Redmi Note 7 Pro com apenas três meses de uso pega fogo na Índia

Um novo caso envolvendo smartphone da Xiaomi que pegou fogo foi registrado. Desta vez, o problema aconteceu com um Redmi Note 7 Pro que tinha apenas três meses de uso.

Redmi Note 7 Pro com apenas três meses de uso pega fogo na Índia

No mês passado, um Redmi Note 6 Pro pegou fogo em um centro de reparo na Índia. Agora, outro smartphone da Xiaomi entrou em combustão espontânea: o Redmi Note 7 Pro. Curiosamente, esse novo incidente aconteceu no mesmo país.

De acordo com informações recolhidas pelo TechRadar, este aparelho pertencia a Vikesh Kumar e foi comprado em dezembro de 2019, ou seja, ele tinha apenas três meses de uso.

O proprietário informou que seu Redmi Note 7 Pro nunca apresentou qualquer tipo de problema, mas no dia do ocorrido, ele começou a esquentar bastante no bolso. Ao retirar o smartphone, o rapaz notou que o mesmo já estava soltando fumaça e, imediatamente, o jogou no chão. Poucos segundos depois, o aparelho pegou fogo, mas felizmente ninguém se feriu.

Após todo esse problema, Vikesh entrou em contato com a Xiaomi, mas a resposta da empresa decepcionou bastante. Ele disse que o setor responsável acreditava que seu Redmi Note 7 Pro sofreu alguma avaria antes da explosão, algo que causou danos na integrante da bateria. No entanto, Vikesh afirmou que o aparelho estava em perfeitas condições e sempre usou o carregador original.

Até o momento, a Xiaomi não tomou uma decisão com relação a esse caso, mas vale lembrar que a fabricante chinesa agiu de forma semelhante quando um Redmi Note 7S pegou fogo, não ativando a garantia e alegando que o incidente aconteceu por danos externos. Isso certamente tem "manchado" a credibilidade da marca, principalmente se levarmos em consideração que problemas como esse apareceram com uma certa frequência nos últimos meses.

Via

Samsung Galaxy M53 5G: dá uma olhada nesse celular!

Comentários
Minha foto
Insira um comentário