TeenSafe: App que monitora adolescentes tem milhares senhas vazadas

Os dados contam também com senhas para o Apple ID da criança.

Por Aplicativos Pular para comentários

De acordo com uma reportagem publicada no site "ZDNet" no domingo (20) revela que o TeenSafe, um aplicativo voltado para o monitoramento de adolescente para iOS e Android, teria vazado senhas de milhares de contas de pais e filhos.

O fato teria acontecido em ao menos dois servidores utilizados pela empresa detentora do aplicativo, diz Robert Wiggins, pesquisador de segurança do Reino Unido que cuida de exposição de dados públicos.

A empresa teria deixado os seus servidores, hospedados na nuvem da Amazon, desprotegidos e ainda acessíveis por qualquer pessoa sem a necessidade de uma senha.

O banco de dados deles armazena o endereço de e-mail do pai (ou da mãe) associado ao endereço de e-mail da Apple ID do respectivo filho. Para completar, ainda consta o nome do aparelho do menor de idade, que no geral é o nome da criança e um número identificador do celular.

Os dados contam também com senhas para o Apple ID da criança. Pois o aplicativo exige que a autenticação de dois fatores do iOS seja desativada. Assim sendo, alguém de posse desses dados precisaria apenas usar as credenciais para conseguir entrar em contato com a criança e acessar o conteúdo pessoal do celular.

TeenSafe: App que monitora adolescentes tem milhares senhas vazadasTeenSafe: App que monitora adolescentes tem milhares senhas vazadas

A reportagem não menciona se o mesmo ocorre com usuário Android, ou seja, se houve um vazamento de senhas das contas Google dos pais e dos filhos.

Vale mencionar que o aplicativo para adolescentes TeenSafe se autodenomina como um app de monitoramento "seguro" que permite aos pais a visualização de mensagens de texto e localização dos seus filhos, além de monitorar para quem estão ligando, histórico de navegação e também descubram os aplicativos que foram instalados.

Após o alerta da ZDNet, ambos os servidores foram desconectados.

"Nós tomamos medidas para fechar um dos nossos servidores ao público e começamos a alertar os clientes que poderiam ser impactados", disse um porta-voz da TeenSafe ao site.

A empresa ainda recomendou que os pais que utilizam o serviço troquem imediatamente as senhas e ainda desinstalar o aplicativo.

Mais sobre: segurança, apps, android
Compartilhe com seus amigos:
Rafaela Pozzebom
Rafaela Pozzebom Graduada em Letras pela UFSM e especialista em Tecnologias da Informação e da Comunicação aplicadas à educação
FACEBOOK //
Quer conversar com o(a) Rafaela, comente:
Carregar comentários
Quantos celulares a Motorola tem em linha?
5(14,86%)
10(58,14%)
15(11,47%)
20(7,53%)
26(8,01%)