Motorola faz levantamento das principais causas de telas quebradas no mundo

Pesquisa da Motorola revela as causas e locais que mais quebram em um smartphone.

Por | @oficinadanet Smartphones

RELACIONADO
Devido ao lançamento dos seus smartphones com tela "inquebrável", o novo Moto X Force e DROID Turbo 2 (variante da Verizon para os EUA, com tecnologia Moto Shattershield) a Motorola revela um infográfico na qual explica onde e como as telas dos smartphones quebram.

Em depoimento recente quando a empresa anunciou os aparelhos (que usam Moto Shattershield - tecnologia que evita danos com impactos e quedas), a Motorola falou sobre as cinco camadas que garantem resistência para as telas de seus novos smartphones, assim recentemente a empresa liberou um infográfico que explica o motivo da tecnologia ter sido desenvolvida em três anos. Na primeira imagem é possível ver que 50% da população mundial já teve problema com tela quebrada.

Motorola faz levantamento das principais causas de telas quebradas no mundo
Pesquisa Motorola

Já na segunda parte do infográfico 50% dos usuários sofreram com este problema, aproximadamente 23% ainda continuam utilizando o seu smartphone sem fazer reparos, pois 43% acredita que o preço da assistência é o grande vilão. Outro dado é que 21% dos usuários possuem algum estrago na tela.

Motorola faz levantamento das principais causas de telas quebradas no mundo
Pesquisa Motorola

Na imagem seguinte 50% dos acidentes ocorrem com escorregão do aparelho nas mãos, 32% por cair do bolso e 27% fala que ao se levantar o aparelho caiu do colo.

Motorola faz levantamento das principais causas de telas quebradas no mundo
Pesquisa Motorola

Finalizando a pesquisa sobre as "causas destes acidentes" cerca de 5% dos usuários tiveram os aparelhos danificados ao jogar para alguém e o curioso é que 7% das causas ocorreram quando tentaram tirar uma selfie.

Motorola faz levantamento das principais causas de telas quebradas no mundo
Pesquisa Motorola

O estudo também revela como é doloroso ter o smartphone danificado, por isto cerca de 7% acredita que é preferido ter uma foto pessoal exposta por acidente do que ver o seu telefone com a tela quebrada.

Motorola faz levantamento das principais causas de telas quebradas no mundo
Pesquisa Motorola

Sobre o Moto X Force

Motorola faz levantamento das principais causas de telas quebradas no mundo

  • Sistema operacional: Android 5.1.1 Lollipop com suporte para nano SIM, WiFi 802.11 a/b/g/n/ac, Bluetooth 4.1 LE, NFC e Dual-chip em 4G;
  • Tela: 5,4 polegadas com resolução Quad HD de 2560 x 1440 pixels e 540ppi (com Moto Shattershield, que garante resistência contra danos);
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 810 de oito núcleos a 2GHz e GPU Adreno 430;
  • RAM: 3GB de memória RAM LPDDR4;
  • Armazenamento interno: 64 GB de espaço (expansível via cartão microSD de até 2TB);
  • Câmeras: traseira de 21 megapixels com dual flash LED, Zero shutter e Rapid focus e câmera frontal de 5 megapixels com flash led;
  • Bateria: 48 horas de autonomia com 3760mAh e carregador de 25W incluso no pacote e suporte para recarga sem fio (carregador vendido separadamente);
  • Dimensões: 149.8 x 78 x 7,6 milímetros e peso de 169 gramas;
  • Nota: O aparelho chega ao Brasil custando cerca de R$ 3.149, sem contrato com operadora e no varejo.

Curiosidade - Conheça alguns smartphones mais resistentes do mercado

Com os passar dos anos, os smartphone evoluíram cada vez mais, por isto é natural encontrar dipsotivios com telas maiores, mas com carcaças mais leves e o pior com componentes frágeis, diante disso, muitos aparelhos caíram no conceito de resistência, por isto é natural que os usuários comparem os aparelhos de hoje, com os antigos que eram resistentes e podiam cair no chão sem grandes estragos.

Apesar dos fabricantes levaram em conta esta característica, nem todos os aparelhos surpreendem nestas questões, de qualquer forma, ainda existem alguns modelos que são próprios para sobreviver na água, em temperaturas elevadas e em outras condições extremas. Confiram quais são:

Durrocomm Conquest

Motorola faz levantamento das principais causas de telas quebradas no mundo
Reprodução

A Durrocomm é especialista em produzir aparelhos com resistência, com focos nos aventureiros, o Conquest tem Android e certificado IP68 (avaliação de proteção) que garante resistência contra água e poeira, além de materiais de alta qualidade, esse dispositivo tem uma almofada de silicone nas bordas. No site do fabricante o seu valor chega a quase R$ 1.200.

  • Sistema: Android 4.0;
  • Tela: 4,5 polegadas;
  • Processador: Qualcomm dual-core;
  • Câmeras: 8 MP (principal) e 0,3 MP (frontal);
  • Armazenamento: espaço para cartão micro SD de até 32 GB;
  • Conectividade: 3G, WiFi e Bluetooth;
  • Função extra: rádio FM;
  • Dual-chip: sim;
  • Bateria: 2.000 mAh;
  • Resistência: água e poeira (certificado pela IP68).

Kyocera Torque

Motorola faz levantamento das principais causas de telas quebradas no mundo
Reprodução

Este modelo é bastante robusto e possui certificado pela IP67 e padrão militar 810G. O Torque pode resistir à poeira, choques, vibrações, temperaturas extremas, chuvas, baixa pressão, radiação solar, névoa salina, umidade e imersão em 1 metro d’água por até 30 minutos. O valor é de aproximadamente R$ 850.

  • Sistema: Android 4.0;
  • Tela: IPS de 4” (800x480 pixels);
  • Processador: Qualcomm MSM8960 dual-core de 1,2 GHz;
  • Câmeras: 5 MP (principal) e 1,3 MP (frontal);
  • Armazenamento: 4 GB e espaço para cartão micro SD de até 32 GB;
  • Conectividade: 4G, WiFi e Bluetooth;
  • Bateria: 2.500 mAh;
  • Autonomia de bateria: até 18,9 horas de conversação;
  • Resistência: água e poeira (IP67) e vibrações, temperaturas extremas, chuvas, baixa pressão e radiação solar (810G).

CASIO G’zOne Commando 4G LTE

Motorola faz levantamento das principais causas de telas quebradas no mundo

Este modelo também possui padrão militar (810G), portanto, ele é resistente à imersão, choques, vibrações, temperaturas extremas, chuvas, baixa pressão e radiação e possui alto-falantes de alta potência que garante conversação em ambientes barulhentos. O Casio G’zOne Commando custa aproximadamente mais de R$ 960.

  • Sistema: Android 4.1;
  • Tela: TFT de 4 polegadas (800x480 pixels);
  • Processador: Qualcomm MSM8960 dual-core de 1,5 GHz;
  • Câmeras: 8 MP (principal) e 1,3 MP (frontal);
  • Armazenamento: 16 GB e espaço para cartão micro SD de até 64 GB;
  • Conectividade: 4G, WiFi e Bluetooth;
  • Bateria: 1.800 mAh;
  • Extra: dois alto-falantes frontais;
  • Resistência: imersão, choques, vibrações, temperaturas extremas, chuvas, baixa pressão e radiação solar (810G).

NEC Terrain

Motorola faz levantamento das principais causas de telas quebradas no mundo

Este smarpthone também é bastante semelhante ao Casio, pois garante resistência em varias situações, porém, o seu sistema operacional não é recente e a tela não é muito grande. O valor é um pouco acima dos mil reais.

  • Sistema: Android 4.0;
  • Tela: 3,1polegadas (640x480 pixels);
  • Processador: Qualcomm MSM8960 dual-core de 1,5 GHz;
  • Câmeras: 8 MP (principal) e 1,3 MP (frontal);
  • Armazenamento: 8 GB e espaço para cartão micro SD de até 32 GB;
  • Conectividade: 4G, WiFi e Bluetooth;
  • Bateria: 1.900 mAh;
  • Autonomia de bateria: até 10 horas de conversação;
  • Extra: dois alto-falantes frontais;
  • Resistência: água e poeira (IP67) e imersão, choques, vibrações, temperaturas extremas, chuvas, baixa pressão e radiação solar (810G).

Caterpillar B15

Motorola faz levantamento das principais causas de telas quebradas no mundo
Reprodução

Este smartphone segue os padrões de resistência dos outros smartphones, além de ser bastante robusto. O preço é em torno dos R$ 840.

  • Sistema: Android 4.1;
  • Tela: 4 polegadas (480x800 pixels);
  • Processador: Media Tek MT6577 dual-core de 1 GHz;
  • Câmeras: 5 MP (principal) e VGA (frontal);
  • Armazenamento: 4 GB e espaço para cartão micro SD de até 32 GB;
  • Conectividade: 3G, WiFi e Bluetooth;
  • Bateria: 2.000 mAh;
  • Autonomia de bateria: até 16 horas de conversação;
  • Extra: dois alto-falantes frontais;
  • Resistência: água e poeira (IP67) e imersão, choques, vibrações, temperaturas extremas, chuvas, baixa pressão e radiação solar (810G).

De qualquer forma todos os modelos apresentados nenhum destes estão disponíveis no Brasil, além disso, no mercado existem outros que também se encaixam nestes quesitos. Diante disso, levantamos a questão, um aparelho destes é útil no seu dia a dia? Na hora de comprar um smartphone estes quesitos são levados em conta? Não deixe de nos contar nos comentários.

Este artigo foi produzido pelo blog Dicas para Smartphones.

Mais sobre: mobile motorola Smartphones
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo