O que é placa de vídeo e qual sua importância?

Talvez você já tenha ouvido falar de uma placa gráfica.,e até sabe que existe uma dentro do seu computador, mas não tem certeza o que ela faz?

Por Hardware Pular para comentários
O que é placa de vídeo e qual sua importância?

A placa de vídeo é um dos principais componentes de qualquer PC, especialmente para computadores voltados à jogos, e geralmente é um dos componentes mais caros do seu PC. Neste artigo, explicaremos o que é uma placa gráfica e quais são suas funções.

O que é uma placa gráfica?

Placa gráficaPlaca gráfica

A placa gráfica é a peça do seu computador responsável por gerar as imagens que você vê na tela, seja essa página da web, um documento no Word ou mesmo um filme ou um game. Essa peça também é conhecida como unidade de processamento gráfico (ou GPU), e pode variar de "gráficos integrados" simples, que fazem parte da placa-mãe ou do processador, a placas de expansão maiores e mais poderosas.

Essas placas de expansão - geralmente chamadas de placas "dedicadas" - são capazes de executar tarefas mais poderosas do que as placas gráficas integradas, como gráficos de jogos, renderização acelerada de vídeo ou até mesmo trabalhos não gráficos, como mineração de bitcoin.

O uso de uma placa gráfica dedicada custa mais consumo de energia, mais calor e mais espaço no computador, e é por isso que raramente elas são utilizadas em ultrabooks e outros notebooks finos.

Mas as placas gráficas podem ficar desatualizadas com o passar do tempo. É improvável que uma placa de 2010 consiga rodas os games de 2019 em configurações altas; portanto, se você não tiver certeza se um jogo será executado no seu PC, convém comparar os requisitos mínimos ou recomendados com o hardware que você possui atualmente.

Como funciona uma placa gráfica?

A GPU recebe instruções e dados sobre a exibição de uma imagem da CPU (unidade central de processamento, o centro de comando e controle do seu computador). Em seguida, processa os dados e informa à tela do computador o que exibir. E a tela do computador recebe os sinais da GPU e exibe a imagem.

Atualizando os drivers da placa gráfica

Para garantir que sua placa gráfica funcione sem problemas, verifique se o driver de dispositivo da placa gráfica está atualizado. Isso é importante, especialmente se você usar o computador para executar programas exigentes, como jogos ou Adobe Photoshop.

Há duas maneiras de atualizar o driver da placa gráfica:

  • Baixe e instale os drivers manualmente - Você pode atualizar o driver manualmente, acessando o site dos fabricantes da placa gráfica ou do adaptador, e pesquisando o driver mais recente para o seu dispositivo. Mas se você seguir essa abordagem, escolha o driver que seja compatível com o número exato do modelo do seu hardware e sua versão do Windows.

ou

  • Baixe e instale seus drivers automaticamente - Se você não tiver tempo, paciência ou conhecimentos de informática para atualizar seu driver manualmente, poderá fazê-lo automaticamente com o Driver Easy. Você não precisa saber exatamente qual sistema seu computador está executando, não precisa correr o risco de baixar e instalar o driver errado e não precisa se preocupar em cometer um erro ao instalar. O Driver Easy faz tudo sozinho.

Como saber qual a minha placa gráfica?

Saber qual placa gráfica você possui pode ser um pouco confuso, pois existem dois números de modelo relevantes: o modelo da GPU (ou seja, o chip real, que faz o trabalho) e o modelo da própria placa (que inclui outro hardware como o refrigerador, o módulo de regulação de tensão, etc.).

Hoje existem dois grandes fabricantes de GPUs: Nvidia e AMD. Entretanto, existem muitos outros fabricantes que fabricam as placas - Asus, EVGA, MSI, Gigabyte - e outras empresas podem produzir placas gráficas usando os chips da Nvidia e da AMD, adicionando seus próprios ajustes para se diferenciar. A versão de um fabricante pode ter melhores collers do que outro, podendo ou não ter overclock da fábrica.

Nvidia GeForce RTX vs GTX: Qual a diferença entre as placas gráficas?

A dica é que quando você for procurar pela placa gráfica do seu PC, saiba qual informação você precisa: O chipset (por exemplo, "Nvidia GeForce Gtx 1060") ou qual o fabricante e modelo reais da sua placa ( como o "EVGA GeForce GTX 1060 Superclocked", que usa o chipset da Nvidia). A primeira informação é muito fácil de encontrar no Windows, mas a última é um pouco mais complicada (porém, não impossível).

Abra o menu Iniciar no seu PC, digite "Gerenciador de dispositivos" e pressione Enter. Você deverá ver uma opção na parte superior "Adaptadores de vídeo". Clique na seta suspensa e ela deve listar o nome da sua GPU ali. Por exemplo, na captura de tela abaixo, você pode ver que eu tenho uma Nvidia GeForce GT 525M.

NvideaNvidia GeForce GT 525M

Se você não tiver certeza de qual empresa projetou essa placa de vídeo, poderá clicar com o botão direito do mouse e escolher "Propriedades" para ver o fabricante - no meu caso, Nvidia. Observe que o Gerenciador de dispositivos usa seus drivers gráficos para determinar qual GPU você possui; portanto, se você suspeitar que os drivers errados possam estar instalados, vá para a próxima seção.

Depois de ter o nome da sua placa gráfica, você pode pesquisar no Google para aprender mais sobre ela ou compará-la com os requisitos mínimos do jogo que deseja jogar. Geralmente, um número maior indica uma placa melhor - portanto, um jogo que requer uma RX 580 pode não ser executado em um RX 480, que é menos poderosa.

Se você estiver comparando duas placas que usam esquemas de nomeação diferentes - como o RX 580 da AMD e o RX Vega 56, mais poderosa -, talvez seja necessário fazer uma pequena pesquisa para ver qual placa é mais poderosa.

Encontre o fabricante e o número do modelo

Se, por algum motivo, você precisar saber exatamente qual modelo de placa de vídeo possui, precisará fazer uma pesquisa um pouco mais profunda. O fabricante é fácil de encontrar, você pode usar um aplicativo de terceiros do Ccleaner, chamado Speccy. Baixe a versão gratuita, inicie o app e clique na opção "Graphics", na barra lateral. Role para baixo e procure a entrada "Subvendedor", que deve informar quem criou a placa real no seu PC. A placa do meu computador foi criada pela Dell. Você também poderá ver o seu sistema operacional, a quantidade de RAM de vídeo que sua placa tem, entre outras especificações.

SpeccySpeccy

Embora este aplicativo seja excelente, ele deixa a desejar, especialmente porque não informa o número exato do modelo da placa de vídeo, necessário para, por exemplo, reivindicações de garantia. Para isso, você precisará procurar a nota fiscal do seu computador ou abrir seu PC.

Nesse caso, encontre a placa de vídeo, remova-a e observe o adesivo ao lado - ele deve ter o número do modelo exato. Anote essas informações em algum lugar para não precisar abrir seu PC da próxima vez.

A história das placas gráficas

A história das placas gráficas começa no final dos anos 60, quando as impressoras não eram mais usadas como elemento principal da tela, e os monitores entraram em cena. As primeiras placas gráficas eram capazes apenas de exibir uma resolução de 40 x 25 pixels monocromáticos, até o aparecimento dos primeiros chips gráficos dedicados.

Posteriormente, os primeiros consoles de vídeo começaram a aparecer, e o sucesso do PC (Computador Pessoal) teve um grande boom, reduzindo bastante os custos de produção, uma vez que eles já eram fabricados de forma individual.

No início, as placas gráficas vendidas eram de 80 colunas, que adicionavam um modo de texto de até 80 x 25 caracteres (não pixels), principalmente para o software CP/M. Em seguida, chegaram os famosos PCs IBM, que popularizaram o design "intercambiável" de placas gráficas. O mais difundido foi o MDA (Monochrome Display Adapter) criado pela IBM em 1981. Esse gráfico tinha uma memória gráfica de 4 KB, e foi capaz de representar até 25 linhas de texto de 80 caracteres cada no monitor.

A partir daí, um ciclo de competição entrou no mercado de PCs, com nomes que se parecerão muito com Commodore, Amiga 2000 e Apple Macintosh. Essas equipes começaram a usar tecnologia proprietária para a placa gráfica, integrando a GPU à placa-mãe. Essa situação é mantida até o surgimento de outro membro que você pode conhecer: a porta PCI.

O PCI removeu o gargalo da interface anterior (ISA) e os primeiros adaptadores 3D profissionais (S3 ViRGE) começaram a se desenvolver. Iniciou-se a fabricação maciça de gráficos para soquetes PCI, e a partir daí, a indústria evoluiu como a conhecemos hoje, com os seguintes destaques:

  • Em 1995, surgiram as primeiras placas gráficas 2D / 3D fabricadas pela Matrox, ATI, S3 e Creative, entre outras. Eles estavam em conformidade com o padrão SVGA, mas com as funções 3D.
  • Em 1997, o 3DFX lançou o que é possivelmente o chip gráfico mais famoso de todos os tempos: o Voodoo. Ele tinha um enorme poder computacional na época, e adicionou vários efeitos 3D, como Mip Mapping, Z-Buffering e Antialiasing. A partir disso, vários modelos conhecidos como Voodoo2 do 3DFX, TNT da Riva e, posteriormente, o TNT2 da NVIDIA (após a aquisição da Riva) foram lançados.
    Tal era o poder desses gráficos que a porta PCI ficou aquém, mas a Intel chegou a desenvolver a porta AGP (Accelerated Graphics Port) que resolveu os gargalos que já estavam na época.
  • Entre 1999 e 2002, a NVIDIA assumiu a hegemonia do mercado de placas gráficas (entre outras coisas, comprou o 3DFX) com sua família GeForce. Nesse período, houve muitas melhorias gráficas no ambiente 3D. Os gráficos impressionantes da época tinham até 128 MB de memória DDR.
    A maioria dos consoles da época usava chips gráficos baseados em placas aceleradoras 3D. O Apple Macintosh usou chips NVIDIA e ATI.
  • Em 2006, a AMD comprou a ATI e se tornou uma rival direta da NVIDIA no mercado de placas gráficas. Desde então, a liderança foi compartilhada com suas respectivas famílias GeForce e Radeon, até os dias atuais.
Compartilhe com seus amigos:
Priscilla Kinast
Priscilla Kinast Estudante de Ciência e Tecnologia na UFRGS - Universidade Federal do RS, apaixonada por inovações tecnológicas, mistérios da ciência, bem como filmes e séries de ficção científica
FACEBOOK // INSTAGRAM: @priscillakinast // TWITTER: @prkinast
Quer conversar com o(a) Priscilla, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias