Waymo testa Wi-Fi em táxis sem motorista esperando por vantagens que podem ultrapassar rivais

O Waymo está apresentando mais ferramentas para atrair os passageiros a usarem seus táxis autônomos, criando uma rota potencial para a lucratividade em uma indústria deficitária.

Por Tecnologia Pular para comentários
Waymo testa Wi-Fi em táxis sem motorista esperando por vantagens que podem ultrapassar rivais

A subsidiária Alphabet Inc. está testando o Wi-Fi de cortesia em sua "robotaxis" em Phoenix, Arizona, onde centenas de minivans idênticas e sem motoristas carregam passageiros desde dezembro.

No final de abril, a Waymo lançou streaming de música sem anúncios para passageiros por meio do Google Play Music.

A Waymo também atraiu as famílias com vantagens não tecnológicas: instalou uma cadeirinha infantil em cada minivan e garantiu que os veículos chegassem a uma temperatura de 22 graus celsius no calor do deserto do Arizona. 

O objetivo é persuadir, atrair os passageiros de que o serviço da empresa, apelidado de Waymo One, é menos estressante do que dirigir seus próprios carros ou andar com seus rivais. Motoristas falantes ou mal-humorados e veículos que variam em tamanho e limpeza são as principais queixas entre os fãs dos aplicativos.

"Quando pressiono o botão do Waymo, sei exatamente o produto que estou comprando", disse Jordan Ranous, 26 anos, analista do banco de Phoenix que disse que faz quatro viagens de ida e volta para Waymo todas as semanas.

A cidade de Chandler, a cerca de 32 km a sudeste de Phoenix, no mês passado, começou a permitir que os funcionários utilizassem o Waymo para viagens relacionadas ao trabalho, com o objetivo de aumentar a produtividade dos trabalhadores.

O desafio do Waymo é provar que a hospitalidade e a conectividade podem gerar lucros. O Waymo atualmente cobra taxas comparáveis ​​às do Uber e do Lyft, cuja dependência de tarifas acaba causando prejuízos às empresas.

Consultoria lista as top 10 empresas no segmento de veículos Consultoria lista as top 10 empresas no segmento de tecnologia para veículos autônomos

A Waymo, foi considerada a empresa mais avançada do mundo no desenvolvimento de tecnologias para veículos autônomos. O ranking da consultoria Navigant Research analisou as principais empresas do segmento e listou as mais desenvolvidas em projetos de carros autônomos, veja: 

  1. Waymo
  2. GM Cruise
  3. Ford
  4. Aptiv
  5. Intel-Mobileye
  6. Volkswagen
  7. Daimler-Bosch
  8. Baidu
  9. Toyota
  10. Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi

A eliminação de motoristas reduziria os custos de mão de obra. Serviço consistente e de qualidade pode permitir que a empresa cobra tarifas mais altas, enquanto a transmissão de música, internet e vídeo pode gerar taxas extras ou vendas de anúncios.

Analistas de investimento de Wall Street estimaram o valor da Waymo em mais de US$100 bilhões, presumindo que os serviços internos contribuam com receita.

"Aqueles que vencerem este espaço terão a solução mais conveniente e a melhor experiência", disse Mark Boyadjis, líder global em tecnologia automotiva da empresa de pesquisa IHS Markit.

A Waymo informou que seu principal negócio é cobrar por passeios, e não por publicidade. O fornecimento de vantagens de "personalização" cria uma sensação de liberdade, disse ele.

Atualmente a Waymo está fazendo testes de uso do Wi-Fi em suas minivans Chrysler Pacifica, dentro de uma cobertura de 100 milhas quadradas ao redor de Phoenix e com cerca de 1.000 usuários testando o serviço. No entanto essas pessoas ainda não podem fazer declarações sobre suas experiências de conexão. 

Dois usuários do serviço, informaram à Reuters que eles notaram pela primeira vez panfletos com instruções de uso do Wi-Fi nas vans em abril. Talvez os testes sirvam somente para determinar o quanto a introdução do Wi-fi como serviço adicional vale a pena dentro da viagem dos usuários, visto que praticamente todos possuem pacotes de dados em seus smartphones.

Entretanto, com o uso do Wi-fi os usuários do Waymo poderiam trabalhar em seus notebooks ou transmitir vídeos assim que a empresa permitisse viagens mais longas.

A empresa foi questionada sobre quando os testes de Wi-Fi começaram, suas velocidades de internet ou seus provedores, mas não se pronunciou a respeito. Mas afirmou que sua rede não tem restrições de uso e que qualquer dado coletado é regido por sua política geral de privacidade.

Um grande diferencial do serviço é configuração idêntica de cada van, que pode acomodar três adultos e duas crianças. Um assento de carro infantil é instalado na fileira de trás; um assento de elevação está por perto, se necessário. Os cabos de carregamento estão prontos para o uso.

Compartilhe com seus amigos:
Bernardo Silva
Bernardo Silva Louco por tecnologia, amo velocidade e sou apaixonado por comida.
FACEBOOK // INSTAGRAM: @androidplaceblog // TWITTER: @bgssilva
Quer conversar com o(a) Bernardo, comente:
Minha foto
    Últimas notícias de Tecnologia