Há diversos navegadores disponíveis para download, como Chrome, Opera e Firefox, por exemplo. Apesar da vasta variedade há algumas diferenças entre cada programa, como o uso de recursos do sistema, desempenho e ferramentas extras. No último ano o Chrome liderou o ranking dentre os navegadores mais utilizados, possuindo mais de 80% dos usuários, dessa forma indicando a preferência pelo software da Google dentre outras opções existentes.

Apesar disso, é preciso levar em consideração outros fatores, como os recursos disponíveis, segurança, quantidade de atualizações mensais e desempenho. Um dos principais pontos negativos do Chrome é seu alto consumo de memória RAM, algo que inviabiliza seu uso em dispositivos com um hardware mais simples.

Mais seguros

A lista abaixo traz os navegadores mais seguros de 2020, visto que por enquanto ainda não dispomos de informações atualizadas, embora é provável que a listagem seja a mesma que a do ano passado. Às informações foram disponibilizadas pela empresa Sensors Tech Forum.

Excluímos o Internet Explorer do ranking de mais seguros e desta lista pois boa parte dos usuários não utilizam mais esse programa obsoleto e que foi substituído pelo Edge, que traz melhorias e novas funcionalidades.

Navegadores Cota do mercado Frequência de atualizações Recursos de segurança
1º Chrome 80,4% 15 dias Sandboxing function
2º Microsoft Edge 2,7% 10 a 15 dias In-Private de navegação
3º Mozilla Firefox 2,45% 15 a 28 dias Anti-tracking modo de navegação
4º Opera 2,84% 48 dias Built-in VPN, Segurança Avira

Todos os possuem suporte e proteção para plugins, dessa forma sendo possível adicionar novos recursos no programa para aumentar a privacidade, segurança ou produtividade. A maioria das extensões que estão disponíveis para o Chrome também são compatíveis com os demais.

Importante!

Para sua segurança baixe plugins apenas da loja oficial do seu navegador!

Melhores opções

Os navegadores abaixo estão em ordem de desempenho, ou seja, aqueles que consumiram menos memória do computador, recurso que é indispensável para o bom funcionamento da máquina e que na maioria das vezes é drenada por alguns softwares.

1. Microsoft Edge

O Edge é o navegador padrão que vem com o Windows 10, sendo uma das melhores opções para os usuários que buscam uma interface intuitiva, recursos adicionais e otimização, com isso mantendo um consumo estável de recursos do aparelho.

Em nossos testes o Edge se destacou por ter um consumo de RAM significativamente menor se comparado com o Chrome, sendo cerca de 800 MB a menos. Quantidade que certamente interfere no desempenho do PC e impede a execução de outros programas.

Desempenho Edge. (Foto: Printscreen por Lucas Ribeiro).
Desempenho Edge. (Foto: Printscreen por Lucas Ribeiro).

O navegador ainda traz diversas opções de personalização, controle parental e botões de atalho que visam tornar o uso mais prático. O uso de energia foi indicado como 'muito baixo', ou seja, é ideal para notebooks visto que não afeta tanto a autonomia do dispositivo.

2. Opera

No caso desse navegador há duas opções disponíveis: Opera e Opera GX, sendo o primeiro destinado ao uso básico e o segundo para gamers. A versão GX traz recursos mais interessantes e atrativos, como limitadores de RAM e CPU (impedindo que o software use mais o que foi definido), reprodução de vídeos em pop-up e compatibilidade com extensões do Chrome.

Além disso ambos trazem atalhos para acesso rápido aos principais mensageiros (WhatsApp e Telegram) e redes sociais (Instagram), por exemplo.

interface do navegador. (Foto: Divulgação/Opera).
interface do navegador. (Foto: Divulgação/Opera).

Quanto ao desempenho, o Opera foi meu navegador principal por anos devido aos vários recursos da plataforma e desempenho superior ao Chrome. O uso de memória ficou em 420 MB com as mesmas três abas abertas. Uma funcionalidade interessante é a VPN gratuita sem limite de dados e que está disponível de forma nativa.

3. Mozilla Firefox

Há alguns anos o Firefox era uma das melhores opções por trazer recursos avançados e que ainda não estavam disponíveis nos concorrentes. Atualmente ele se tornou apenas mais um navegador mas não deixa de oferecer funções úteis, como o bloqueio de rastreadores, Picture-in-Picture e captura de tela nativa.

Outro ponto positivo é o suporte para múltiplos sistemas operacionais, como o Windows, Linux e macOS.

Firefox. (Foto: Reprodução/Mozilla).
Firefox. (Foto: Reprodução/Mozilla).

Nos testes ele utilizou apenas 750 MB com as mesmas três guias abertas: WhatsApp Web, YouTube e a página principal do Oficina da Net.

4. Chrome

Por fim chegamos ao Chrome, navegador que ironicamente é o mais utilizado no mundo e o que possui pior desempenho e consumo absurdamente excessivo de memória, sendo definitivamente o vilão de RAM do computador. Para tentar restringir o uso desenfreado de recursos do sistema é possível manter poucas guias abertas simultâneamente e utilizar poucas extensões, limitando-se somente ao AdBlock.

Chrome com três abas abertas. Foto: Printscreen por Lucas Ribeiro.
Chrome com três abas abertas. Foto: Printscreen por Lucas Ribeiro.

Mesmo sendo um dos mais seguros e recebendo pacotes de update quinzenais eu ainda recomendo o Microsoft Edge ao invés do Chrome. Mesmos recursos, mesma usabilidade e menor uso do sistema. Mas se prefere o Chrome, separamos alguns recursos legais meio que escondidos para você.