Razer BlackWidow 2019

Teclado Razer BlackWidow 2019 - 1º REVIEW BR - Mediano, bonito e caro

A Razer lança seu novo teclado da linha BlackWidow que desta vez não tem nenhum número ou nome após a nomenclatura principal, sendo então o novo Blackwidow 2019.

Por | @oficinadanet Teclados Nota: 7.0/10 Pular para comentários

O Razer BlackWidow 2019 é o novo teclado da Razer que complica ainda mais um pouco a nomenclatura já confusa da linha de teclados da Razer que contém modelos como o BlackWidow Ultimate, BlackWidow X Tournament Edition, BlackWidow X Tournament Edition Chroma, BlackWidow Tournament Edition Chroma V2 e BlackWidow X Chroma. Confuso? Até eu estou um pouco.

O BlackWidow em questão não se chama X, X Chroma, Tournament ou nada disso, ele simplesmente se chama BlackWidow e o nosso modelo veio com os Razer Green Switch que é inspirado no Cherry MX Blue já que ambos tem basicamente a mesma força de atuação, clicky e não-linear (tem o famoso "bump").

Este teclado foi lançado junto com o Basilisk Essential (review em andamento) e o Kraken V3 que são todos produtos novos que tem em foco manter as funcionalidades porém melhorando a qualidade dos produtos.

E sem dúvidas este objetivo foi alcançado já que a qualidade de construção deste teclado melhorou comparado aos seus irmãos mais velhos, porém quanto ela melhorou? Isto iremos ver agora no review.

BlackWidow 2019 e Basilisk EssentialBlackWidow 2019 e Basilisk Essential

Não se esqueçam de dar um pulo no nosso canal do YouTube onde você também pode assistir ao review do teclado!

Design e Construção Externa

Em questão de Design a Razer sempre e saiu muito bem, o teclado tem um visual sóbrio e bem limpo com o símbolo da marca iluminado abaixo das teclas e o logo acima da parte númerica.

Claro que se o teclado é bonito ou não é uma questão totalmente pessoal e na opinião do autor ele é sem dúvidas um teclado muito bonito ainda mais junto com sua iluminação RGB que será visitada logo abaixo.

P&BP&B

Assim como o design elegante ele também tem uma construção externa que aparenta ser muito bem feita. O teclado tem uma ótima rigidez e não range nem nada do tipo. Ele tem 2 regulagens de altura pra quem prefere um teclado mais ou menos inclinado e ambas regulagens tem pads emborrachados (Outras fabricantes de teclados anotem isso por favor) que proporcionam um ótimo posicionamento do teclado que não deslizou em nenhum momento durante o uso.

A Razer também embutiu um organizador de cabo que funciona e realmente ajuda na organização do cabo do teclado, pena o fio não ser removível que aliás é de ótima qualidade e mesmo sendo grosso é muito maleável, então até aqui só elogios.

Organizador de cabos direto no tecladoOrganizador de cabos direto no teclado

Keycaps

Este é infelizmente um aspecto que a maioria das fabricantes mainstream ainda não aprenderam a melhorar e a Razer não é diferente.

As keycaps são em plástico ABS que conforme o uso apresentam uma aparência de "oleosidade" por desgaste, além do uso de plástico ABS nas keycaps elas também contam com gravação a Laser que é uma das piores alternativas quando se trata de longa durabilidade.

Com teclados que custam menos da metade do preço como o Redragon Vata K580 RGB usando Doubleshot na impressão de suas keycaps é difícil fazer algum elogio a Razer neste aspecto a não ser o fato dela ter começado a usar lubrificante na estabilização de suas keycaps. A marca precisa urgentemente melhorar seu modo de impressão.

Keycap a Laser do BlackWidow na esquerda e Keycap DS do Dark Avenger na direitaKeycap a Laser do BlackWidow na esquerda e Keycap DS do Dark Avenger na direita

Construção Interna

 Felizmente a construção interna do teclado é muito bem feita com soldas de boa qualidade e uma PCB muito bem organizada - que leva o nome de Janet, sua criadora -.

Ele vem com duas placas, uma sendo a PCB que onde está a controladora e os switches soldados no teclado e a segunda que é uma placa totalmente branca posta entre a PCB e as keycaps. Esta segunda placa ajuda na iluminação do teclado espalhando a iluminação criada pelos LEDs do teclado.

Para abrir o teclado é necessário retirar somente as borrachas inferiores do teclado onde há 4 parafusos, após tirar os parafusos é preciso desengatar os encaixes de plástico que estão em toda a volta do teclado. Eles são extremamente difíceis de tirar e parece que a Razer realmente não queria ver nenhum cliente abrindo seu teclado pois precisamos de 2 pessoas para conseguir abrir todos os encaixes.

Felizmente como dito na parte da construção externa, os engates são de boa qualidade e mesmo exercendo bastante força sobre os mesmos nenhum deles quebrou ou deu sinal de quebrar, ponto pra Razer.

Ao remover o plástico superior do teclado você terá que tirar mais alguns parafusos diretamente presos na PCB para poder levantar ela da case do teclado, atenção a este pequeno parafuso que faz o contato para a porta USB do teclado, se forçado ele pode fácilmente quebrar (e não vou tirar pontos por isso pois não altera em nada em qualidade no uso regular do teclado).

Cuidado para não arrebentar este cabo ao abrirCuidado para não arrebentar este cabo ao abrir

Como mencionei acima, a qualidade interna do teclado é muito boa e realmente não há do que reclamar, é tudo muito bem feito e a impressão que temos é que vai durar bastante tempo.

Para simplificar um pouco o artigo deixo aqui uma galeria de fotos das partes internas do teclado.

Switches

A Razer vem desenvolvendo seus próprios switches já há algum tempo e os inclusos neste teclado não são exceção. Nosso modelo veio com os Razer Green Switches que são inspirados no Cherry MX Blue - como mencionado no começo desta análise - e não tenho problemas em usá-los durante jogos e digitação. Eles são confortáveis de digitar e não notei nenhum problema de estabilização de keycaps, algo que já aconteceu em outros teclados da marca.

Switch Razer GreenSwitch Razer Green

Em questão de durabilidade é difícil de dizer algo já que os switches estão há pouco tempo no mercado. Até então só consegui achar um relato de problemas nos Razer Switches mais atuais (2015+) que foi este relato aqui, fora isso não consegui achar nenhum outro então estou torcendo para eles realmente durarem.

Iluminação

A Razer sempre trás grande foco na iluminação de seus teclados principalmente quando eles são Chroma, que é o nome que a Razer deu a seus periféricos com RGB, e a customização de luz é basicamente infinita já que o Razer Synapse que é usado para controlar a iluminação do teclado é bem completo nesta parte.

Logo da Razer também é iluminada no teclado.Logo da Razer também é iluminada no teclado.

Um gigante porém é a iluminação irregular do teclado.

Tecla Page Up e Down apagadas em sua parte inferiorTecla Page Up e Down apagadas em sua parte inferior

A tecla mais pronunciada é de longe a Page Up, porém este problema também aparece em Page Down, Numpad 9, Numpad 3, Print Screen, Pause Break e Windows Key. Aparentemente isso acontece pois a estrutura dos Switches bloqueia a iluminação do LED usado e consequentemente as partes inferiores das keycaps não são tão bem iluminadas ou nem recebem iluminação alguma dos LEDs do teclado.

O que também acontece é que a placa branca que ajuda na distribuição de iluminação do teclado é presa aos switches e isso impossibilita verificar qual a variação de LED SMD usado no teclado.

Pra uma marca que tem tanto marketing em cima de sua iluminação extremamente bem feita com efeitos infinitos dentre outras coisas, ver esta falha imensa em um teclado que é pra er um de seus topo de linha é um pouco desanimador e mostra que seu design precisa ser corrigido o quanto antes.

Software

O Software que é usado para controlar algumas funções do teclado se chama Razer Synapse e o mesmo está em sua terceira versão, para baixar o programa basta clicar no nome do Software na linha acima.

O programa é bem completo e trás grandes opções de customização com as abas Synapse, Teclado, Perfis, Connect, Studio, HUE e Macro respectivamente. Porém ser completo e ter várias opções de customização não o fazem ser bom.

O programa é lento, demora para fazer atualizações (não importa seu hardware nem sua internet, ele demora) além de ter muitos bugs. Eu tive que encerrar o programa para conseguir escrever este review usando o teclado pois se eu deixava o mesmo ativado durante o uso era impossível. Funções ativavam do nada, a tecla FN ficava inútil e o teclado bugava completamente sem conseguir nem usar ativar ou desativar o modo game ou usar o FN + F2/F3 para aumentar o diminuir o volume.

Tudo bem que o Synapse 3 é uma Beta mas mesmo assim, nunca lidei com uma beta de um programa de teclado tão bugado quanto este antes. Recomendo FECHAR o Synapse e NÃO usar o mesmo para ter uma experiência melhor com o teclado.

Após este pequeno desabafo iremos continuar no programa do mesmo.

Tela Inicial do SynapseTela Inicial do Synapse

A aba Synapse é a Aba principal do programa (você pode ver acima) e é onde você escolhe o periférico que você quer modificar que no nosso caso é o BlackWidow. Ao clicar no teclado você é automáticamente redirecionado para a aba Teclado e é onde você personalizar as funções das teclas, ativar o modo Game do teclado e alterar algumas propriedades do teclado diretamente no Windows.

TecladoTeclado

Ao selecionar uma tecla um menu se abre com as opções que você pode usar parar remapear a tecla selecionada, há várias opções de escolha e as possibilidades são muitas.

 Opções de remapeamentoOpções de remapeamento

Na parte de iluminação você pode alterar opções com a intensidade da iluminação, configurar o tempo de inatividade do teclado para que ele desligue a iluminação (algo muito bom pra quem deixa o PC ligado a noite ou quando não está em casa) e também alternar entre efeitos básicos e avançados de iluminação. Alguns efeitos básicos são o modo estático, onda, fogo, reativo dentre outros.

Parte de IluminaçãoParte de Iluminação

 

Em Studio você pode criar uma gama de efeitos personalizados ao seu gosto e aqui é onde sua criatividade pode florir a vontade para criar aquela iluminação diferenciada que ninguém mais vai ter.

Aba StudioAba Studio

Na parte de perfis você pode tanto importar quanto exportar perfis criados para o teclado. Você pode importá-los diretamente do seu computador ou da Nuvem que fica em conjunto com a sua conta da Razer. Você também pode fazer o mesmo para perfis salvos no Chroma Studio.

PerfisPerfis

Na aba Connect você pode baixar vários aplicativos para incluir no Synapse que fazem efeitos personalizados em todos os periféricos compatíveis. Para baixar estes aplicativos basta acessar este link aqui que você será levado para o Workshop da Razer. Alguns efeitos são por exemplo o music visualizer no qual a iluminação do teclado é de acordo com as ondas da música.

Em HUE você pode sincronizar outras luzes compatíveis com o HUE que estejam em sua rede para ter uma iluminação totalmente sincronizada. Algumas lampadas da Philips tem essa função porém as mesmas são bem carinhas.

HUEHUE

E por fim a aba Macro onde você pode obviamente criar infinitos tipos de Macros para o seu teclado e posteriormente configurar a tecla de seu gosto. Além de gravar todas as teclas pressionadas ele também pode gravar o movimento e os cliques do mouse caso você queira. Também é possível configurar o atraso para a execução do macro e para renomear os macros basta clicar em cima do nome do mesmo que deseja renomear.

MacrosMacros

Conclusão

Com a atual construção, switches, iluminação, keycaps e o preço sugerido de 899R$ é um pouco difícil recomendar este teclado.

 

Razer BlackWidow 2019Especificações completas
  • Marca: Razer
  • Tipo de switch: Mecânico
  • Switch: Razer Green Switch
  • Anti-ghosting: NKRO
  • Impressão das keycaps: Impressão a Laser
  • Material das keycaps: Plástico ABS
  • Layout: ANSI
  • Tamanho: Full-size ou 100%
  • Possui software?: Sim
  • Possui descanso para pulso?: Não
  • Grava macros?: Sim

Com um mercado cada vez mais competitivo e que vem evoluíndo em questão de qualidade em um ritmo acelerado uma empresa grande e famosa como a Razer deveria ser um exemplo de qualidade aos seus concorrentes, o que infelizmente não é o caso.

Keycaps a Laser em um teclado de 899R$ sendo que há teclados abaixo dos 300R$ como o Redragon Dark Avenger que já usam Double-shot é inaceitável, fora a iluminação com falhas e seus switches que ainda são considerados duvidosos.

Além disso, ainda há os teclados que competem diretamente com ele como o Corsair K95 Platinum, Ducky One e o CM MK750 que são todos superiores ao mesmo e somente 1 deles tem o preço um pouco maior.

Então Razer, vpcês estão no caminho certo e melhorando aos poucos e agora falta trocar suas Keycaps Laser por Double-shot e melhorar a qualidade dos switches ao nível da Cherry/Kailh/Gateron e aí sim vocês estarão de volta ao topo do mercado, porém por enquanto vocês ainda não chegaram lá.

Assista ao nosso último vídeo: