Review Monitor Gamer AOC Agon 24.5" | Tudo pela vantagem competitiva

O Agon AG251FZ2 preenche um nicho muito específico do mercado, e talvez ele NÃO seja o monitor que você procura!

AOC Agon AG251FZ2 - 240 Hz com 0,5ms e Freesync!
AOC Agon AG251FZ2 - 240 Hz com 0,5ms e Freesync!

A AOC enviou para a gente testar o monitor Agon de 24.5 polegadas, FULL HD e em incríveis 240 Hz! É um monitor elegante, repleto de entradas e funções interessantes que iremos explorar a fundo nessa review! Existem alguns monitores com esse mesmo nome - o nosso é o AOC Agon AG251FZ2.

  • Tela: TN
  • Tamanho: 24,5 Polegadas
  • Resolução: FULLHD (1920x1080)
  • Frequência: 240Hz
  • Tempo de resposta: 0.5ms
  • Sync: FreeSync e Adaptive-Sync
  • Dimming: LED
  • Contraste: Não especificado
  • Conectividade: 1x HDMI 1.4, 1x Audio P3, 2x Audio Out, 1x Porta de Serviço, 1x DisplayPort 1.2, 1x HDMI 2.0, 1x DVI Dual Link, 1x VGA e 4x USB 3.0
  • Dimensões: 566,6 x 545,2 x 218,2 mm
  • VESA: 100x100
  • Peso: 6,5 Kg

AOC Agon AG251FZ2 - Veja aqui a ficha técnica completa

O público alvo desse monitor são os gamers mais competitivos da cena. Então já vou dizendo logo de cara, se você quer um monitor com as imagens mais nítidas e cores mais vibrantes, não vai encontrar neste painel TN aqui. Entretanto, se você está procurando um monitor com refresh rate altíssima (240 Hz) e tempo de resposta de 0.5ms para ter uma vantagem competitiva em jogos, continue lendo a review!

Sobre painéis TN

Quando o Agon foi lançado, os painéis TN lideravam o mercado de monitores gamers competitivos - só eles eram capazes de atingir altas taxas de atualização de 240 Hz. Mas nos últimos anos, houve bastante desenvolvimento nas tecnologias de painéis IPS e VA, que estão conseguindo atingir tempos de resposta similares aos painéis TN. Eles continuam extremamente velozes e ótimos para jogos competitivos, isso não mudou, mas não são mais os únicos que fazem isso. Existem hoje painéis IPS e VA que fazem tudo que os TN fazem, porém com mais nitidez e cores melhores.

Monitor VA Pichau Athen na esquerda e o nosso Aoc Agon TN na direita.
Monitor VA Pichau Athen na esquerda e o nosso Aoc Agon TN na direita.
A principal vantagem de comprar uma tela TN é o preço (geralmente são mais baratos) e a consistência de velocidade (é bem mais incomum um painel TN apresentar ghosting). Mas isso vem com várias desvantagens, como os angulos de visões péssimos, os contrastes e a cobertura de cores.

Construção Externa e Design

É um monitor de 25 polegadas (24.5 de tela). A construção dele é de plástico com uma enorme base sólida de alumínio em formato "V". O conjunto é bem pesado, então certifique-se de que sua escrivaninha não vai ceder ou curvar sob o peso do monitor.

E esse bonitão aqui?
E esse bonitão aqui?

Um dos pontos positivos é a própria base. Além de ser visualmente atrativa, com um charmoso alumínio escovado, temos controle total sob os ajustes de altura, podendo incliná-lo para cima num ângulo considerável e girar 90 graus para a direita. Ele pode até ser usado como um monitor vertical.

agon girando!
Algumas configurações de altura e inclinação do Agon

Entratanto, se você é daqueles que utiliza o monitor bem perto do rosto, vai ter problemas com o mouse batendo na base. Se esse for você, ou se simplesmente não estiver afim de utilizar a base normal, temos furações 100x100 VESA para pendurá-lo num braço hidráulico ou na parede.

Lembrando, esse não é um monitor IPS ou VA, mas sim TN. Esse tipo de tela é considerada a pior das três para nitidez de imagem e precisão nas cores, mas é a mais "confiável" para providenciar uma taxa de 240 Hz sem ghosting.

O monitor possui a tecnologia AMD FreeSync" que sincroniza o framerate do jogo com o refresh rate da tela, diminuindo os travamentos. Entretanto, se você não estiver usando uma placa de vídeo do "time vermelho", temos a opção de ativar o adaptive sync, no lugar.

A AOC também disponibiliza uma versão desse monitor que é compatível com a tecnologia G-Sync da Nvidia, então preste atenção na hora de comprar - se você tiver uma placa da AMD, compre o com AMD FreeSync. Placa da Nvidia? G-Sync.

Entradas

Outro diferencial é na quantidade e variedade absurda de portas que temos saindo do monitor. Graças a essa incrível variedade de portas, a lista de compatibilidade é enorme - independente do quão antiga é sua placa de vídeo, não vai precisar de adaptadores para conectar neste monitor. Para usufruirmos de taxas de atualização elevadas, é necessário utilizarmos uma de duas entradas: HDMI 2.0 ou Display Port 1.2 - as únicas capazes de entregar a taxa de atualização de 240 Hz. Logo, essa variedade de portas no monitor é um tanto quanto desnecessária - quem que vai comprar esse monitor para jogar em DVI, por exemplo, que só entrega 60 Hz?

.
De cima para baixo: Micro-Usb, entradas para microfone e fone, VGA, Display Port, duas e uma DVI

Temos praticamente um Hub USB embutido dentro do monitor para conectar mouse, teclado, carregar celular, etc. Bem conveniente para setups onde o gabinete fica muito afastado do monitor. Aquele USB amarelinho ali significa que é uma "sleeper port" - continua enviando energia mesmo com o monitor/pc desligado. Útil para carregar seu celular e/ou periféricos enquanto dorme!

.
Entradas de microfone e fone, uma porta USB 3.0 e outra porta USB "sleeper", que continua funcionando mesmo quando o monitor está desligado - útil para carregar periféricos e celulares
.
Três entradas USB 3.0

Som

Temos neste monitor caixas de som embutidas. A qualidade deste áudio é horrível, até o som dos celulares é superior. Eu diria que "quebra um galho" caso você precise mostrar um vídeo ou música para alguém pessoalmente, mas talvez nem pra isso. Não é um ponto negativo tão relevante assim, já que esse é um monitor gamer, e jogos são jogados com headphones!

Um detalhe ridiculamente pequeno mas que faz um mundo de diferença é uma "orelhinha" que sai do lado do monitor para apoiarmos o headset. Todo monitor devia ter isso aqui, é absurdamente útil.

Conveniente alça lateral
Alça lateral para descansar o headset

Performance

A principal vantagem dos paineis TN é que são mais confiáveis para providenciarem taxas de atualizações altas, e é exatamente isso que testamos abaixo!

Ghosting e Overdrive

O termo ghosting é usado para os rastros "fantasmas" que seguem a imagem em monitores LCD com taxas de atualização superiores a 60 Hz.

Já "overdrive" é o termo que a AOC usa para descrever uma espécie de iluminação ao redor de imagens, como ilustrado nas imagens abaixo.

Ghosting e overdrive - Fonte: blurbusters
Ghosting e overdrive - Fonte: blurbusters

A Asus utiliza o termo "Trace Free" e a BENQ usa "AMA" para descrever essa característica. Tanto o ghosting quanto o overdrive são características extremamente indesejáveis, pois prejudicam a clareza nos movimentos da imagem.

Eu notei rapidamente que o Agon não possuia ghosting, mas o teste abaixo me surpreendeu mesmo assim:

.
Flawless victory! Mesmo em 240 Hz, o monitor simplesmente não apresenta ghosting, impressionante!

Gaming

Apesar de ser possível girar até 90 graus, o Agon não foi feito para ser usado como monitor vertical, exibindo planilhas, chat da stream, ou qualquer coisa assim. Também não foi feito para assistir filmes, séries ou YouTube. Ele foi feito para exercer uma função e uma função apenas: jogo competitivo. E é aqui que esse monitor realmente brilha:

É hora do show! (de horrores)
É hora do show! (de horrores, pois nem mesmo com esse monitor eu fico positivo)

Com a taxa de atualização em 240 Hz, 0,5ms de tempo de resposta, freesync ligado - é hora do CS:GO com tudo no low, 4:3, batendo uns 500 FPS. Você tem a real experiência de um jogador profissional. Combine esse monitor com uma internet boa, um mouse e headset decentes e você não tem mais onde colocar a culpa por jogar mal. Tirando, é claro, nos membros do seu time.

Se o seu computador aguenta, eu recomendo adquirir um monitor com taxa de atualização alta e jogar. A diferença é absurda - impossível voltar atrás. Agora, 144 Hz pra 240 Hz tem diferença, mas não é tão perceptível quanto aparenta ser no papel.

Por ser um painel TN, os ângulos de visão são frustrantes. Se você não estiver olhando perfeitamente reto para o monitor, irá notar irregularidades nos tons das cores.

teste
Uma foto da lua 👽
testee
A mesma foto da lua, só que vista de baixo 🤮

Menu de configurações

Essa parte é interessante, temos três formas diferentes de ajustar as configurações da tela. A primeira é a mesma que consta em todos os monitores, são cinco botões na parte inferior do monitor. Simples, mas nada confortável e intuitivo. Na maioria dos monitores, esse é o único jeito de configurar a imagem.

A segunda forma é através de um controle micro USB que plugamos no monitor. É uma forma superior de configurar o monitor, mas nem tanto. Quando eu terminava de configurar o perfil perfeito, acidentalmente apertava um dos três botões de preset de fábrica e resetava todo o meu progresso - isso aconteceu algumas vezes. Frustrante. Também tem o fato de ser mais um objeto e cabo para bagunçar a mesa.

Controle
Controle micro USB

Felizmente a AOC disponibiliza uma terceira forma de navegarmos no menu de configuração, o software G-Menu, que pode ser baixado aqui. Agora sim! Ficou fácil ajustar tudo! E é um menu extremamente completo. Se tiver curioso, clique na galeria abaixo que eu explico brevemente o que cada aba do menu faz.

Na aba “Game mode” podemos selecionar três presets horríveis de fábrica: FPS, RTS e Racing. Abaixo disso, temos a opção de customizar quatro perfis diferentes.
No modo avançado podemos calibrar o monitor. A forma como está calibrado na imagem é como eu o utilizei durante grande parte da review.
Na aba “Game Sync” é possível sincronizar os perfis com abas diferentes no windows e jogos. É interessante para quem usa o computador para trabalhar e jogar, como é o meu caso. Ao tomar conhecimento desse recurso, prontamente configurei um perfil mais agradável aos olhos no navegador e um perfil com cores e brilho mais forte para jogos. Funciona bem.
Na aba LowBlueModes você tem a opção de ativar filtros de luz azul. Essa função só é relevante se você não tiver interesse em utilizar o filtro já embutido no Windows.
A aba Light Fx é responsável pela configuração de luzes RGB, mas, apesar de ser gamer, esse monitor felizmente não consta com nenhuma espécie de iluminação própria.
Nos Eco Modes aparentemente trocamos a opção de brilho, mas no modo “Extended” é até possível customizar o tempo de inatividade que o monitor desliga, variando entre os dias da semana! Nunca vou usar essa função, mas é interessante.
Por último, na aba “Display” temos informações básicas sobre o monitor e algumas configurações gerais do próprio software.

Comprar ou não?

E aí, vale a pena comprar? Se você conseguir encontrar esse monitor por menos de dois mil reais, a coisa fica interessante. Nessa faixa de preço ele compete com vários outros monitores de qualidade, até da própria AOC, com o modelo Legend, que tem uma tela maior, 27 polegadas, curva e com painel VA - apresentando uma imagem maior e melhor que a tela do nosso Agonzinho. Você só precisa checar reviews e ver a questão do ghosting que falamos anteriormente.

Outra opção interessante é o Asus Tuf e o Acer Nitro, ambos modelos de 27 polegadas, 165 Hz, 1 milissegundo de tempo de resposta e painel do tipo IPS.

Entretanto, se você não aguenta mais painéis VA e IPS com ghosting, e faz questão de jogar competitivo em 240 Hz, o AOC Agon não vai te deixar na mão.

Perguntas frequentes

O AOC Agon 24.5 tem qual painel?

Ele possui uma tela TN, ideal para jogos competitivos.

Qual o melhor monitor gamer painel TN?

O Aoc Agon AG2511FZ2 é um forte competidor. Confira nossa review.

O AOC Agon 24.5 é bom?

A imagem dele não é das melhores, mas para jogos competitivos, funciona muito bem.

O AOC Agon 24.5 tem suporte para montar na parede?

Sim, possui furações 100x100.

Adeus Google Pay; Olá Google Wallet no Android 13; Entenda

Comentários
Minha foto
Insira um comentário