Smartphone será usado pela primeira vez como meio de votação nos Estados Unidos

De acordo com a CNN, para conseguir votar através do aplicativo será necessário fazer um registro utilizando uma foto da carteira de identidade e ainda um vídeo no estilo selfie com o rosto.

Por Tecnologia Pular para comentários
Smartphone será usado pela primeira vez como meio de votação nos Estados Unidos

Os cidadãos dos Estados Unidos terão uma novidade neste ano em relação às eleições. Por lá, será possível, pela primeira vez, votar através do smartphones.

O voto será feito através do app Voatz, que usa blockchain combinado com reconhecimento facial, para garantir que a votação seja segura e também anônima. A novidade chega como um modo de facilitar o método de votação. Vale mencionar que nos Estados Unidos o registro é burocrático, e como a votação é facultativa, muitos eleitores desistem de votar.

De acordo com a CNN, para conseguir votar através do aplicativo será necessário fazer um registro utilizando uma foto da carteira de identidade e ainda um vídeo no estilo selfie com o rosto.

Os dados em questão serão enviados para o aplicativo, e com isso irão garantir que quem está votando é mesmo a mesma pessoa que fez o registro.

Smartphone será usado pela primeira como meio de votação nos Estados Unidos.Smartphone será usado pela primeira como meio de votação nos Estados Unidos.

O serviço não poderá ser usado por todos os cidadãos. Em alguns locais como a Virgínia Ocidental, por exemplo, as pessoas não terão acesso ao recurso. Para completar, os militares que estão fora do país também não terão o serviço a disposição.

O serviço é novo e por isso, já estão surgindo dúvidas sobre a sua segurança. O chefe de tecnologia do Centro de Democracia e Tecnologia Joseph Lorenzo, por exemplo, se manifestou sobre o assunto.

Segundo ele, a "votação mobile é uma ideia terrível". Em uma entrevista por e-mail ele disse que ainda que "as pessoas votando pela internet em seus dispositivos horríveis do ponto de vista de segurança, por meio de nossas redes horríveis e para servidores difíceis de se manterem seguros sem um registro físico em papel do voto", sendo uma receita pronta para o desastre.

E você, acredita que essa seja a tendência de votação em outros países também?

Compartilhe com seus amigos:
Rafaela Pozzebom
Rafaela Pozzebom Graduada em Letras pela UFSM e especialista em Tecnologias da Informação e da Comunicação aplicadas à educação
FACEBOOK //
Quer conversar com o(a) Rafaela, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias de Tecnologia