esportes.

Treinadores de todos os esportes, amador e profissional, sempre quiseram e têm experimentado de diferentes maneiras como ajudar os seus atletas. Uma forma é com biomecânica. O smartshirt Heddoko  é um artigo de roupa que mantém as informações em 3D. O Heddoko monitora o seu desempenho e permite que você mantenha o controle de seus objetivos. Você obtém um feedback em tempo real e evita, através do aplicativo Heddoko, a ficar ferido durante o treinamento. O Heddoko está em um estado de pré-encomenda e os consumidores podem se inscrever neste site.


OMsignal

Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina

O SmartWear biométrico de OMsignal é um produto de alta tecnologia. Ele tem todas as habilidades de rastreamento fitness e pode acompanhar batimentos cardíacos e respiração. Possui ainda um aplicativo compatível para que você acompanhe as suas informações. A camiseta não é muito volumosa e é capaz de manter as informações biométricas usando uma pequena caixa preta.
O OMsignal tem controle de umidade, controle de odor e também é lavável à máquina. Ele também tem a funcionalidade de compressão, que ajuda com a circulação e recuperação muscular. Esse produto é indicado para aqueles que gostam de manter o controle de seus sinais vitais enquanto trabalham fora ou praticam esportes, mas não querem investir tanto.

 

Smart MIMO bebê

O sistema Smart MIMO bebê e Smart Nursery é sucesso desde o ano passado e, provavelmente, continuará sendo nos próximos anos. O Mimo é um macacãozinho de bebê que tem uma pequena tartaruga de monitor com ele. Esse monitor é a parte mais importante e integral do Mimo. O sensor é capaz de controlar o estado de sono, a respiração, a posição do corpo, e também permite que você escute dentro no bebê.
O aplicativo compatível com ambos os iPhones e dispositivos Android. É lá que você pode obter dados em tempo real e manter sempre um olho no seu filho. O Sistema Inteligente bebê Mimo pode ser comprado a partir de US $ 199 e um conjunto pode ser comprado por US $ 269. A roupinha é lavável à máquina e um peça extra pode ser comprada por US $ 29. Este produto trará conforto para o bebê e para os pais que poderão dormir mais tranquilos e acompanhar pelo aplicativo como está o seu bem mais precioso.

Tecidos inteligentes

Nos dias 24, 25 e 26 de maio de 2016 acontecerá em Boston, Massachussets, a Wear Conference, um evento que reunirá alguns dos principais nomes da tecnologia de vestir. Entre os palestrantes estará Duncan Turner, sócio e diretor do Accelerator HAX, primeira e maior aceleradora de hardware do mundo. Em entrevista para a equipe da Wear Conference (clique aqui para ter acesso ao conteúdo completo) Turner falou sobre as inúmeras possibilidades proporcionadas pelos tecidos inteligentes.

Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina
Duncan Turner, sócio e diretor do Accelerator HAX.

Temos visto empresas resolvendo problemas como complicações do pé para diabéticos (que muitas vezes levariam à amputação), fornecendo análise da marcha de alta resolução com uma sola interior, empresas prestadoras de dados exclusivos impulsionado visão sobre técnica de esqui através de uma bota de esqui ligado, um controlador gestual para os relógios inteligentes que medidas dos movimentos do tendão, uma almofada que mede a sua postura sentada, um wearable para ajudar a gerir o stress e uma nova tecnologia de fabricação de material para ajudar a permitir novas possibilidades de produção de tecidos."

PROJETO JACQUARD - GOOGLE

Não dá pra falar de tecidos inteligentes sem citar o Projeto Jacquard, do Google. Trata-se de um novo sistema para tecer tecnologia em tecido, transformando objetos do cotidiano, como roupas, em superfícies interativas. Uma tecnologia que permitirá aos designers e desenvolvedores a construção de têxteis conectados, sensíveis ao toque em seus próprios produtos. Veja algumas características:

  • Fiação com fios condutores: Isto é possível graças aos novos fios condutores. As estruturas do fio de jacquard combinam, ligas metálicas finas com fios naturais e sintéticos, tais como algodão, poliéster, ou seda, fazendo com que o fio seja suficientemente forte para ser tecido em qualquer tear industrial.
  • Tecendo têxteis interativos: Usando fios condutores, toque bespoke e zonas sensíveis ao gesto pode ser usado em locais precisos ou em qualquer lugar do têxtil. Alternativamente, as redes de sensores podem ser tecidas em todo o têxtil, criando grandes superfícies interativas. Os componentes complementares são projetados para ser o mais discreto possível.Foram desenvolvidas técnicas inovadoras para prender os fios condutores por conectores e circuitos minúsculos, não maiores do que o botão de um casaco. Essas interações de captura eletrônica de toque miniaturizados, e vários gestos podes ser inferidas por meio de algoritmos de aprendizado de máquina. O toque capturado e os dados do gesto são transmitidos sem fios a smartphones ou outros dispositivos para controlar uma ampla gama de funções, conectando o usuário com serviços on-line, aplicativos ou funções do telefone. LEDs, haptics, e outras saídas incorporadas fornecem feedback ao usuário conectando-o com o mundo digital.
  • Produzindo em escala: Os componentes Jacquard possuem um custo benefício eficiente, principalmente, porque os fios e tecidos podem ser fabricados com o mesmo padrão de equipamentos usado em fábricas de todo o mundo. Dessa forma, a mesma pessoa que tear também pode trabalhar com interatividade e ainda pode gerar inúmeros desenhos têxteis diferentes.
  • Confecção de vestuário conectado: As roupas conectadas oferecem novas possibilidades de interação com serviços, dispositivos e ambientes. Estas interações podem ser reconfigurados a qualquer momento. Os tecidos Jacquard são como uma tela em branco para a indústria da moda. Os designers podem usá-la como fariam com qualquer tecido, acrescentar novas camadas de funcionalidade para os seus desenhos, sem ter que aprender sobre eletrônica. Os desenvolvedores serão capazes de conectar aplicativos e serviços existentes para roupas Jacquard habilitados e criar novos recursos especificamente para a plataforma. Está também em desenvolvimento conectores personalizados, componentes eletrônicos, protocolos de comunicação, um ecossistema de aplicações simples e serviços em nuvem. 

O que esperar do futuro? 

Wearables é uma tendência crescente e a expectativa é de que, em um futuro não muito distante, essa tecnologia passará a existir não só fora do nosso corpo em roupas e acessórios, mas sim em nós, fazendo parte da nossa pele como uma tatuagem. Essa possibilidade não tem apenas um nome, como também já está em experimentação. É chamada tecnologia wearable implantada ou, se preferir, Implantable Wearables.

Alguns cientistas estão trabalhando em implantes oculares, por exemplo, que permitem uma imagem a ser capturada com um piscar de olhos e transmitida para qualquer armazenamento local. Mas o que tomaria o lugar da tela se o telefone estiver dentro de você? Techs no Autodesk estão fazendo experiências com um sistema que pode exibir imagens através da pele artificial. Quer saber mais sobre o que está por vir? Então dá uma olhada nessa listinha a seguir. 

Tecnologia de vestir: muito além do que você imagina

TOP FIVE - O FUTURO DA TECNOLOGIA WEARABLE

  1. CHIPS DE CURA: Em Londres, os cientistas estão desenvolvendo circuitos - em cápsula para engolir - que monitoram os níveis de gordura em pacientes obesos e geram um material genético que desenvolve uma sensação de sacies. Ele tem potencial como uma alternativa à cirurgia ou outros modos invasivos para tratar a obesidade. Dezenas de outros problemas médicos de sopros cardíacos à ansiedade têm iniciativas por meio da tecnologia de implante. 
  2. COMPRIMIDOS CIBERNÉTICOS que conversam com o seu médico, são os sensores ingeríveis. Uma equipe de pesquisa britânica está desenvolvendo ciber-pílulas com microprocessadores que podem compartilhar (literalmente) de dentro do corpo informações para ajudar os médicos a saber se o paciente está tomando a medicação corretamente e se está tendo o efeito desejado.
  3. CONTROLE DE NATALIDADE: A Fundação Gates está apoiando um projeto para criar um contraceptivo feminino implantável monitorado por um controle remoto externo. O minúsculo chip gera pequenas quantidades de hormônio contraceptivo dentro do corpo da mulher por até 16 anos.
  4. TATUAGENS INTELIGENTES: Motorola tem uma parceria com VivaLnk para lançar o Tattoo Digital, uma marca de pele baseado em NFC que desbloqueia o telefone com um toque rápido. Por que não ter tatuagens inteligentes, digitais que além de marcar a pele e acrescentarbeleza e atitude à aparência, também podem realizar tarefas úteis como, por exemplo, desbloquear o seu carro? Essa é a ideia da empresa. Com o chip NFC, que pode ser incorporado em um dedo através de um processo de tatuagem-like, você conseguirá desbloquear coisas ou inserir códigos simplesmente apontando. Além disso, um grupo de pesquisa do Texas desenvolveu micro-partículas que podem ser injetadas sob a pele, como tinta de tatuagem, e pode acompanhar os processos do corpo.
  5. INTERFACE: A fabricante de chips Intel prevê interfaces de computador-cérebro para 2020. Ter o cérebro humano, diretamente relacionado com computadores é o sonho (ou pesadelo) de muita gente. Mas agora, uma equipe da Universidade Brown chamada BrainGate está na vanguarda do movimento do mundo real para ligar cérebros humanos diretamente nos computadores e obter, assim, uma série de usos. O cientista da Intel, Dean Pomerleau, disse em um artigo recente, "Eventualmente, as pessoas podem estar dispostos a ser mais comprometidos com implantes cerebrais." Já pensou se você fosse capaz de navegar na Web com o poder dos seus pensamentos?

E aí, o que você achou dessa nova era Wearable? Conta para nós quais desses produtos você compraria e o que você espera da tecnologia do futuro!

Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo