A Apple voltou a crescer no cenário brasileiro e agora ameaça o território conquistado pela Motorola. Assim como a Samsung, a dona da linha Moto G já está há muito tempo consolidada no topo de vendas no Brasil, mas começou a cair desde fevereiro por um motivo até então desconhecido. A Apple, por sua vez, vive de altos e baixos mas agora pode finalmente chegar ao segundo lugar do mercado, atrás somente da Samsung.

Apple pode ultrapassar Motorola no mercado brasileiro

De acordo com a StatCounter, no mês de agosto, a Motorola fechou o balanço com um percentual de 22,16% e a Apple tinha 16,7% — a menor diferença entre as duas empresas até então. Agora, no fim de outubro, a diferença é ainda menor, já que a Motorola caiu para 20,15% e a Maçã detém 19,22%. Ou seja, apenas 0,93% separam as duas empresas no ranking brasileiro.

A Samsung também vem sofrendo com uma queda no volume de vendas desde maio deste ano, quando tinha 43,44%. Entretanto, a sua depreciação é bem menor e não coloca em risco a sua soberania no mercado brasileiro, já que em outubro a empresa defende um percentual de 40,74%.

Realme segue em sétimo lugar

Conforme destacamos no mês passado, a grande surpresa no mercado brasileiro é a chegada da Realme no top 10. A empresa chegou ao país em janeiro de 2021 e projetou sua entrada no ranking dentro dos próximos dois anos. Assim como no mês passado, a Realme ocupa a sétima colocação e possui atualmente uma faixa de 0,23% de todo o mercado brasileiro.

Quais as maiores empresas de celulares no Brasil?

Com os resultados de outubro, veja o ranking das 10 maiores fabricantes de celulares em atividade no Brasil:

Ranking Empresa %
1 Samsung 40,74
2 Motorola 20,15
3 Apple 19,22
4 Xiaomi 13,03
5 LG 4,19
6 ASUS 0,87
7 Realme 0,23
8 Huawei 0,16
9 Nokia 0,2
10 Outras 0,63

Apple e Xiaomi seguem na disputa pelo terceiro lugar

Se viajarmos no tempo até outubro de 2021, o cenário é praticamente o mesmo de hoje, com uma ressalva para o tamanho da diferença entre Apple e Motorola. Naquela época, a Motorola tinha uma percentual bem próximo ao de hoje, com 21,79%. Mas a gigante de Cupertino tinha apenas 14,03%. Isso mostra que a Aple tem demonstrado maior crescimento que a Motorola, embora ainda seja a 3ª colocada no rankin.

Veja o gráfico com os resultados de 2022:

Histórico de 2022

Fonte: StatCounter

Qual a marca do seu celular? 33,40% 21,97% 10,29% 25,65% 8,69%