Hackers invadem Twitter do criador do Pokémon Go

A invasão, que ocorreu no domingo, acabou prejudicando os perfis do executivo no Twitter e no Quora

Por | @oficinadanet Aplicativos

Conforme rumores indicavam, o lançamento do Pokémon Go estava previsto para ocorrer no domingo (31). Fato que não ocorreu, para a decepção de muitas pessoas que estão aguardando ansiosamente pela chegada do game no Brasil.

Para protestar, hackers de um grupo chamado “Our Mine” invadiram o perfil no Twitter de John Hanke, CEO da Niantic, criadora do Pokémon Go. Os invasores dedicaram o ataque ao Brasil, com mensagens usando hashtags como #PokemonGo4Brasil.

Hackers invadem Twitter do criador do Pokémon Go

Leia também:

A invasão, que ocorreu no domingo, acabou prejudicando os perfis do executivo no Twitter e no Quora, porém, de acordo com os invasores, eles também conseguiram acesso às contas do Foursquare e do Facebook.

Vale lembrar que vários executivos do mundo tecnológico tiveram suas contas em redes sociais invadidas pelo mesmo grupo hacker. Entre as vítimas estão Mark Zuckerberg (Facebook), Jack Dorsey (Twitter) e Sundar Pichai (Google).

Em uma reportagem no site da revista Forbes, um suposto membro do OurMine disse que a invasão do perfil de Hanke foi em solidariedade ao Brasil, Argentina e Chile, países que ainda não receberam o game.

O grupo ainda disse que Hanke estava usando senhas fracas, como “nopass”. Além disso, os hackers disseram que conseguiram o acesso à conta através de ataques de força bruta, ou seja, tentativa e erro. Eles não realizaram postagens no Facebook de Hanke por ele possuir menos de mil seguidores.  Ainda segundo a reportagem, a intenção do grupo hacker é mostrar que ninguém está imune a um ataque desse tipo na rede.

John Hanke e a Niantic ainda não se manifestaram sobre o ocorrido. No perfil de Hanke ainda é possível ver as mensagens deixadas pelos hackers.

Mais sobre: twitter pokemongo invasao
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo