O novo Motorola Moto G73 passou pela bateria de testes do SPEEDTEST, um programa do Oficina da Net que testa o poder de fogo dos celulares para definir os modelos mais potentes do mercado. O novo celular da Motorola chegou com o processador Dimensity 930 da Mediatek, ele tem 8GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento, rodando Android 13.

Motorola Moto G73 teste de performance

Assim como qualquer aparelho já testado por aqui, o Motorola Moto G73 passou por três testes de benchmark de forma consecutiva em cada um dos quatro aplicativos, o 3DMark Wild Life, AnTuTu, GeekBench e CPU Throttling.

3DMark Wild Life Stress Test

O Wild Life, não pode ser executado. O aplicativo dá um aviso que o dispositivo não suporta funcionalidades da tecnologia gráfica Vulkan.

AnTuTu Benchmark

AnTuTu no Moto G73
AnTuTu no Moto G73

O segundo teste foi o AnTuTu, de longe o mais famoso da internet e que mede a capacidade do celular em diversas atividades, desde renderizações de vídeos até leitura de QRCode. Ele simula o uso geral e por fim gera uma pontuação. Nesta etapa, o Moto G73 bateu 420.621 pontos — 32ª posição.

#CelularesPontuaçãoVar. Temp.Preço
Samsung Galaxy S24 Ultra1.903.2326ºCR$ 8.293,46
Samsung Galaxy S24 Plus1.744.54010ºCR$ 5.502,76
Samsung Galaxy S231.483.90012°CR$ 2.999,00
Samsung Galaxy Z Flip51.301.23217ºCR$ 3.499,00
Samsung Galaxy S23 Ultra1.179.12214ºCR$ 6.499,00
47°Motorola Moto G73420.62112ºCR$ 1.075,25

GeekBench

No terceiro teste, o Motorola Moto G73 apresentou a mesma performance. Durante o benchmark do GeekBench, que consiste em simular cenários para analisar a capacidade do processador.

#CelularesSingle CoreMulti CoreSomaVar. Temp
Samsung Galaxy S231.9186.9588.8768°C
Motorola Razr 40 Ultra1.7614.7326.49315°C
Samsung Galaxy S23 Ultra1.5094.6576.16612ºC
Samsung Galaxy Z Flip51.4484.5235.97117ºC
OnePlus 119634.5745.5375ºC
42°Motorola Moto G736971.9172.61412ºC

Na primeira etapa do teste, que consiste em avaliar o núcleo mais forte do processador, o Moto G73 bateu 697 pontos. Na etapa seguinte, o processo avaliou o poder de todo o conjunto do processador, que atingiu a pontuação de 1.917. Assim, o aparelho alcançou uma soma de 2.614 pontos e consolidou a 25ª colocação no ranking. Ele bateu o Moto G82 nesse teste.

CPU Throttling

CPU Throttling
CPU Throttling

O CPU Throttling é o teste porrada. Batendo mínima de 133 mil pontos, o Moto G73 ficou atrás do Redmi Note 11S. O benchmark avalia bastante a temperatura, que chegou a elevar 12ºC da temperatura base, após os três testes consecutivos.

#CelularesMáximoMédiaMínimoVar. TempPreço
ASUS Zenfone 9348.320307.569252.74419ºCR$ 3.149,10
Samsung Galaxy S23 Ultra387.356295.460237.50817ºCR$ 6.499,00
Xiaomi POCO F5335.059292.667253.1659ºCR$ 2.489,00
Xiaomi POCO X4 GT301.485283.403254.92712ºCR$ 2.349,99
OnePlus 11342.044283.384239.56010ºCR$ 4.042,60
47°Motorola Moto G73176.136155.487133.88712ºCR$ 1.075,25

Esse aplicativo testa por 15 minutos, o uso constante do processador, que por consequência vai esquentar. Se o celular for capaz de manter o processador frio, a performance tende a ficar constante e equilibrada. Agora se o calor for alto, o sistema diminui a frequência do processador para ele esfriar e não estragar. Isso é o famoso Throttle, e é essa ação que por exemplo, faz seu jogo cair a estabilidade e frames, dando aquelas famosas travadas.

Conclusão do teste

Fica comprovado que o Moto G73 é o smartphone intermediário com performance baixa. Não espere muito proveito deste smartphone se a sua ideia é comprar ele para jogar. Vai andar bem nas atividades cotidianas como redes sociais e navegar pela internet. Mas em atividades mais pesadas, não é o foco do produto.