Comparativo entre Spotify e Google Music: Conheça as vantagens e desvantagens de cada app

Se você está pesquisando sobre serviços de streaming de música para assinar, confira esse comparativo entre Spotify e Google Play Music.

Por Aplicativos 4 comentários
Comparativo entre Spotify e Google Music: Conheça as vantagens e desvantagens de cada app

Muitas pessoas preferem usar serviços de streaming de música em vez de músicas em MP3 armazenadas na memória interna do smartphone. Além de não ocupar espaço no celular, a música streaming traz outras vantagens, como a qualidade do áudio, o imenso catálogo disponível e algo muito importante: O seu artista favorito ganha seus direitos autorais, que são pagos pela empresa dona do serviço de streaming. E se você é daqueles que nunca sai de casa sem fones de ouvido, então provavelmente vai se interessar em saber qual o melhor serviço de streaming no nosso compartativo entre Google Play Music e Spotify.

Música é algo que faz muito bem para o nosso humor, e pode ajudar a manter nossa energia positiva. Faz bem para a saúde mental ouvir música, e melhor ainda quando você tem a assinatura de um serviço de streaming perfeito para você. Confira abaixo o comparativo e tire suas dúvidas quanto à esses dois serviços.

Comparativo entre Spotify e Google Music: Qual o melhor serviço de música para você?

Spotify ou Google Music? Spotify ou Google Music?

O Spotify foi lançado em 7 de outubro de 2008, e atualmente é líder de mercado, tendo 70 milhões de usuários. Já o Google Music foi lançado em 6 de Março de 2012, unificando as marcas Android Market, Google Music, e a Google eBookstore em uma só marca.

Melhor Layout

Quando se trata de conforto para os olhos, o Spotify é melhor que seu concorrente. Primeiramente, o tema dark do Spotify dá um descanso para os olhos quando comparado com o branco luminoso do Google Music. O visual so Spotify parece mais limpo e mais nítido, e é ótimo para aqueles que gostam de ouvir música antes de dormir, ou seja, perfeito para ambientes escuros.

Já em termos de navegação, o serviço da Google também perde pontos. Isso porque as guias deixam a desejar, são simplificadas demais e sentimos falta de funções. Por outro lado, o Spotify facilita a navegação entre as seções do aplicativo.

O zoom na arte do álbum que o Google Música apresenta parece ofuscar alguns controles de reprodução de álbuns. A tela de reprodução do Spotify exibe a arte em menor tamanho, e nessa tela você consegue facilmente localizar os botões para navegar entre as músicas seguintes e anteriores. Mais um ponto para o Spotify.

A Fila em Execução do Play Music é padrão e direta, e você pode ver as músicas à seguir nas estações de rádio, podendo excluir entre elas as músicas que não gosta. O Spotify nem sempre mostra o que está por vir, e seu gerenciamento de filas deixa a desejar. Nesse sentido, ponto para o Google Music. 

Em geral, o Spotify ganha do Google Music no quesito layout.

Qualidade de som e limitações de dispositivos

Ambos aplicativos oferecem qualidade de transmissão de áudio de até 320 kbps. No Spotify Premium, basta definir sua qualidade como "Extrema". O mesmo ocorre no Google Music, basta escolher a opção de qualidade extrema nas configurações do app. Mas ressaltamos que a qualidade real do áudio dependerá das configurações de streaming, do sistema e do dispositivo em que você está ouvindo e da qualidade da música que foi carregada na biblioteca. Nesse quesito, os serviços estão empatados.

Já no que se refere à quantidade de dispositivos que podem transmitir uma música, o Spotify permite usar quantos dispositivos quiser, mas você só pode baixar músicas para reprodução off-line em três dispositivos, e apenas até 3333 músicas. Enquanto isso, o Google Play Música tem um limite de 10 dispositivos e um limite de desautorização de quatro dispositivos por ano. Você pode fazer o download de quantas músicas o dispositivo tiver. Se você troca constantemente de smartphone, tendo uma média maior do que 4 aparelhos durante os 12 meses, talvez o Google Music possa ser um problema nesse sentido. Mas se você fica bastante tempo com um smartphone, isso não será problema, e você pode ter a vantagem de baixar um número ilimitado de músicas com o Google Music.

Ambos são compatíveis com o Chrome Cast. O Spotify usa o Spotify Connect para se conectar a uma variedade maior de alto-falantes e dispositivos além do Google Chromecast, incluindo os sistemas Sonos e automotivo. Empate em conectividade.

Biblioteca e Recursos

Tanto o Google Music quanto o Spotify têm mais de 30 milhões de músicas disponíveis em seu catálogo para seus usuários ouvirem online. O Google Music oferece links para vídeos musicais de milhões de músicas no YouTube, que são livres de anúncios em países com o YouTube Red (O Brasil ainda não está incluído neste serviço). Já o Spotify oferece o Spotify Original Video Series, que destacam a música local, performances exclusivas e muito mais. Ambos os serviços também expandiram suas ofertas de podcast nos últimos anos, e o Spotify pode até ajudá-lo a encontrar programas que você pode gostar. 

O Spotify não permite que você envie sua própria biblioteca de músicas, mas você pode baixar 10.000 músicas do catálogo de streaming para ouvir offline. Já o Google Música permite que você faça o upload de 50.000 músicas para sua biblioteca do app e as ouça em qualquer lugar gratuitamente. Você pode adicionar quantas músicas quiser. Se você é um assinante pago, o Google Música permite que você misture e combine músicas de inscrição e conteúdo enviado.

As estações automáticas do Spotify e as músicas sugeridas parecem ser um pouco mais precisas do que as do Google Music. O Spotify também oferece as listas de reprodução Descobertas da Semana e seu Daily Mix, para ajudá-lo a manter suas músicas favoritas atualizadas.

Listas de reprodução e compartilhamento

As playlists do Google Music são particulares por padrão. As listas de reprodução do Spotify são públicas por padrão e podem permitir colaboração. Todas as músicas adicionadas a uma lista de reprodução no Spotify podem ser ouvidas por todos. O Google Music apenas compartilha músicas de inscrição em playlists públicas, não em músicas enviadas.

O Spotify não permite que usuários reordenem músicas em uma lista de reprodução sem excluí-las e adicioná-las novamente na ordem desejada. Já o Google Music permite editar, reordenar e renomear listas de reprodução em aplicativos e da web.

O compartilhamento de playlists no Spotify permite que os usuários ouçam a playlist diretamente em alguns sites e plataformas de mídia social, como o Twitter e o Reddit. O compartilhamento de playlists do Google Music é apenas um hiperlink normal.

Se você tiver amigos no Spotify que segue, poderá ver o que eles estão ouvindo e quais listas de reprodução eles estão criando. Se você quiser ouvir algo abaixo, você pode iniciar uma sessão privada e o que você está ouvindo não será compartilhado.

Neste sentido, o diferencial do Spotify é funcionar no estilo de uma rede social, e o diferencial do Google Music é a possibilidade de edição completa de playlists.

Planos e Preços

O valor padrão da assinatura premium do Spotify é de R$ 16,90, e do Google Music é de R$ 14,90.

Ambos tem um plano familiar. No Spotify, custa R$ 26,90 e pode ser compartilhado com 5 pessoas no máximo. Já no Google Music, este plano custa R$ 22,90 e pode ser dividido com até 6 pessoas).

Ambos os serviços oferecem período de teste. No Google Music, você tem o primeiro mês grátis, e no Spotify, é possível usar o serviço pagando R$ 1,99 nos três primeiros meses.

No Spotify, estudantes universitários ganham um desconto de quase metade do valor. Por apenas R$ 8,90 você pode desfrutar das vantagens da assinatura premium. Já o Google music não possui nenhum plano para estudantes.

Já no que se refere à forma de pagamento, ambos serviços aceitam cartão de crédito e cartões pré-pagos. A diferença entre eles é que o Spotify pode ser pago com cartão de débito e boleto bancário, ótima opção para quem não tem cartão de crédito. Já o Google Music pode ser pago com o saldo da Google Play Store e também na sua conta de celular, se tiver um pós-pago (consulte sua operadora). 

Confira o quadro abaixo com o resumo sobre as informações de pagamento:

  Google Music Spotify
Teste Sim (1 mês) R$ 1,99 (3 meses)
Valor R$ 14,90 R$ 16,90
Familia R$ 22,90 (6 pessoas) R$ 26,90 (5 pessoas)
Estudante Não R$ 8,90
Pagamento Crédito Crédito
Saldo Google Play Débito
Operadora Boleto
Cartão Pré-Pago Cartão Pré-Pago

Para quem o Spotify é melhor?

O Spotify é melhor para aqueles que gostam do estilo de serviços em rede social, gostam de compartilhar e ver o que os amigos estão compartilhando, e para quem não compra música nem tem MP3 no smartphone. Também é uma ótima opção para estudantes, devido `promoção especial para este nicho. Se você gosta de trocar de smartphone freqüentemente, ele também é uma boa opção para você, já que não há limite de dispositivos que você loga e desloga sua conta. O tema escuro do aplicativo e o layout fácil são melhores para ouvintes casuais navegarem.

Para quem o Spotify é melhor?Para quem o Spotify é melhor?

 ►  Inscreva-se no Spotify

 

Para quem o Google Music é melhor?

O Google Music é bom para usuários com bibliotecas de música bem estabelecidas e aqueles com listas de músicas específicas que podem satisfazer entre músicas compradas, assinadas e enviadas. É legal também para quem gosta de personalização das playlists e quem não tem interesse em compartilhar o que está escutando com outras pessoas.O plano familiar do Google Musica é uma verdadeira pechincha, sendo o plano familiar mais barato entre todos os serviços de streaming de música. 

Para quem o Google Play Music é melhor?Para quem o Google Play Music é melhor?

 ►  Inscreva-se no Google Music.

Comente abaixo qual o seu preferido, e compartilhe esse comparativo com seus amigos, vai ajudá-los bastante.

Compartilhe com seus amigos:
Priscilla Kinast
Priscilla Kinast Estudante de Ciência e Tecnologia na UFRGS - Universidade Federal do RS, apaixonada por inovações tecnológicas, mistérios da ciência, bem como filmes e séries de ficção científica
FACEBOOK // INSTAGRAM: @priscillakinast // TWITTER: @prkinast
Quer conversar com o(a) Priscilla, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias de Aplicativos