Bom, bonito e barato! O novo teclado mecânico RGB da Redragon de R$200! - REVIEW

O Redragon Dark Avenger é um dos novos produtos da Redragon que veio pra brigar de forma agressiva no mercado de teclados mecânicos TKL de baixo custo contendo ótimas ferramentas ao seu favor.

Por | @oficinadanet Teclados 13 comentários

A Redragon sempre esteve presente no mercado de periféricos custo x benefício com ótimos produtos e alguns não tão bons. O Dark Avenger é sua mais nova adição ao mercado com switches Outemu em sua segunda versão que veio para tentar melhorar a má fama que ele pegou no último ano e meio onde apresentou vários problemas dos quais não estavam presentes no começo da marca. Além disso ele também conta com o Layout ABNT, ou seja, possuí o "Ç" dedicado em suas teclas e switches hot swap, que em partes é bom e em partes nem tanto.

Mas será que ele conseguirá competir frente a frente com outros teclados nesta faixa de preço? É o que iremos descobrir durante esta análise.

Não gosta de ler? Sem problemas! Você também pode assistir a nossa análise entrando no nosso canal do YouTube!

Visual e Design

Seu visual é o que já temos visto da Redragon nos últimos meses, ela está aos poucos abandonando aquela temática totalmente vermelha e dando lugar a uma paleta de cores mais neutra que favorece positivamente o teclado.

Ele é feito inteiramente de plástico ABS que tem um visual mais rústico e não tenta imitar o metal como é comum ver em outros teclados. Eu gostei do visual e como ele é RGB há a opção de por uma cor sólida que faz com que ele não pareça algo tão gamer assim, então está aprovado.

Teclado em péTeclado em pé

Funções

O teclado tem muitas funções que podem ser controladas diretamente no teclado, assim como o TecWare Phantom Elite. Na verdade, estes 2 teclados são basicamente uma cópia um do outro e isso se estende até ao Software do mesmo.

As funções de iluminação eu tocarei na parte de iluminação, aqui irei focar em seus outros modos.

Usando a tecla FN + os presets já inclusos você pode: pausar/play, passar ou voltar e dar stop na música assim como abrir o player padrão, abrir o navegador, abrir uma nova pasta, abrir a calculadora, aumentar/baixar o volume e o botão mute. A única diferença das funções entre ele e o Phantom Elite é a ordem das funções e que o Dark Avenger tem a função de abrir o e-mail.

Funções estão nas Function KeysFunções estão nas Function Keys

Construção externa

A construção externa do teclado em geral é boa, não há nada de materiais de luxo como metal ou algo do tipo já que é tudo em plástico, porém os plástico são de boa qualidade e demonstram uma ótima rigidez ao teclado que ao encostar e carregar por aí a impressão que você tem na mão é de que é um mini tanque.

Redragon Dark Avenger RGBRedragon Dark Avenger RGB

A única coisa que não gostei e é algo bem pequeno mesmo é que os chanfros do teclado são bem pontudos e podem machucar dependendo do ângulo que você encosta suas mãos nele. Fica a dica pra quando sair um refresh de arredondar as bordas do mesmo.

Iluminação

 A iluminação do teclado se dá por conta de LEDs RGB onde cada tecla tem seu próprio LED. Ela é na verdade muito boa e bem visível mesmo em áreas bem iluminadas.

Há 3 modos de iluminação em cada uma das teclas dedicadas (FN + Ins/Home/PgUp/Del/End/PgDn) aos modos totalizando 18 modos de iluminação que você pode configurar diretamente no teclado sendo que o único que é configurado via Software é o modo Customizável onde você pode selecionar a cor de cada tecla individualmente.

O único problema é que ela não é constante, problema que também está presente no BlackWidow 2019 porém menos pronunciado em seu concorrente.

Se você olhar bem poderá ver que em todas as teclas a iluminação é muito mais pronunciada na parte superior, fazendo com que haja um fade gradual de cor e intensidade de iluminação conforme você vai olhando para a parte inferior das keycaps.

Iluminação mais forte em cima com um fade out embaixo, não é bom.Iluminação mais forte em cima com um fade out embaixo, não é bom.

Isso é uma falha no design do teclado e é algo que não deveria acontecer, porém considerando o preço do teclado dá pra dar um pequeno desconto (mesmo que ainda perca pontos no veredito final do produto).

Foto lateral do tecladoFoto lateral do teclado

Construção Interna

 Para abrir o teclado o processo não é muito complicado, há alguns parafusos que são fáceis de achar na parte superior do teclado com a única complicação sendo o parafuso que está abaixo do logo da Redragon que está (muito) bem colada, porém com um pouco de paciência e um secador potente dá pra tirar.

Logo é um pouco difícil de retirarLogo é um pouco difícil de retirar

Como falei antes, ele é construído feito um tanque por fora e não possui nenhum peso a mais dentro do teclado para dar a impressão de ser bem feito, ele simplesmente é bem feito.

Sua PCB tem soldas funcionais, nada super bem feito ou com a melhor técnica mas não aparentam que vão dar problemas logo de cara. A PCB também é limpa com bem pouco resíduo sobressalente. A identificação de teclas não é muito bem marcada mas isso não faz com que ele dure mais ou menos, é só questão de design mesmo (ou falta dele). Os switches também são bem presos a PCB não havendo folga na hora de digitar por serem hotswap.

Switches

 Aqui é a parte que mais causa dúvidas na hora de recomendar (ou não) este teclado, os seus switches da Outemu.

A idéia deste teclado é que ele arrume os erros apresentados no passado com estabilização de keycaps ruim, barulhos excessivos na hora de sua digitação. Estes e outros problemas que eram presentes em sua versão anterior deveriam ser corrigidos em sua segunda versão. Além disso ele vem com a funcionalidade HotSwap que melhorou muito se comparado aos antigos que precisavam de uma chave de fenda pra remover da PCB (é sério).

Alguns dos problemas ainda persistem neste versão como por exemplo a estabilização de teclas que não é muito boa, você pode por exemplo trancar a tecla enter na posição ativada dependendo do ângulo que você pressiona e isso pode acabar sendo um pouco irritante. Outro problema é o barulho excessivo que quase obriga você a usar fones enquanto utiliza ele.

Pra ser bem honesto, usuários comuns que vão só comprar e usar o teclado em casa não vão nem perceber essas coisas já que só vi e notei quando procurei pelos defeitos, tirando o barulho realmente excessivo (não pensem em levar o teclado para o escritório) não pude reclamar da experiência de digitação. Além disso, o Hot Swap da Redragon melhorou bastante e agora é fácil tirar os switches usando somente a ferramenta que vem inclusa na caixa. Além do switch puller também vem inclusos um keycap puller e outros 5 switches do mesmo modelo que já está no teclado.

Switch e Keycap puller e os switches inclusosSwitch e Keycap puller e os switches inclusos

O que posso dizer disso tudo? Talvez uma mudança no processo de fabricação dos switches consiga corrigir isso que é algo realmente pequeno mas que pode ajudar a tornar esse teclado imbatível em quase todos os aspectos. O maior problema que vejo aqui é realmente essa folga que os switches tem dentro do housing que causa a impressão que as keycaps estão frouxas quando na verdade é o próprio encaixe do switch que está se movendo dentro do housing.

Felizmente tenho uma boa notícia, assim como a Motospeed, a Redragon vai adicionar switches ópticos o que faz com que muitos dos problemas atuais sejam coisa do passado, porém não se sabe quando eles irão aparecer no mercado e eles não irão substituir os switches atuais, serão somente mais uma opção no mercado.

Keycaps

Suas Keycaps são feitas em Double-shot, não no mesmo nível de um Ducky da vida mas ainda sim de ótima qualidade e que vão durar muito tempo. Como o teclado é retro-iluminado as suas keycaps são transluscentes, ou seja, a luz emitida pelos LEDs passa por elas como você pode ver na foto abaixo.

Keycap do Dark Avenger na esquerda (Double-Shot) e do BlackWidow 2019 na direita (Laser)Keycap do Dark Avenger na esquerda (Double-Shot) e do BlackWidow 2019 na direita (Laser)

Já a questão da fonte é um pouco pessoal porém 90% dos usuários das pessoas que assistem nossos reviews e comentam alguma coisa falam que não gostam destas fontes Gamers que muitas marcas andam usando e a Redragon é uma delas.

Fonte das KeycapsFonte das Keycaps

Pessoalmente não me incomodo muito com isso porém concordo que não é a coisa mais bonita pra se olhar no teclado. A única coisa que achei estranha porém percebi que foi feito de propósito é o alinhamento das setas do teclado se comparado ao resto das teclas. Em geral elas são centralizadas, porém as setas do teclado são alinhadas para a esquerda e isso na verdade acabou deixando o visual um pouco menos atraente e teria sido melhor se fosse centralizado como o resto do teclado.

Outra coisa que é importante notar é que ele vem com o Layout brasileiro em ABNT com o Ç dedicado e FINALMENTE o Ç é do mesmo tamanho e da mesma fonte que o resto de suas keycaps. O layout está correto e é um real ABNT, porém as suas keycaps claramente não foram projetadas para isso como é possível perceber olhando para as teclas que deveriam conter os símbolos de º e ª. Felizmente isso não é algo que diminui a funcionalidade do teclado e também não atrapalha.

Software

A Redragon fornece suporte de software para o teclado que você pode encontrar aqui, porém quando tentei executar o programa para ver as funcionalidades do mesmo eu tive uma surpresa bem grande que não estava esperando.

Software sem a licençaSoftware sem a licença

Isso mesmo, quando executei o Windows Detectou o programa como uma potêncial ameaça ao computador já que ele não é licenciado. Eu honestamente não sei nem o que dizer sobre isso, sei que a empresa tem potêncial mas é com coisas assim que ela ainda não virou a maior referência do mercado.

Tirando isso o software tem uma interface bem simples e na verdade funciona muito bem. Ele não tem nenhum delay ou algo do tipo e mudanças em sua configuração são apresentadas instântanemante.

Você pode alterar a iluminação clicando na opção ao lado de "Luz". Ao clicar uma lista de efeitos irá descer e aí você pode escolher a que você preferir. Alguns dos efeitos são: Matrix, Spectrum, Respiração, Rainbow, Sólido, dentre outros.

Você pode configurar as cores para serem RGB ou algo específico na maioria dos efeitos e também é possível desligar totalmente a iluminação do teclado. Aqui eu botei na última opção que é customizável e fiz a bandeira do Brasil como o Wellington "Wetto" Diesel faz em seus reviews :)

Customizando a iluminação do tecladoCustomizando a iluminação do teclado

Também é possível alternar entre 3 perfis diferentes, cada um salvando as configurações que você desejar assim como gravar macros que também é um processo simples.

Para gravar macros basta clicar na opção "Macros" que uma outra telinha irá aparecer.

Acessando a tela de macrosAcessando a tela de macros

Basta nomear o macro que no meu caso foi "teste1" e clicar em gravar e aí pressionar as teclas que você quiser. Após pressionar você pode mover os botões usados no macro e arrumar a ordem, algo bem útil caso você queira fazer um macro grande. Para mudar o atraso do macro basta clicar duas vezes na parte de duração e digitar o atraso (em MS).

Nomeie o Macro e aí você poderá gravá-loNomeie o Macro e aí você poderá gravá-lo

Conclusão

 Concluindo, este teclado apresenta switches com hot swap, keycaps em double-shot, iluminação RGB por tecla, construção interna muito boa e um preço muito baixo de 200R$.

Parte Inferior do tecladoParte Inferior do teclado

Quais os pontos negativos?

Iluminação não tão perfeita, setas descentralizadas (isso é um ponto negativo?), barulhento, soldas que poderiam ser melhores e uma estabilização de keycaps um pouco abaixo de mediana.

Redragon Dark Avenger Especificações completas
  • Tipo de switch: Mecânico
  • Switch: Outemu Blue
  • Anti-ghosting: 6KRO
  • Impressão das keycaps: Impressão Double-shot
  • Material das keycaps: Plástico ABS
  • Layout: ABNT2
  • Tamanho: TKL ou 80%
  • Possui software?: Sim
  • Possui descanso para pulso?: Não
  • Grava macros?: Sim

Então eu recomendo este teclado? Sem dúvidas eu recomendo, ainda mais com a garantia de 18 meses que a marca oferece e a baixa taxa de RMA que vemos, fora todos os pontos positivos que ele tem.

Com tudo isso em mente a nota do teclado acaba sendo um 8.0/10 e grande parte da nota vem do preço baixíssimo do teclado.

Redragon Dark Avenger RGBRedragon Dark Avenger RGB

Recomendo outros teclados? Claro, mas todos os outros que recomendarei deixarão algo para trás como por exemplo não serão RGB, não terão keycaps Double-shot, o preço será maior, etc. Alguns de seus competidores são o Havit KB-432L, o MotoSpeed CK107 K96 com switches ópticos e outro Redragon, o Kumara RGB.

Quando comecei a escrever essa análise, o menor preço que achei foi de R$ 208 na TeraByteShop.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OFICINA DA NET NO YOUTUBE
Gosta de tecnologia, smartphones e hardware? Então inscreva-se agora!

Não, obrigado