Como minerar Bitcoins passo a passo

Já vimos como funciona a Blockchain, como surgem os Bitcoins e agora, para fechar, vamos ver como conseguir nossos próprios Btc's

Por | @Evilmaax Bitcoin

Este post é uma continuação direta deste post aqui onde falamos tudo que você precisa saber sobre Bitcoin: criação da moeda, como funciona a Blockchain, o mercado, a flutuação de preços, os riscos, etc. Então se você ainda não leu o artigo, é de suma importância que você o faça antes de começar a ler o passo a passo para uma boa mineração.

Bom, agora que você já conferiu o texto viu que deixamos uma parte importantíssima para este post: Como minerar meus próprios Bitcoins, certo? Mas antes vamos relembrar beeem resumidamente como surgem os Bitcoins.

De onde surgem os Btcs

Tudo depende da Blockchain. Ela é a responsável pelos 3 pilares da moeda virtual: a descentralização, a irrastreabilidade e transparência de processos.

É na Blockchain, por exemplo, que ficarão armazenados os registros públicos com os dados da transação (transparência). O conceito de irrastreabilidade fica a cargo da criptografia de ponta a ponta. Por exemplo: se você acessar os dados de alguma transação não verá que João enviou 2 Btc para Maria, mas sim que 1hs6752HGsdr5349783JHh enviou 2 Btc para 3hgYVT54867w53ds4JUhbr3ik787GASF.

Comprovante de transferênciaComprovante de transferência

E o último pilar, talvez o mais revolucionário, é que a moeda não é responsabilidade de nenhum banco central, país ou órgão regulamentador. Quem autentica essas transações na Blockchain e garante que elas são válidas são os mineradores, o elo mais importante na cadeia. São eles que mantém o livro-caixa do Blockchain sempre atualizado e confiável. E é aí que você vai entrar caso deseje começar a ganhar dinheiro com a mineração de Bitcoin.

Veja bem: Para validar as transações os mineradores emprestam o poder de processamento do seu computador para que, através de um software específico, ele faça as checagens de hash e dos dados criptografados que irão atestar se a transação que vimos ali em cima é legítima ou não. Entendido todo o processo até aqui, você deve ter ficado somente com uma dúvida na cabeça: como fazer para ganhar sua parte nisso?

Bom, como você está emprestando sua máquina para validar os cálculos, bastante energia elétrica será consumida – lembre-se: o cálculo é supercomplexo, nada mais justo do que o minerador ser recompensado pelo seu serviço, correto? Corretíssimo, e olha que nem estamos contando com o desgaste da máquina.

Assim a cada X verificações que o minerador fizer emprestando seu hardware, uma quantia minúscula de Bitcoin é gerada e depositada em sua carteira virtual.

É bem verdade que está cada vez mais difícil ganhar Bitcoins, mas segundo os cálculos do criador Satoshi Nakamoto estamos longe de alcançar o máximo de moedas em circulação. Hoje temos pouco mais de 16 milhões Bitcoins ativos, porém estamos longe do valor definido como o máximo do sistema: 21 milhões de moedas. Este é o limite programado pelo sistema, é fixo e não pode ser alterado, mas ainda há uma fortuna para ser escavada.

Para garantir sua participação nesse bolo. Existem 2 métodos disponíveis de garimpo e nós vamos ver quais são neste post. Mas primeiro uma questão mais importante: Vale a pena ainda minerar bitcoins?

Ainda vale a pena?

Certamente minerar bitcoins era muito mais fácil há uns 5 anos atrás. Claro, a moeda valia centavos então ninguém tinha muita vontade de deixar seu pc ligado durante horas para concluir a tarefa. Nessa época sobravam transações querendo ser validades.

Com tudo o que aconteceu (e que vimos no post citado no início deste artigo) o preço foi subindo e as pessoas começaram a ver que minerar Bitcoin podia ser uma boa ideia. Assim a Blockchain foi ficando repleta de mineradores e os pacotes esperando por uma verificação começaram a ficar cada vez mais raros e a recompensa por verificação cada vez menor. Como resultado você terá quq validar muuuuuitas operações para que pingue uma miséria de Btc em sua conta.

Se antigamente era fácil minerar Btc com sua placa de vídeo e seu processador, com o tempo surgiram os mineradores profissionais, sejam eles lobos solitários equipados com um computador específico para a tarefa ou verdadeiras fábricas de Btc.

Hoje são normais as fazendas de Bitcoin, aqueles prédios com 15 mil, 30 mil máquinas feitas apenas para minerar que ficam ligadas durante 24 horas por dia trabalhando na função. Essas sim irão garantir um retorno considerável, porém, creio que não seja o seu caso.

Aliás, você já viu uma dessas em ação? Veja quão complexo é todo o processo:

Pois bem, mas azar é do retorno baixo, pois se você ainda está lendo este texto é porque quer realmente minerar, certo? Então vamos lá, mas antes de qualquer coisa, primeiro você precisará de uma carteira virtual.

Continuar lendo 2 - Escolhendo e criando uma carteira 1 - Como minerar Bitcoins passo a passo

Mais sobre: bitcoin
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo