Mark Zuckerberg anuncia a integração entre Instagram, Messenger e WhatsApp

Envolvido em escândalos sobre vazamento de dados, agora, Mark Zuckerberg aposta na integração do WhatsApp, Instagram e Messenger, para permitir que os contatos de um app sejam acessíveis nos demais.

Por Aplicativos Pular para comentários
Mark Zuckerberg anuncia a integração entre Instagram, Messenger e WhatsApp

Na última quarta-feira (06) Mark Zuckerberg, presidente executivo e fundador do Facebook, anunciou que as mensagens via Instagram Direct, Facebook Messenger e o WhatsApp serão integradas.

O executivo deixou claro que será implementada essa mudança dentro dos próximos anos e que será conduzida com base em seis princípios, que regem sistemas de encriptação, segurança, interações privadas, redução de tempo online sobre publicações compartilhadas, segurança de dados e interoperabilidade.

Zuckerberg em um comunicado ressaltou "As pessoas querem poder escolher qual serviço utilizar para se comunicar. Hoje, entretanto, se você quiser enviar uma mensagem para alguém no Facebook, é preciso usar o Messenger. No Instagram, é necessário o Direct. No WhatsApp, é preciso que a outra pessoa também tenha o app. Queremos dar às pessoas a chance de escolher. Sendo assim, elas podem falar com seus amigos de todas as redes sociais utilizando qualquer aplicativo que preferirem".

Vazamento de Dados

Vale ressaltar que a rede social esteve envolvida em março de 2018 no escândalo de vazamentos de dados pela empresa de consultoria britânica Cambridge Analytica, a qual se utilizou de um aplicativo para ter acesso a milhões de dados de usuários, sem o consentimento dos mesmos e ainda, com objetivo político.

Mark Zuckerberg
Mark Zuckerberg

Alguns meses depois, mais precisamente em outubro, o Facebook novamente esteve envolvido no vazamento de dados de usuários. Neste caso, hackers teriam acessado mais de 30 milhões de contas da rede social, tendo acesso aos dados pessoais deste usuários.

Aplicativos

Zuckerberg não mencionou sobre a possibilidade de fundir os aplicativos, pelo contrário, ressaltou que pretende aperfeiçoar tanto o WhatsApp quanto o Messenger. "Daqui a alguns anos, espero que versões futuras do Messenger e do WhatsApp se tornem as principais formas como as pessoas se comunicam no Facebook. Estamos focados em fazer esses dois apps mais rápidos, mais simples, mais privativos e mais seguros, incluindo o uso de criptografia de ponta a ponta."

Contudo, agora, vamos aguardar pela integração entre o Messenger, o WhatsApp e o Instagram Direct para vermos quais serão as novas medidas adotadas na prática.

Na sua opinião, essa mudança será benéfica?  Deixe seu comentário.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários