[AirPods Pro] Apple revela a 3ª geração de seus fones Bluetooth True Wireless

Após diversos rumores da terceira geração dos Airpods terem surgido, a Apple finalmente anunciou o seu novo fone de ouvido sem fio Bluetooth True Wireless, o Airpods Pro. Confira!

Por Headphones Pular para comentários
[AirPods Pro] Apple revela a 3ª geração de seus fones Bluetooth True Wireless

Após diversos rumores da terceira geração dos Airpods terem surgido, como a aparição da logo dos AirPods com cancelamento de ruído no código fonte da versão beta do iOS 13, as postagens no Twitter dizendo quando iria ser lançado e imagens do produto, a Apple finalmente anunciou o seu novo fone de ouvido sem fio Bluetooth True Wireless, o Airpods Pro. Dentre as diversas "novidades" apresentadas, a principal característica do novo fone TWS (True Wireless Stereo) da maçã é a mudança do tipo earbud para o tipo intra-auricular. Esta decisão da empresa foi tomada, provavelmente, após muitas reclamações sobre os dispositivos não conseguirem isolar o ruído do ambiente, dificultando a audição do som emitido pelo fone.

O Airpods Pro, por ser agora um fone do tipo in-ear, irá vir com 3 diferentes tamanhos de eartips de silicone (ponteiras, borrachinhas) para proporcionar um melhor fit (ou selamento) no canal auditivo da pessoa para que o som não vaze (acesse este artigo para saber sobre a importância das eartips e da obtenção de um bom encaixe). De acordo com a Apple, foi feito uma abertura na house do fone para que a pressão gerada pela movimentação do diafragma do driver dinâmico seja liberada. Entretanto, ao realizar esse corte no fone para aliviar a pressão, perde-se parte do isolamento passivo gerado pela utilização das eartips, então para compensar isto, a companhia provavelmente adicionou a tecnologia de cancelamento de ruído ativo (ANC ou active noise cancelling).

Como o formato do fone de ouvido mudou para in-ear, houve uma melhoria na fixação de sua estrutura nos ouvidos do usuário e consequentemente tornando-se mais adequado para a utilização durante exercícios físicos (que não era possível fazer com as gerações anteriores, pelo fato de serem earbuds). Como agora o fone Bluetooth será utilizado para este tipo de atividades, nada mais natural que adicionar o certificado IPX4, que confere ao dispositivo resistência ao suor e a água.

Imagem ilustrativa. Fonte: Apple
Imagem ilustrativa. Fonte: Apple

Além do cancelamento de ruído ativo, foi adicionando uma função chamada de "transparência", para que as duas funcionalidades trabalhem em conjunto de acordo com as necessidades do usuário. A função transparência consiste em permitir que se ouça o som emitido pelos fones de ouvido e o som ambiente ao redor do usuário. Isso é necessário pelo fato de que irão ter horas em que a pessoa irá querer silêncio absoluto para ouvir uma música ou algum áudio e vão ter momentos em que ela estará em meio ao trânsito ou no escritório de trabalho, onde será necessário ouvir se vem vindo algum veículo na rua ou ouvir as pessoas a sua volta. A função transparência consiste em permitir que se ouça o som emitido pelos fones de ouvido e o som ambiente ao redor do usuário.

Para ativar o modo transparência ou ANC ou controlar a música, bastará a pessoa realizar toques nas hastes do fone. Entretanto, estranhamente, para alterar o volume, será necessário a utilização do dispositivo que está reproduzindo o arquivo de música (iPhone, iPad, Macbook, iMac, etc).

Uma função curiosa é a tecnologia de equalização adaptativa implementada pela Apple para os seus novos fones de ouvido. Com esta funcionalidade, será ajustado de forma automática os graves, médios e agudos de acordo com formato do ouvido da pessoa. Entretanto essa funcionalidade deve ser olhada com cautela, pois ao que parece, ela seria uma espécie de garantia para não haver piora na qualidade do som caso o usuário não consiga um bom fit, encaixe, que pode ser resolvido simplesmente com a troca das eartips na grande maioria dos casos. Além disso, essa alteração automática do som realizada pelo fone, pode tornar a reprodução dos sons um tanto quanto artificial.

Em termos de conexão, o Airpods possui Bluetooth 5.0 e promete, através da utilização do chip H1, desenvolvido pela Apple, uma latência baixa na transmissão do áudio. Resta saber se a latência será tão baixa quanto a dos codecs de áudio Bluetooth LDAC e aptX low lattency (saiba mais sobre áudio Bluetooth neste artigo). Infelizmente, é provável que o codec e chip utilizado no Airpod Pro funcione somente com produtos Apple, ou seja, em qualquer outro dispositivo a qualidade do áudio irá piorar.

Imagem ilustrativa. Fonte: Apple

No quesito bateria, os Airpods Pro possuem uma duração de até 5h de reprodução continua e 4,5h de reprodução com o ANC ativado. Ao utilizar a case de carregamento Qi Wireless (Qi wireless charging case), é possível aumentar o tempo de reprodução para mais 24h.

Assim, como as gerações anteriores, é possível também utilizar a assistente de voz Siri para realizar comandos ou obter informações. Além disso, a opção de compartilhamento de áudio, que permite que vários usuários ouçam a música que está sendo reproduzida no dispositivo e um recurso que realiza a leitura de textos e mensagens recebidas para a pessoa.

O Airpods Pro será vendido a partir de amanhã, 30 de outubro, nos EUA, pelo valor de US$250 no site oficial da Apple. Já aqui no Brasil o valor cobrado pela terceira geração dos Airpods será de R$2249 na loja virtual da empresa.

Fonte: Apple, gizmodo, theverge

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários