Google e Bing juntos contra a pirataria

Sites como Google e Bing aceitaram agir de forma ainda mais rápida, com a finalidade de rebaixar sites com conteúdos pirateados.

Por | @RafaelaPozzebon Internet

A pirataria é um assunto recorrente na internet. Mesmo com todos os recursos que existem, o crime ainda é bastante praticado. No Reino Unido, com a finalidade de que a pirataria não ganhe força, agentes governamentais, Google, Microsoft e representantes da indústria fonográfica uniram-se à luta.

Nesta segunda-feira (20), através de nota, foi divulgado que vários atores concordaram em se unir para a realização de ações de combate ao crime. As práticas deverão ser seguidas por todos.

Google e Bing juntos contra a pirataria
Entidades se uniram para acabar com a pirataria online no Reino Unido. Buscadores como Google e Bing possuem papel fundamental na luta.

Leia também:

Sites como Google e Bing aceitaram agir de forma ainda mais rápida, com a finalidade de rebaixar sites com conteúdos pirateados, bem como compartilhar informações para desenvolver e melhorar o processo de caça a materiais pirateados.

Não curte o BBB? Veja aqui como bloquear todos os conteúdos no Chrome! 

“Também haverá colaboração para melhorar sugestões do (recurso) autocompletar, que pode levar usuários a resultados de busca ilegítimos”, disse a BPI, através de nota. A BPI é responsável pela indústria fonográfica britânica.

A entidade, desde 2011, quando iniciou um programa de notificações a serviços de busca, já acionou o Bing 183,3 milhões de vezes e o Google, 274,8 milhões.

A ideia agora é atingir os internautas, que ao buscarem conteúdos legítimos, acabam encontrando pirataria involuntariamente. De acordo com a BPI, um terço dos sites piratas possuem malwares.

Mais sobre: google, bing, microsoft
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários