Quais os sensores presentes no seu smartphone?

Posição GPS, sensor de luminosidade, umidade, de movimento, etc. Faz tempo que os celulares deixaram de apenas fazer ligações e mandar mensagens. Hoje, os smartphones tem muitas coisas que nem imaginamos. Confira quais os sensores integrados no seu celular e veja o que eles podem fazer por você.

Por | @Evilmaax Smartphones

Posição GPS, sensor de luminosidade, umidade, de movimento, etc. Faz tempo que os celulares deixaram de apenas fazer ligações e mandar mensagens. Hoje, os smartphones tem muitas coisas que nem imaginamos. Confira quais os sensores integrados no seu celular e veja o que eles podem fazer por você.

Sensor de movimentos

É ele que reconhece os movimentos da sua mão, e assim, permite que façamos diversas funções sem tocar o dedo na tela, como nos aparelhos Galaxy da Samsung, onde podemos ignorar uma chamada mostrando a mão aberta para o smartphone ou ainda tirar fotos com gestos pré-determinados. Essa identificação é feita através de infravermelho.

Sensor geomagnético (magnetômetro)

Aperfeiçoa os resultados do GPS através da captação do campo magnético. Facilitando: Ele age como uma bússola detectando o polo norte magnético do planeta. Ele é utilizado, por exemplo, toda vez que você abre o Google Maps e clica na setinha para identificar sua posição atual.

Umidade e temperatura

Como diz o nome ali em cima, este sensor detecta a temperatura e a umidade ao seu redor. As infos capturadas podem ser usadas, por exemplo, para aplicativos que te ajudam a manter a saúde. Além da temperatura externa, este sensor medem a temperatura interna do aparelho, ajudando a proteger componentes frágeis e sensíveis ao superaquecimento, como processadores e bateria. A medição da umidade ajuda o seu telefone a indicar a você qual o melhor ambiente para estar. Se você achou isso desnecessário, provavelmente, não tem problemas respiratórios.

Sensor de Proximidade

Sabe quando você afasta o telefone do seu rosto após uma ligação e a tela automaticamente se ilumina? Ou quando você faz o movimento inverso e coloca ele perto da boca e do ouvido e o mesmo se apaga para economizar bateria? Isso é graças ao sensor de proximidade incluso no aparelho.  Isto é feito através de emissão e reflexão de raios infravermelhos, com isso ele mede, inclusive, a distância dos objetos, utilizando estes dados para várias aplicações, como jogos.

Sensor RGB

Também chamado de sensor de luminosidade, esta peça mede a intensidade da luz do ambiente em que você está, e, com isso, ajusta o brilho da sua tela de acordo com a iluminação externa.

Barômetro

Agindo em conjunto com o acelerômetro (que veremos mais abaixo), pode detectar as subidas e descidas de altitude através da pressão. Para que seria usado? Para monitorar sua saúde, por exemplo, que com isso consegue saber se você está gastando mais ou menos calorias em uma caminhada.

Gyro                                                                                                                 

Um dos mais legais e importantes (para joguinhos ^^), o giroscópio é responsável por “ler” a inclinação, posição do aparelho, orientação, direção, movimento angular e rotação do aparelho para as mais diversas funções. Em alguns casos você poder apenas inclinar o aparelho para frente ou para trás e com isso rolar a página ou até mesmo utilizar os óculos virtual do Google e transformar seu smartphone em um aparelho de realidade aumentada. Tudo isso é feito através de 3 pontos.

Acelerômetro                                                                                       

Digamos que este é complementar ao giroscópio, pois analisa os movimentos feitos com o aparelho através de um pequeno chip composto de molas de silícios. É ele que permite que o seu aparelho fique com a imagem deitada quando o aparelho está na horizontal. Jogos também exploram bastante este recurso, como em jogos de corrida, no qual, para guiar seu carro você tem de virar o smartphone para a esquerda ou para a direita.

Hall Sensor                                                                               

Esse daqui é usado quando você tem uma tem uma daquelas capinhas que deixam o celular parecendo uma carteira, sabe? Com ele, sempre que a capinha é aberta, seu telefone reconhece que você irá utilizá-lo e acende a tela automaticamente.

Sensor de ritmo cardíaco                                                           

Função muito interessante, inaugurada pelo Galaxy S5 e que hoje difunde-se a cada novo lançamento, aumentando o mercado de medidas para a saúde com o uso do seu smartphone. Hoje, se o seu aparelho não possui esse sensor, você pode “emulá-lo” através de algum app que usa o flash da câmera para medir sua frequência cardíaca através da intensidade da reflexão em seu dedo, que é diferente de acordo com sua pulsação.

Podômetro                                                 

A função desse é bem específica: Contar a quantidade de passos que você der, simples assim. Várias aplicações práticas podem ser feitas, como medir sua atividade física e gasto calórico, por exemplo. Caso você não tenha esse sensor, poderá usar o acelerômetro, porém não será tão preciso.

Sensor de impressão digital                                                        

Este fez sua estreia no iPhone 5S, sendo depois inserido no Samsung Galaxy S5 e HTC One Max, por exemplo. Como você deve ter notado pelo nome, este sensor escaneia sua impressão digital e a utiliza como uma senha para liberar o uso do telefone.

E aí, sabia que seu smartphone estava cheio de tantas coisas assim? E olha que não faz nem 10 anos do lançamento do primeiro celular inteligente. O que esperar do futuro? Quais serão as próximas novidades para automatizar ainda mais e conceder mais facilidades para nós? Comente abaixo.

Mais sobre: Smartphones, Samsung, Apple
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.