Transportar Galaxy Note 7 em aviões nos EUA pode dar cadeia

Os passageiros estão proibidos de portar um Galaxy Note 7 “em pessoa, na bagagem de mão, na bagagem despachada ou como carga”.

Por | @RafaelaPozzebon Smartphones

Como bem sabemos, o Galaxy Note 7, da Samsung, teve sua produção cancelada e vendas suspensas, isso tudo em razão das séries de explosões registradas em vários locais do mundo. O aparelho, após superaquecer, acaba explodindo e, inclusive, deixou várias pessoas feridas, incluindo crianças.

Transportar Galaxy Note 7 em aviões nos EUA pode dar cadeia
Nos Estados Unidos, quem portar um Galaxy Note 7 em aviões poderá pegar até 10 anos de prisão.

Leia também:

Após a Samsung suspender as vendas e produção do aparelho, os Estados Unidos tomou uma medida drástica, assim, quem portar um Galaxy Note 7 em uma viagem de avião pode ser preso.

Na última sexta-feira (14), a FAA, agência de aviação do país, emitiu uma ordem emergencial que bane o smartphone de forma oficial do espaço aéreo estadunidense.

No texto, os passageiros estão proibidos de portar um Galaxy Note 7 “em pessoa, na bagagem de mão, na bagagem despachada ou como carga” e ainda salienta que quem o fizer inadvertidamente deve desliga-lo imediatamente. As companhias aéreas devem barrar qualquer pessoa que tente embarcar com o smartphone.

Quem desrespeitar a norma terá penalidade que chega a US$ 179,95 por violação e por quantidade de dias em desacordo com a lei. As pessoas também poderão ser processadas, o que acarretaria em mais multas ou mesmo prisão por até 10 anos.

Mais sobre: samsung, galaxy, exposao
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários