Razer Basilisk Essential, a versão "melhorada" e mais barata do Basilisk Original - 1º REVIEW BR

O Basilisk Essential foi lançado na metade de março de 2019 e vem com melhoras significativas se comparado ao seu antecessor com a principal sendo o preço que é 28% menor.

Por Periféricos Pular para comentários
Razer Basilisk Essential, a versão

O novo Basilisk Essential foi anunciado pela Razer no dia 14/03 e felizmente já estávamos com ele em mãos para testarmos e lhe darmos um review completo.

Ele lançou aqui no Brasil pelo preço sugerido de R$ 299 e é um mouse bem completo com vários botões programáveis além de iluminação completamente RGB e compatibilidade com o novo Software da Razer que é o Razer Synapse 3.

Lembre-se que além de ler este review você também pode assisti-lo logo abaixo, todos os nossos reviews serão sempre postados aqui no site tanto quanto no nosso canal do YouTube, então se inscreva lá!

Visual e Design

O Basilisk Essential é um mouse grande, maior que o G502 e tem suas curvaturas bem suaves e por causa disso acaba favorecendo bastante a pegada Palm porém por ser consideravelmente mais leve que seu irmão mais velho é possível usar a pegada Fingertip, já a Claw é basicamente impossível usar neste mouse.

Ele tem um total de 7 botões, 3 na lateral esquerda e 4 superiores (contando com os botões principais).

Com 95g ele é 10g mais leve que o DeathAdder Elite, sua lateral esquerda é toda emborrachada e tem uma leve curvatura de apoio para o seu dedão da mão assim como a lateral direita.

 Lateral  esquerda mouseLateral esquerda mouse

Ele tem dimensões grandes com 124 mm de comprimento, 75 mm de largura e  43 mm de altura e seu design é claramente pensado na pegada Palm. Tive dificuldades em usar fingertip mesmo com mãos média-grande porém o mouse não ficou de nenhuma maneira desconfortável demonstrado que o design foi bem pensado. Para usuários de Claw esse mouse não vai lhes servir bem, recomendo olhar para outros mouses.

Construção Externa

Algo que sempre vemos com periféricos da Razer e que eles realmente sabem fazer bem é o acabamento externo de seus periféricos.

Ele é construído em um plástico ABS fosco de ótima qualidade e que é bem grosso, algo que sem dúvidas vai fazer diferença após muito tempo de uso e ajudará a manter o visual bonito do mouse.

Construção bem feitaConstrução bem feita

Construção Interna

Para acessar o interior deste mouse é preciso remover 4 parafusos, 3 deles estão abaixo dos pés de teflon (1 em cada pé) e o último está posicionado embaixo do adesivo da garantia da Razer em sua parte superior esquerda. Mesmo que você faça somente um pequeno corte na parte do parafuso é bem provável que sua garantia expirará, então fiquem atentos ao abrir o mouse.

Local dos 4 parafusosLocal dos 4 parafusos

Este mouse vem com um Sensor Pixart PAW 3328 o que me deixou um tanto quanto surpreso considerando o nível de rastreio que o mouse apresentou durante os testes, mais sobre isso na parte de rastreio.

Nos switches principais encontramos switches Omrom 20 Milhões que são bons switches. O decodificador se dá por um modelo genérico sem nomeação o que faz a sua durabilidade em longo termo ser questionável.

Em seus switches laterais encontramos modelos da ChangeFeng e para o botão de DPI um Tactile Square, novamente não é o melhor do mercado e sua durabilidade a longo termo é questionável.

Em geral a construção interna do mouse é bem feita com soldas boas, conectores bem presos e organização decente, o que peca internamente são os componentes utilizados (com exceção dos botões principais Omrom) que não são da melhor qualidade e são usados para cortar custos. Em um mouse de quase 300R$ o que gostaríamos de ver é pelo menos um PMW 3360 ou switches e codificador da TTC que são componentes de altíssima qualidade e que são encontrados em mouses mais baratos de outras marcas como o Logitech G502 RGB que custa 240R$.

Rastreio

Nos testes de rastreio são usados o MouseTester e também o Paint, a metodologia e o teste feito em cada um serão explicados na sequência.

O MouseTester é usado para analisar a qualidade do rastreio do mouse além de verificar se há ou não aceleração no mesmo.

Para fazermos o teste de precisão,nós movemos o mouse de um lado para o outro no mousepad em uma velocidade média e após isso analisamos as imagens.

Já no teste de aceleração, partimos do ponto A com o mouse até o ponto B, e após isso voltamos para o ponto A novamente. Se o mouse rastrear a volta para o ponto A, ele não tem aceleração (uhul), se ele passar do ponto A ele tem aceleração positiva e se não chegar no ponto A ele tem aceleração negativa.

O primeiro teste é o de precisão e considerando que o sensor é um PAW 3328 os resultados são extremamente bons.

 

De 400 a 6400DPI com mínima a pouca distorção é excelente e chegando bem perto de sensores como o PMW 3360. É aqui que vemos que não adianta ter um sensor topo de linha se a implementação do mesmo não for bem feita e felizmente nesse caso ela foi mais que bem feita. Parabéns a Razer pelo trabalho feito aqui, não posso reclamar.

E no teste de aceleração a história se repete com muito pouca aceleração detectada (o mínimo de aceleração negativa).

E no paint podemos ver que o mouse é consistente em suas curvas e não há pixel shifting, mais um ponto positivo para o mesmo.

 Teste de pixel shifting no paintTeste de pixel shifting no paint

Considerando somente o sensor, não há o que reclamar com estes resultados, no entanto temos sempre que contar com o preço na avaliação e é aí que o mouse peca. Se o preço fosse abaixo dos 200R$ eu não teria medo nenhum de recomendá-lo, mas acima dos 240R$ é outra história.

Iluminação

Esta versão do mouse vem com iluminação RGB porém dessa vez o Scroll não é iluminada, somente o logo da marca que é o que dá um visual bem sóbrio ao mouse.

A iluminação do mouse é controlada via Software, Razer Synapse 3, e pode ser modificada a seu gosto.

16.8 milhões de cores disponíveis16.8 milhões de cores disponíveis

Software

O Razer Synapse 3 é o novo programa da Razer que é usada para controlar seus periféricos, seja a parte de iluminação, macros ou outras configurações.

Eu já expliquei uma boa parte de como o programa funciona e todas as opções de personalização que você pode fazer nele no Review do BlackWidow 2019 (adicionar link do BlackWidow), então neste review vou mencionar somentes as opções que são exclusivas do mouse.

Razer Synapse 3Razer Synapse 3

Veredito

Temos em mãos um dos mais novos lançamentos da marca que veio na faixa dos 50USD lá fora e que tem como seus principais competidores o Corsair Glaive, Logitech G502 RGB dentre outros e que todos em sua faixa de preço tem componentes melhores.

 

Razer Basilisk EssentialFicha técnica - Razer Basilisk Essential
  • Data lançamento: 14/03/2019
  • Modelo do Sensor: Pixart PAW 3328
  • Switches principais: OMRON China 20M
  • Switch do scroll: SMD genérico
  • Peso: 95g
  • Taxa de atualização: 1000Hz
  • Possui software?: Sim
  • Botões extra: 2 botões extra
  • Pegada: Palm

Não pensem que este mouse é ruim, pelo contrário, considerando os componentes internos e sua implementação ele é uma boa escolha caso queiram um mouse de grande dimensões, peso não tão grande e confortável. O erro aqui é seu preço, vindo em uma categoria que ele não compete.

Se ele fosse colocado no seu lugar correto que seria na faixa dos 180-230 R$ ele seria um bom concorrente desta categoria, mas a realidade é outra e infelizmente ele acaba perdendo muitas colocações para outros mouses que estão na mesma faixa de preço e alguns até abaixo.

Mencionado acima, pequenas mudanças como o sensor e alguns switches já elevariam a qualidade do mouse considerávelmente e aí sim ele seria uma ótima escolha.

Compartilhe com seus amigos:
Augusto Schweickardt
Augusto Schweickardt Entusiasta por periféricos, hardware e fotografia
FACEBOOK // INSTAGRAM: @augustomullerr //
Quer conversar com o(a) Augusto, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias