Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

ZOWIE EC1-A, um dos mouses mais usados por jogadores profissionais de CS:GO, é um produto com um valor elevado, aparência minimalista e um número de recursos baixo se comparado a concorrentes. Será que ele é tudo o que dizem?

Por | @oficinadanet Periféricos

Olá leitores da Oficina da Net, é o wetto aqui de novo.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Para analisar mouses, nada melhor do que um especialista.

Estou trazendo agora para vocês agora uma das minhas análises mais esperadas, que é a análise do mouse ZOWIE EC1-A, um mouse muito famoso por ser utilizado por diversos jogadores profissionais de CS:GO.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Fonte: https://docs.google.com/spreadsheets/d/1UaM765-S515ibLyPaBtMnBz7xiao0HL5f-F1zk_CSF4/

O que este mouse tem de tão diferente de outros modelos? Porquê tanta gente ama mouses da ZOWIE? Qual o real nível de qualidade destes?

Isto, é o que veremos na análise.

A ZOWIE é uma marca que conheço desde que fiquei interessado no ramo de periféricos, e assim como várias outras, acompanhei todos produtos dela e vi as mudanças pela qual eles passaram ao longo dos anos.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Acreditem ou não, ZOWIE nem sempre foi uma marca "topo de linha" como é hoje referenciada.

A primeira geração de mouses, tal como o primeiro ZOWIE EC1ZOWIE EC2 ZOWIE MiCO tinham apenas a ergonomia como principal diferencial. Estes não eram mouses de alta precisão e nem tinham uma durabilidade acima de modelos da concorrência.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
ZOWIE MiCO. O desempenho deste mouse era tão bom quanto o seu nome.

Estes mesmos mouses da primeira geração eram vendidos no Brasil em meados de 2010~2012, tendo preços elevados e infelizmente sendo inferiores a várias opções da concorrência.

Por esta razão, as primeiras tentativas de comercializar produtos da ZOWIE no Brasil foram um fracasso.

Mas, tudo mudou a partir da segunda geração. Os mouses da ZOWIE literalmente evoluiram (e por isso o nome "eVo"), passando de mouses "meia-bocas" com boa ergonomia, para realmente se tornarem mouses de alta qualidade, sendo que estes tinham algumas das melhores implementações do sensor AVAGO 3090  do mercado.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Além disto, na segunda geração de mouses da ZOWIE, surgiram modelos como o ZOWIE AMZOWIE FK, trazendo opções ambidestras baseadas no antigo Intellimouse 1.1 e também tendo inspirações no Steelseries Sensei, porém com maior precisão que este.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Já em 2015, ao lançar a terceira geração de mouses, a ZOWIE decidiu melhorar ainda mais os seus produtos, utilizando novos sensores topo de linha em seus novos mouses, o que deu origem aos mouses ZOWIE EC1-A, EC2-A, ZA11, ZA12, ZA13, FK1, FK1+ e FK2.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Sendo que todos estes tem exatamente o mesmo nível de qualidade, mudando apenas o formato, o tamanho e peso destes. Não existe "o melhor mouse da ZOWIE", todos os modelos da terceira geração são o topo de linha da marca.

Outra diferença que a terceira geração de mouses ZOWIE trouxe, foram mudanças na estética, em especial após a acquisição da marca pela BenQ no início de 2016. Um novo logotipo e também a presença do logo da BenQ na parte inferior do mouse.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Um dos fatores que também levam à popularidade dos mouses da ZOWIE, em especial o modelo da análise, o ZOWIE EC1-A, é o fato de vários jogadores profissionais de Counter Strike utilizarem mouses da marca, tal como o Gabriel "Fallen" Toledo, com o qual inclusive discuti certos aspectos deste mouse.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Gabriel "Fallen" Toledo

Então, vamos logo começar esta análise e ver se realmente os mouses da ZOWIE são tudo aquilo que parecem ser.

ZOWIE EC1-A é tido como sendo a cópia mais fiel do lendário Microsoft Intellimouse 3.0, especialmente na sua lateral direita.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Créditos para Ragnvald do fórum extreme.pcgameshardware.de

Mouses como o Razer Deathadder e Steelseries Rival também são baseados no antigo MS 3.0, mas tomam algumas liberdades. O Deathadder é um tanto diferente na curvatura, em especial no lado direito, enquanto o Steelseries Rival é mais baixo e um pouco mais comprido.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Temos muito o que abordar ainda, mas antes de continuarmos, o leitor precisa saber o que são pegadas.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Pegadas para Mouses

Uma pegada, nada mais é do que uma forma de segurar o mouse, sendo que há três principais tipos:

  • Claw Grip
  • Fingertip Grip
  • Palm Grip

A pegada Claw fica bem natural no ZOWIE EC1-A, desde que suas mãos sejam médias/grandes. Quem tiver mãos pequenas, pode não gostar pelo tamanho.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Pegada Claw

Já para Fingertip, ele também consegue ser usado, embora o fato de ser um mouse comprido e largo, pode ser inadequado para algumas pessoas. Eu (wetto) que tenho pegada Fingertip, gosto desse mouse e consigo usar, mas o meu ZOWIE ZA12 é muito melhor para esta minha pegada do que ele.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Pegada Fingertip

Para Fingertip, é preferível ir atrás do ZOWIE EC2-A, FK2, ZA11, ZA12 ou ZA13, embora tenho certeza que algumas pessoas com mãos grandes vão conseguir usar Fingertip no EC1-A sem problema algum.

Já agora para Palm... Simplesmente sensacional.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Pegada Palm

Sério pessoal, eu não tenho a pegada Palm e não consigo mover o mouse corretamente desta forma, mas apenas deixar minha mão descansando sobre o mouse, já é algo fenomenal.

ZOWIE EC1-A é sem dúvidas um dos melhores mouses para Palm que eu já testei. É bem claro ver porquê muita gente idolatra este mouse para tal pegada, visto que suas curvas fazem sua mão ficar melhor encaixada do que o concorrente Razer Deathadder e diversos outros mouses.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Ele é sem sombra de dúvidas o sucessor moderno do Microsoft Intellimouse 3.0, sendo o mouse mais similar a este em termos de ergonomia e simplicidade.

Outro fator que acaba auxiliando o ZOWIE EC1-A e motivo porquê tanta gente gosta dele, é que este pesa apenas 97 gramas (sem o cabo).

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
ZOWIE EC1-A e EC2-A

Enquanto maioria dos concorrentes com tamanho similar ao ZOWIE EC1-A pesam entre 110~125 gramas. O resultado disso? É um dos preferidos por quem tem preferência por mouses leves.

Ter um peso reduzido poderia acabar resultando em uma impressão de fragilidade, assim como ocorre no CM Storm Alcor, mas não é o que acontece.

ZOWIE EC1-A é feito com plástico de alta qualidade no seu exterior, não aparentando fragilidade e proporcionando uma boa segurança na sua pegada.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

A ZOWIE não utilizou emborrachamento e nem plástico fosco como fazem maior parte de seus concorrentes, ao invés disso decidiu usar uma pintura especial que garante uma certa aderência ao mouse.

Porém, esta mesma aderência acaba auxiliando para que marcas e sujeira acabem grudando ao mouse, além de marcas de dedo.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Se precisarem das minhas impressões digitais, estão aí.

A decisão por este tipo de acabamento sinceramente foi infeliz por parte da ZOWIE, visto que acaba degradando facilmente a aparência do mouse com pouco tempo de uso.

Quem comprar um mouse da ZOWIE, pode se preparar para limpar este com frequência ou então se acostumar com o fato de sua superfície sujar facilmente.

Finalizando, o ZOWIE EC1-A possui uma enorme quantia de teflon de alta qualidade, o que lhe garante um excelente deslize em qualquer superfície:

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

A Construção Interna é o principal fator na durabilidade de um mouse. Se um mouse usa componentes de baixa qualidade, tal como o CM Storm Devastator, a sua durabilidade pode ser baixa, ocasionando inúmeros casos de defeito.

Caso um mouse tiver uma boa construção interna, os defeitos serão raros, porém não impossíveis de ocorrer, em especial a questão do Double-Click, que pode acontecer com qualquer mouse de qualquer marca.

Os mouses da ZOWIE são tidos como referências por profissionais, são alguns dos mouses mais caros do mercado, tanto no Brasil como também fora dele. Logo, espera-se que ele seja excepcional por dentro, certo?

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Mas não é exatamente isto que vemos dentro do ZOWIE EC1-A.

Um dos principais diferenciais dos mouses da ZOWIE, é que estes possuem botões esquerdo e direito um tanto mais firmes do que outros mouses, especialmente devido à utilização de switches HUANO Blue ao invés de switches OMRON, como faz maior parte do mercado.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Não apenas isto, mas os switches HUANO Blue são até mais baratos do que os switches OMRON D2FC-F-7N 20M usados em outros concorrentes considerados "topo de linha".

E aqui entra uma tremenda polêmica: a ZOWIE até produziu um lote de mouses com switches OMRON depois de muita pressão por seu público no Final de 2015, mas em Janeiro de 2016 decidiu fazer um recall destes modelos devido ao fato dos casos de Double-Click terem simplesmente explodido.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Créditos da Imagem para Ino da Overclock.net: http://www.overclock.net/t/1584856/review-of-updated-ZOWIE-benq-lineup-by-ino

Vocês podem conferir o pronunciamento oficial da ZOWIE sobre o assunto neste link:

Página Oficial da ZOWIE - Recall em Janeiro de 2016

E porquê diabos a ZOWIE trocaria algo mais caro e que supostamente tem maior durabilidade, por um switch que é mais "duro" e mais barato?

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Agora meus amigos, vamos analisar outros switches além do OMRON D2FC-F-7N que vemos em maioria dos mouses gamer.

Há outros dois switches que prometem ter maior durabilidade que o OMRON comum, que são:

  1. Steelseries Switch
  2. OMRON D2F-01F

O Steelseries Switch tem supostamente uma durabilidade de 30 milhões de cliques e reduziu drasticamente os problemas de Double-Click no Steelseries Rival / Rival 100 / Rival 300 em comparação com os seus antecessores que usavam OMRON.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Steelseries Switch no Topo. TTC é outra marca.

E qual a semelhança entre o Steelseries Switch e o Huano Blue? Ambos requerem mais força para ativar do que os switches OMRON D2FC-F-7N, são mais rígidos do que ele.

Outro switch que promete maior durabilidade que o OMRON D2FC-F-7N é o OMRON D2F-01F, que tem parte do seu processo de produção feito no Japão e é mais caro do que os outros modelos.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

E qual a semelhança deste com o Steelseries Switch e Huano Blue? Ele requer mais força do que o OMRON D2FC-F-7N.

Agora, vamos tentar entender o que é o Double-Click e porquê ele acontece. Double-Click é quando ao pressionar uma vez o botão, ele acaba erroneamente reconhecendo duas vezes, por isto o nome.

A razão porquê isto ocorre é falta de tensão no sistema interno para separar as peças responsáveis pela ativação do clique. Com o uso, a tensão entre estas peças vai diminuindo, o que pode ocasionar ativação acidental.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Este problema pode ser resolvido abrindo o switch e entortando um pouco o metal para criar tensão entre estes dois pontos, separando eles.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Antes (com Double-Click)

E depois...

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Depois (problema de Double-Click corrigido)

Feito isso, o Double-Click desaparece, até que o metal seja entortado com o uso e haja falta de tensão novamente.

Este problema ocorre com frequência no OMRON D2FC-F-7N exatamente porquê os seus materiais são leves e tem pouca resistência, o que tem por objetivo fazer com que seus cliques sejam leves.

Todos os switches que prometem maior durabilidade e menor frequência de Double-Click que o OMRON D2FC-F-7N tem uma característica comum: os componentes utilizados possuem maior resistência, o que evita a falta de tensão entre os pontos de contato internos.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
OMRON D2FC-F-7N na esquerda, OMRON D2F-01F na direita.

Resumindo: Os botões HUANO/Steelseries/D2F-01F tem menos problemas de Double-Click que os OMRONs comuns exatamente por serem mais rígidos, então avaliem o que é mais importante:

  • Reclamar porquê o ZOWIE EC1-A não tem botões tão leves quanto os mouses da Razer, Logitech e outras.
  • Ter tantos problemas de Double Click quanto as outras marcas citadas acima.

Embora ainda assim, considerando o preço destes mouses, se a ZOWIE não quisesse ter problemas de Double-Click poderia muito bem ter utilizado switches OMRON Japan D2F-01F em seus mouses.

Continuando o restante da Construção Interna, no botão do meio encontramos um switch Huano Orange, que possui uma boa resistência, não sendo muito leve e nem de longe duro.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Outro detalhe interessante dos mouses da ZOWIE, é o seu codificador. O codificador, é a peça responsável por registrar o movimento do scroll.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

A ZOWIE, diferente da grande maioria das marcas (com exceção da Logitech), usa um codificador ótico em seus mouses ao invés de um codificador mecânico.

Codificadores Mecânicos são basicamente sistemas de engrenagens que possuem contatos na sua parte interna que acabam se encostando e gerando um sinal, indicando, por exemplo, que você moveu o scroll para cima.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

As vantagens de Codificadores Mecânicos são:

  1. São mais precisos.
  2. Mais barato para implementar.

Embora claro, há diferenças dentro desta categoria, um codificador M-LO é bem inferior em precisão e durabilidade do que um codificador da ALPS por exemplo.

Codificadores Óticos são diferentes. Ao invés de utilizar engrenagens, há um Sistema Ótico, utilizando um LED para emissão de luz e um Receptor de luz, que irá identificar quando há movimento no scroll.

As vantagens de Codificadores Óticos são:

  1. São mais duráveis.
  2. Podem (mas quase nunca são) ser silenciosos.

Codificadores óticos da Logitech são conhecidos por sua durabilidade, mas claro, isto não se aplica a todos, quem já teve um Microsoft Intellimouse 1.1 ou 3.0, pode atestar que a durabilidade do scroll destes mouses, era ruim.

Diferente de modelos Mecânicos, codificadores Óticos simplesmente não possuem estágios (aqueles "passos" que você sente quando move o scroll para cima ou para baixo).

Os "estágios" em codificadores óticos são implementados de uma forma bem curiosa em mouses da Logitech: através de um pequeno arame inserido no scroll, o qual faz atrito com dentes de plástico.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

O sistema da ZOWIE já é um pouco diferente, pois os dentes responsáveis por registrar o movimento do scroll, também são responsáveis pelos estágios do scroll, enquanto que em mouses da Logitech estas duas peças são completamente separadas.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Embaixo dos dentes (e circulado em vermelho) está a peça que faz atrito e cria os "passos" do scroll.

E isto, meus amigos, pode acabar gerando problemas de durabilidade, pois estas peças vão sofrer desgaste com o uso, algo que não ocorre em outros codificadores óticos.

Enfim, sendo bem sincero e resumindo tudo, a ZOWIE tem um dos piores codificadores óticos do mercado, bem inferior aos modelos que a Logitech usa, a resposta do scroll de seus mouses não é boa e a marca precisa seriamente pensar em melhorar este sistema ou então remover ele por completo.

O curioso, é que o Microsoft Intellimouse 3.0, no qual ele é baseado, também tinha um scroll ótico e ruim... Se o motivo de usarem isso, for a fidelidade deste mouse ao MS 3.0, por favor parem. Não copiem o que ele tinha de errado.

Enfim, por último temos agora os botões laterais, que também usam switches HUANO Orange.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

ZOWIE EC1-A tem os botões laterais mais leves que eu já vi em um mouse até hoje, é bem fácil acabar pressionando eles acidentalmente, algo que não é muito agradável e que aconteceu enquanto eu estava digitando esta análise (perdi 15 minutos de texto). Felizmente, o seu irmão ZOWIE ZA12 e outros modelo ambidestros da marca, não tem este problema.

Enfim, o ZOWIE EC1-A é bem feito, mas não tanto quanto a sua faixa de preço indicaria. Não consigo encontrar justificativas no interior deste mouse para o preço no qual este se encontra no Brasil e no Exterior e vejo que há alguns pontos para melhorar, tanto que o concorrente Ducky Secret, que copiou muitos de seus aspectos, fez exatamente isso.

A opção de usar switches HUANO Blue para diminuir o problema de Double-Click vai sempre ser algo que vai gerar críticas à ZOWIE, mesmo que ela tenha uma boa justificativa para isso. Já a questão do scroll, é algo que eu sugiro seriamente que a marca faça mudanças.

Antes de começarmos os testes do sensor, seria interessante que os leitores assistam este vídeo e conheçam o Sistema de Configuração dos mouses da ZOWIE:

Se você achou ele confuso, não se preocupe, você não está sozinho.

Claro, mouses da ZOWIE são feitos principalmente para jogadores, os quais não irão trocar configurações ou DPIs depois que acharem o que for adequado, mas isto não retira o fato de que há diversos mouses com sistemas melhor implementados, tanto via softwares (ex: Steelseries) ou até mesmo via hardware assim como o ZOWIE EC1-A, porém de forma mais inteligente (ex: Ducky Secret, CM Storm Sentinel III).

O fato de alguém ter que retirar o mouse do mousepad e levar ele junto até a porta USB onde está conectado (ou pior, pedir ajuda para alguém) e ficar retirando o mouse da USB só para trocar uma configuração, é ridículo.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Mas enfim, vamos agora começar os testes de sensor, que é supostamente uma área onde a ZOWIE se destaca. Para início, o ZOWIE EC1-A usa o sensor Pixart PMW 3310, que também é encontrado em outros mouses, tal como o Steelseries Rival 300.

O primeiro teste é realizado no MS-Paint no modo Lápis, com as configurações do mouse no Windows com sensibilidade 6/11 (default) e a opção de "Aprimorar a precisão do cursor" desligada, pois tudo o que ela faz é maquiar os dados, algo que não queremos.

ZOWIE EC1-A possui apenas 4 DPIs: 400, 800, 1600 e 3200, que são exatamente algumas das principais DPIs usadas por jogadores.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Pode parecer estranho que um mouse considerado "topo de linha" tenha "apenas" 3.200 DPIs, mas há um bom motivo por trás disso.

O sensor Pixart PMW 3310, que é usado no ZOWIE EC1-A, tem a capacidade de alcançar até 7.000 DPIs em alguns mouses, tal como o Mionix Naos 7000.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Mas sabe por que a ZOWIE não fez o EC1-A e os outros mouses terem 7.000 DPI? Porquê além de maioria dos jogadores não usarem isso, o rastreio do PMW 3310 fica ruim quando usado acima de 4.000 DPIs.

Então, ao invés de enganar o público e colocar um valor de DPI no qual seus mouses ficariam com um péssimo rastreio, a ZOWIE preferiu optar por manter apenas valores que dariam o máximo de precisão ao usuário.

Tanto que o ZOWIE EC1-A é o único mouse no qual eu posso recomendar usuários a usarem a DPI máxima (3200) caso for da vontade deles (se não for, beleza), pois ele não fica ruim nela, diferente de muitos outros mouses com 8.200/12.000/16.400/24.000 que ficam vesgos após certo valor.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

O segundo teste é feito em um aplicativo chamado Enotus. Vocês podem baixar ele aqui: Download Enotus

Embora o Enotus tenha vários recursos, muitos destes infelizmente estão inacabados e o autor simplesmente desistiu dele há uns 7 anos atrás, mas tem um teste onde ele apresenta dados concisos: Speed

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

ZOWIE EC1-A possui uma ótima estabilidade em 1000 Hz e é capaz de rastrear movimentos de até 4.78m/s em 800 DPIs. Nem mesmo jogadores profissionais passam de 3m/s e ele também é capaz de rastrear valores altos até mesmo na sua DPI máxima:

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Prosseguindo, temos o teste de Consistência de Rastreio. Basicamente, ele testa o que o próprio nome diz, mostrando se por acaso há distorções no rastreio do mouse.

Para fazer ele, é usado uma ferramenta chamada MouseTesterDownload MouseTester

 

Já neste teste, o ZOWIE EC1-A apresentou resultados perfeitos em todos os valores testados.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

E por último, temos o teste de Aceleração, também feito no MouseTester, onde verificamos se há diferenças no rastreio quando o mouse é movido rapidamente e lentamente.

O ideal sempre, é que se o mouse for movido rapidamente 10cm para a direita, ele tenha o mesmo resultado que teria se fosse movido lentamente a mesma distância.

Caso o mouse for mais longe do que o necessário no movimento rápido, é dito que o mesmo tem aceleração positiva. Caso a distância que ele percorreu seja menor no movimento rápido, ele tem aceleração negativa.

E se o mouse parou no mesmo lugar que antes, ele não tem aceleração nenhuma, o que caracteriza um resultado perfeito.

Quanto ao ZOWIE EC1-A, este é o resultado:

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Simplesmente nenhuma aceleração, um resultado perfeito e esperado de um mouse que se diz "topo de linha".

Mas, um problema que me fora relatado, mas que não sofro aqui pois uso um ZOWIE P-TF, é que os mouses da ZOWIE sofrem problemas em certas superfícies.

Um belo exemplo é o Razer Goliathus Control, no qual o mouse simplesmente para de funcionar por alguns momentos, até mesmo na configuração de LOD mais alta:

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Este problema ocorre por que os mouses atuais da ZOWIE foram feitos exatamente para o pessoal que é "surtado" quanto à questão do LOD (altura na qual o sensor para de rastrear), e foram otimizados para serem usados em mousepads Speed, de preferência sem estampas.

Caso você leitor não tenha um mousepad (ele nem funciona na mesa), tenha um Razer Goliathus Control, ou use um outro mousepad Control, fica difícil recomendar este mouse, pois ele pode não funcionar na superfície onde irá utilizar ele, forçando você a comprar outro mousepad.

Sinceramente, é difícil não gostar do ZOWIE EC1-A. Um excelente formato, especialmente para quem tem a pegada Palm, é um mouse leve para o seu tamanho, ridiculamente preciso e tem bons componentes, mesmo que não sejam os melhores.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
Pegada Palm

Confira também o review do ZOWIE EC2-A

Ele é um mouse simples, que não possui recursos tal como software, customização de peso, vários botões, escolha de cores, etc, etc... E isso não agrada uma parcela do público gamer.

Porém, o público que procura tais recursos, simplesmente não é o alvo do ZOWIE EC1-A e sim pessoas que apenas querem mouses simples com o máximo de precisão, especialmente jogadores de eSports.

Mas, além da questão do seu scroll, que sinceramente não é muito bom, agora vamos falar sobre algo que deve ser criticado: preço.

A chegada dos mouses da ZOWIE no Brasil fora simplesmente desastrosa, com o preço de R$ 540 pelos mouses, o público que estava esperando se sentiu ofendido e gerou até memes:

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Leia também:

Nesta análise, nós avaliamos a construção interna, externa e também o sensor do ZOWIE EC1-A. Será que estes fatores justificam o preço do mouse? Infelizmente, não.

ZOWIE EC1-A é um mouse bem feito, mas é longe de ser um dos mouses com maior custo de produção, avaliando os componentes usados. Analisando o que há nele, a ZOWIE poderia muito bem vender este mouse na faixa dos US$ 50 ou R$ 300 e ainda assim teria uma boa quantia de lucro.

Mas, então por que são tão caros? Por que atualmente estão na faixa de R$ 450 e custam US$ 70 no exterior? Para onde está indo este dinheiro? A resposta, é esta:

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

A ZOWIE, juntamente com a Razer, é uma das empresas que mais investem em marketing no mercado gamer. São vários campeonatos e também jogadores que recebem apoio da marca e por isso utilizam e divulgam os seus equipamentos.

Não quero discutir sobre a importância de eSports e nem sobre a performance dos jogadores que usam ZOWIE contra outros que usam Razer/Steelseries/etc... pois isto é irrelevante à análise, mas o público precisa saber que muitos jogadores usam certos equipamentos apenas porquê são pagos para fazer isso.

Não digo que maior parte do valor dos R$ 450 cobrados por estes mouses esteja sendo dedicado a marketing, pois não é verdade, não tenho acesso aos reais custos deste mouse, mas uma diferença de apenas 10 dólares no Valor Base de mouses, vira uma bola de neve que encarece bastante o valor que o consumidor paga, visto que os pesados impostos serão cobrados em cima dele.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?
O maior problema do elevado custo dos mouses ZOWIE no Brasil, está no Valor Base.

Agora, cabe aos leitores decidirem a sua própria opinião sobre isso.

Se você repudia o fato de estar pagando quase R$ 500 em um mouse onde boa parte deste valor ocorre devido aos custos de marketing da marca, saiba que não há nada errado em pensar desta forma e que há vários mouses de concorrentes com um nível de qualidade similar aos da ZOWIE por um preço menor, assim como também modelos com mais recursos ou ainda mais caprichados em componentes.

O Steelseries Rival 300, Ducky Secret e Logitech G502 são algumas destas alternativas.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

O único porém, é que nenhum concorrente oferece a variedade em ergonomia que a ZOWIE tem.

E se você gosta dos campeonatos e também dos jogadores que são patrocinados pela ZOWIE, saiba que uma parte do valor investido no seu mouse, é direcionado para estas funções.

Agora voltando à conclusão, o ZOWIE EC1-A é sem dúvidas digno do título de sucessor do Microsoft Intellimouse 3.0. Ele busca imitar o mesmo em muitos aspectos, inclusive em uma de suas falhas, que é o scroll.

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

E sinceramente, o ZOWIE EC1-A é um mouse que eu realmente queria poder recomendar mais do que já faço, mas que não há como devido ao seu preço, o que é uma pena.

Pontos Positivos

 

  • Boa Construção Externa, plástico de boa qualidade e um excelente deslize.
  • Boa Construção Interna.
  • Excelente Ergonomia, é um mouse feito para ser confortável em primeiro lugar.
  • É um dos mouses mais leves para o seu tamanho, o que pode ser excelente para alguns usuários.
  • Excelente Rastreio em qualquer uma das suas 4 DPIs.

Pontos Negativos

 

  • A falta de recursos adicionais, assim como a má implementação das configurações, pode ser prejudicial para certos usuários.
  • Construção Interna não é equivalente ao preço.
  • Incompatível com alguns mousepads, em especial alguns modelos Control (ex: Razer Goliathus Control)
  • Superfaturado (tanto no Brasil quanto fora dele).

Review: Mouse Zowie EC1-A, será que vale todo o preço?

Notas

  • 0 4 6 8 10
  • Implementação do Sensor
  • Switches principais
  • Codificador do Scroll
  • Ergonomia
  • Switches extras
  • Construção interna
  • Peso
14° em nosso ranking
Comparar
  • Zowie EC2-A
  • Zowie EC1-A
  • Cooler Master MasterMouse S
COMPARAR

  • Quer receber novidades sobre Periféricos?

    Preencha o formulário abaixo para se cadastrar:

  • Preencha para confirmar

DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
O QUE LER EM SEGUIDA
Comentários
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar