Instagram Direct será integrado ao Messenger, diz Bloomberg

O dono do Facebook já havia anunciado ano passado seu plano de integrar todas suas quatro redes sociais (Facebook, Messenger, Instagram e WhatsApp). Instagram e Messenger serão as primeiras.

Por Instagram Pular para comentários
Instagram Direct será integrado ao Messenger, diz Bloomberg

O Facebook anunciou recentemente que fará uma mudança no modo em que seus usuários trocam mensagens. A ideia é unir o Instagram Direct e o Messenger, dessa forma, usuários conseguem trocar mensagens entre os dois aplicativos. 

Explicando melhor, a ideia de Mark Zuckerberg é fazer com que uma pessoa consiga, pelo Direct do Instagram, enviar uma mensagem para alguém que está usando o Messenger do Facebook. Esse é o plano a curto prazo, mas já faz meses que Zuckerberg anunciou que pretende fazer isso com os quatro aplicativos da empresa (Facebook, Messenger, Instagram e WhatsApp).

A informação foi dada pela Bloomberg, que teve contato com pessoas envolvidas nesses planos. Ainda segundo a empresa, essa mudança que deverá ocorrer em breve não vai alterar o visual do Direct do Instagram, apenas modificar como ele funciona. 

Instagram, Messenger e WhatsApp devem sofrer alterações em breve, sendo o Instagram e o Messenger os primeiros. 

A justificativa por parte de Zuckerberg é aprimorar a privacidade de seus usuários, além de tornar os apps mais convenientes. O Facebook pretende criptografar todos os seus serviços de bate-papo, fazendo com que eles sejam privados e não fiquem armazenados nos servidores do Facebook - algo que apenas o WhatsApp faz atualmente. 

Outra mudança anunciada pelo dono do Facebook recentemente foi a alteração dos nomes do Instagram e WhatsApp. Zuckerberg quer que os apps tenham seu nome seguido de "do Facebook", como forma de mudar sua marca externa. Além disso, fontes internas comentaram que os endereços de e-mail foram alterados de @whatsapp.com ou @instagram.com para @facebook.com.

Lista de demissões

Segundo a Bloomberg, esse planejamento de Zuckerberg tem gerado uma enorme tensão dentro do Facebook, uma vez que os funcionários do Instagram e WhatsApp agora respondem diretamente a ele. 

Já é sabido que tanto os co-fundadores do Instagram, Kevin Systrom e Mike Krieger quanto os fundadores do WhatsApp deixaram a empresa ano passado. As justificativas são problemas com Zuckerberg.

Resta agora aguardar para saber se todo esse esforço valerá a pena.

Fonte: bloomberg

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários