Resultados financeiros da Samsung mostram queda de 56% nos lucros

Mesmo com o relatório de vendas registrando queda nos lucros da Samsung, a empresa continua no topo do pódio no segmento de smartphones, mantendo Huawei, Apple, Motorola, Xiaomi, todas para trás.

Por Tecnologia
Resultados financeiros da Samsung mostram queda de 56% nos lucros

O relatório de lucros da Samsung para o período de abril a junho está dentro do previsto pela empresa. Isso pode parecer bom, a empresa acertou em suas projeções, mas isso aponta para um período ruim. 

A queda registrada foi de 56%, percentual altíssimo até mesmo para a Samsung. Mais notavelmente, essa queda corresponde ao lucro de US$5,56 bilhões. Para fins de comparação, no segundo trimestre de 2018, a empresa obteve lucros de US$13,3 bilhões.

Além disso, o segmento de telefonia móvel teve uma queda de 42% no lucro devido às fracas vendas no setor principal, apesar do aumento no total de embarques de smartphones. A receita aumentou 8% graças às sólidas vendas dos modelos de gama intermediária da sua nova série A. 

Samsung - Grfico comparativo 2018 / 2019 - Vendas e Lucro Operacional
Samsung - Gráfico comparativo 2018 / 2019 - Vendas e Lucro Operacional

O mercado estagnado de semicondutores é outro obstáculo que a Samsung teve que enfrentar durante o período. A fraca demanda e os preços em queda no mercado de chips de memória resultaram em receitas de US$13,6 bilhões, em comparação com US$18,59 bilhões do ano passado.

Olhando para o futuro, a Samsung prevê um período de recuperação para seu segmento de semicondutores que se encaminham para o segundo semestre de 2019, com o aumento da demanda por componentes NAND e DRAM.

Por outro lado, o segmento de displays da Samsung, que é outro produto básico em seu portfólio, alcançou US$ 6,64 bilhões em lucros, acima dos US$4,79 bilhões no segundo trimestre de 2018.

A alta demanda por painéis OLED na indústria móvel e a busca por painéis de display mais finos são bons sinais para a Samsung se posicionar no segundo semestre de 2019.

Dá pra perceber que a empresa se mantém sólida, por ter produtos em diversos segmentos de mercado. Se às vendas de smartphones caem, o segmento de displays cresce cobrindo os problemas. 

Vale lembrar que a Samsung acaba de lançar o Galaxy Tab S6, se prepara para lançar um novo smartwatch e ainda seu novo topo de linha, o Galaxy Note 10. Além disso, ainda mantém a liderança no segmento de smartphones.

Recomendação do editor:

Compartilhe com seus amigos: