Oficina da Net Logo

Google recebe multa de US$ 20 milhões por violação de patentes anti-malware com o Chrome

A ação foi movida ainda em 2013 por Alfonso Cioffi e Allen Rozman, engenheiros da antiga empresa de telecomunicações Lucent, que pertence a Nokia desde 2016.

Por | @oficinadanet Tecnologia Pular para comentários

O Google Chrome, a cada versão, recebe melhorias e atualizações de segurança. No entanto, um desses updates acabou custando uma quantia considerável de dinheiro ao Google. Uma corte no Texas (EUA) condenou a gigante a pagar uma multa de US$ 20 milhões por infringir quatro patentes anti-malware através do navegador. Vale notar que está a primeira vez que o Google é acusada de roubar tecnologias e usar no Chrome.

Sabe como bloquear os conteúdos do BBB 17 no Google Chrome?

A ação foi movida ainda em 2013 por Alfonso Cioffi e Allen Rozman, engenheiros da antiga empresa de telecomunicações Lucent, que pertence a Nokia desde 2016. O processo acabou sendo avaliado em 2014 por uma corte distrital norte-americana, porém, acabou sendo deixado de lado pelo juiz, que considerou uma reivindicação legal um “processo de navegador da web”.

Google terá que pagar multa milionária por violação de patente.
Google terá que pagar multa milionária por violação de patente.
Leia em destaque: As tecnologias que morreram em 2018.

Leia também:

Os engenheiros, após a resposta negativa, levaram o caso para um tribunal federal, que acabou acatando a ação legal contra o Google após concluir que Cioffi e Rozman estavam tentando apenas proteger o seu trabalho. O Google apelou, porém o pedido foi negado.

Já não é a primeira vez que o Google encontra dificuldades legais em relação a patentes violadas através de seu navegador. A empresa, em 2012, já teve problemas com patentes infringidas no Chrome para celular.

Você tem Telegram? Então inscreva-se grátis aqui no canal do Oficina da Net e recebe todas as notícias pelo mensageiro.

MAIS SOBRE: #google  #chrome  #patentes  #rafaelapozzebon
Comentários
Carregar comentários