Review Zenfone 6 - O melhor da ASUS a partir de R$ 2699

Analisamos o Zenfone 6 da ASUS, lançado hoje no Brasil. Um telefone com inovação no sistema de câmeras, hardware potente, tela completa na frente com bom preço. Confira o nosso review completo.

Por Reviews de smartphones 2 comentários
Review Zenfone 6 - O melhor da ASUS a partir de R$ 2699

O Zenfone 6 chegou, para mim ele foi uma evolução tão grande quanto o Zenfone 3 foi para o 2. De fato estamos lidando com o melhor que a ASUS já produziu. Software limpo, inovação no sistema de câmeras, uma linda tela e performance de topo de linha. São esses os atributos que enalteço no review do Zenfone 6 aqui do Oficina da Net.

Sério mesmo pessoal, lembro da mudança drástica que o Zenfone 3 foi para o Zenfone 2. O design em vidro elevou a qualidade de construção do aparelho, no Zenfone 6 a mudança drástica se dá pela tela frontal sem nenhuma obstrução, sistema de flip da câmera que permite você ter mesma qualidade de sensores fazendo selfie ou fotografando de forma normal, além da performance carregada pelo Snapdragon 855 e 8GB de memória RAM.

NOTA

9.1

ASUS Zenfone 6

Prós
  • Inovação sistema de câmeras
  • Qualidade das fotos e vídeos
  • Estabilidade do vídeo
  • Frente com tela completa
  • Hardware topo de linha
  • Performance
Contras
  • Falta de sensor de impressões digitais sob a tela
  • Falta de proteção contra água
  • Aquecimento no flip quando utilizado por longos períodos

Assista o review em vídeo:

Design

A ASUS pulou os círculos concêntricos característicos que sempre empregava, desta vez trouxe algo mais metalizado. A cor do exemplar que recebemos é chamada de Silver, prata para os mais chegados.

Ele tem as bordas arredondadas na parte de baixo, ainda a peça de metal que envolve o telefone tem cortes nos cantos que proporcionam uma boa sensação tátil, uma pena essa pegada muito legal ser totalmente desperdiçada com o uso da capa de acrilico que acompanha o kit. A case de proteção é rígida, ao receber uma notificação em modo vibratório, ela faz uns barulhos realmente altos.

Cortes nas laterais
Cortes nas laterais

Não é uma capa de silicone justamente por não envolver todo o smartphone por conta do flip da câmera. Ela é transparente, durante nossos testes não sujou ou amarelou por provavelmente falta de tempo, mas existem no mercado diversos outros modelos que você pode comprar.

Case de acrílico do Zenfone 6
Case de acrílico do Zenfone 6

Na parte traseira do telefone está lá a flip câmera, um conjunto motorizado que rotaciona para cima quando você deseja ativar a câmera frontal, já falarei sobre ele. As duas câmeras ficam posicionadas lado a lado, separadas pelo dual flash led. Essa combinação parece o rosto de um robô, ou pessoal da internet que nomeou os olhos da coruja, em alusão ao Zenny, coruja personagem da fabricante.

As câmeras do Zenfone 6
As câmeras do Zenfone 6

Fora desse conjunto flip, temos o sensor de impressões digitais na traseira do telefone. É uma posição boa, quando o telefone estiver levantado, sob a mesa é ruim demais.

Sensor de impressões digitais no Zenfone 6
Sensor de impressões digitais no Zenfone 6

A ASUS pecou em não colocar o sensor sob a tela, como já vimos em diversos aparelhos, inclusive mais baratos que o Zenfone 6 como o A50 da Samsung. Já me acostumei muito em desbloquear o telefone com sensor na frente, e por não contar com lentes de câmera na face frontal, o aparelho não tem reconhecimento facial, o que torna o sensor de impressões digitais a única forma de desbloqueio rápido. Tive que a grande maioria das vezes desbloquear o telefone usando o método PADRÃO. Foi um ponto fraco. O sensor funciona bem e está posicionado de forma adequada quando utilizado na mão, então pelo que o telefone se propõe, pecou em não trazer a impressão digital sob a tela.

No mais, eu garanto que se você comprar essa cor prata vai curtir muito o telefone, não que a outra cor não seja legal, ela também é, mas o gradiente que vemos no detalhe dá um ar legal futurista para o telefone.

Zenfone 6 - botões laterais
Tela do Zenfone 6
Zenfone 6 - botões laterais

Outra novidade no Zenfone 6 é o botão específico para o Google Assistente. Ele fica localizado no lado onde estão todos os botões e pode ser personalizado pelas configurações. Esse botão também é responsável por tirar as fotos enquanto a câmera estiver aberta, visto que os botões de volume são utilizados para o controle do flip. Confesso que ao tirar uma selfie você precisa posicionar a mão mais para cima do telefone, não é algo que seja incomodativo, mas não é costumeiro de minha parte fazer isso, geralmente a mão fica posicionada para o polegar alcançar o botão de baixar o volume. É questão de costume, pois você vai precisar interagir com os três botões para controlar toda a câmera flip e tirar fotos.

A gaveta de cartões não é híbrida, portanto você poderá colocar dois cartões SIM e o MicroSD para aumentar o espaço juntos. Ele suporta cartões até 2TB.

Hardware e performance

O Zenfone 6 foi projetado para trazer o que há de melhor em termos de hardware, principalmente no core do produto. Ele chega rodando o processador Snapdragon 855, melhor processador da Qualcomm, com 8GB de memória RAM e 256GB de armazenamento interno. É uma versão mais completa do Zenfone 6, certamente a mais cara também, porém é um conjunto muito bom, principalmente se você pensar em criar conteúdos em vídeo, o armazenamento aí é suficiente para manter por bastante tempo os vídeos originais.

Tela sem entalhe

Contamos aqui com uma tela de 6.4 polegadas, FULLHD+, de tecnologia IPS, certificação DCI-P3. É um painel IPS bom, com cores vivas e por padrão ela vem com equilíbrio de cores muito saturadas, aconselho ir nas configurações e no Splendid colocar o modo de cores para Padrão. A tela ficará menos vibrante, porém ao visualizar uma foto sua tirada com o Zenfone 6 não vai parecer super saturada a imagem.

Tela do Zenfone 6
Ajuste de áudio no Zenfone 6

A tela ocupa 92% da face frontal do aparelho. Os outros 8% são bordas em todos os cantos, principalmente na parte de baixo do telefone.

Ela tem proteção Gorilla Glass 6, atualmente empregada em diversos aparelhos.

Minha sensação de usar telas sem nada incomodando foi muito melhorada após ter o Zenfone 6 e o Galaxy A80 como produto de uso diário. Sinceramente a ideia de jogar ou mesmo consumir vídeos sem nada por atrapalhar é muito legal. Só quem experiencia pode confirmar o que estou falando.

As bordas, principalmente a maior na parte de baixo ainda não é a experiência completa de tela, mas o Zenfone 6 está um passo à frente dos aparelhos que esse ano usaram notch em qualquer formato.

Câmeras

Eis aqui o ponto que a ASUS sempre trabalhou forte, no Zenfone 6 temos um conjunto de duas lentes, a principal de 48MP, sensor Sony IMX 586, topo de linha da Sony, com abertura f/1.79. E outro sensor de 13MP ultrawide com abertura f/2.4.

Vamos lá então começar com o sensor principal e tudo que eu falar de agora em diante vale tanto para câmera traseira quanto para a frontal, visto né, que ela gira.

A começar pelas fotos, você verá aqui uma sessão de fotos feitas na Oktoberfest de Santa Cruz do Sul, no RS, nossa cidade sede. É legal ver pois fui no evento à noite e no outro dia tinha o desfile temático, então poderá ver a câmera em ação nas diversas condições de luz, mostrando todas as evidências de cores e muito mais. Enquanto eu vou falando, você vai vendo algumas fotos aí que fiz com ele.

Minha análise é que as cores até se equilibram bem, mas o filtro de saturação passou um pouco do ponto, poderia ser mínima coisa menos para tornar as cores quase que perfeitas. A nitidez da captura das imagens está excelente, a iluminação em sombras é muito bem equilibrada com o HDR aprimorado, sem dúvidas você pode facilmente pegar a imagem que saiu da captura e jogar em suas redes sociais sem filtro algum.

Isso durante o dia né? Vamos agora para a análise de imagens durante a noite. A noite que sofremos um pouco em ambientes não tão bem iluminados, principalmente no sensor ultrawide. Ele de fato é pior que o sensor principal, e 2019 ainda não foi o ano em que as fabricantes deram tanta atenção assim para esse sensor que considero tão importante quanto o principal. Você pode ver aí nas fotos da roda gigante que a qualidade não deixa a desejar, pelo contrário, gostei bastante desta foto na ultrawide, mas agora veja alguns exemplos onde a queima de pixels foi grande, mesmo na imagem com mais luz. Tudo bem, como já falei, o sensor ultrawide não foi o foco de câmeras, ele está lá para usar e servir como melhora no modo retrato. Já o sensor principal podemos elogiar o trabalho das imagens noturnas, o contraste de cores, a nitidez e pouca queima de pixels tornam a foto noturna do Zenfone 6 muito melhores do que o Zenfone 5 e 5Z. Tô falando aqui de fotos point and shoot, apenas o HDR ativo e deixa por conta do software resolver os problemas dele.

Moto Noturno

O modo noturno dela não é aquele que torna dia a noite. O modo do Zenfone 6 chamado de Noite, está mais para o que os olhos conseguem ver. Ela foca onde tem luz, e tenta dar a melhor qualidade em nitidez no ponto focal. O que estiver ao redor pode ficar pixelizado, mas em fotos que fizemos dentro do estúdio com luz controlada, ele entregou fotos muito boas em pontos de luz, mas em foto mais distante, pegando ambiente maior, ela queimou pixels. Veja agora algumas fotos aí e tire suas conclusões também.

Panorama automático

O panorama nunca foi tão fácil, é só apertar o botão de capturar e esperar a câmera do Zenfone 6 fazer o resto. Ela vai girando e capturando tudo ao redor, formando o panorama final.

Vídeos

Esse pra mim foi o ponto mais forte das câmeras do telefone, por gravar em 4K a 60 frames com a estabilidade que a ASUS impôs no sensor principal, de fato me deixou bastante entusiasmado com o telefone. Os criadores de conteúdos que comprarem ele vão realmente se impressionar e ter um produto muito legal para gravar se assistir ao mesmo tempo. Você pode olhar aí nos vídeos que produzimos com ele, a qualidade de imagem é muito boa, totalmente estabilizada a ponto de parecer que quando estava caminhando, tinha um gimbal acoplado no telefone. Como já falei, esse foi o ponto que mais gostei no conjunto de câmeras.

Uma pena não poder alternar entre câmeras durante a gravação, se você iniciar a gravação com sensor principal, não pode alternar para a ultrawide sem desligar o vídeo.

Mecanismo FLIP

O mecanismo de flip é bom para vídeos também, a ASUS empregou um método de fixar um objeto e a câmera acompanhar ele. No percurso dos 180º que a câmera cobre, você pode focar em uma pessoa a quando ela se mover, o telefone automaticamente move o flip acompanhando o rosto da pessoa ou objeto que você focar. Uma feature muito legal aproveitada pelo recurso do flip da câmera.

GCam funciona?

Sim, é possível instalar a Gcam no Zenfone 6, e utilizar ainda os recursos do flip. A ASUS implementou sob os softwares terceiros o mecanismo de giro das câmeras. O sistema entende quando a api das câmeras é requisitada e ativa os botões para você programar o ângulo de visão ou mesmo alternar de trás para frente.

Diferencia muito a gcam da câmera da ASUS? Vou dizer que somente em locais mais escuros, o granulado das fotos fica menos evidente na gcam. São pequenos detalhes que ao publicar em redes sociais você sequer verá diferença.

Bateria

Outro ponto forte do telefone. Ele chega equipado com bateria de 5000 mAh, uma das maiores em celulares topo de linha. Agora tamanho sabemos que não é tudo, porém o Zenfone 6 tem bom equilíbrio no controle da bateria. A ASUS viu que seria necessário colocar mais bateria, justamente pela grande tela e agora com o motor de giro do flip, tudo isso precisa ser alimentado e um topo de linha não pode durar menos de 1 dia de bateria. Esses 5000 mAh foram fundamentais para não termos um aparelho que exija carga antes de acabar o dia. Em nosso uso constante ele foi capaz de produzir quase 7 horas de tela.

O Zenfone 6 vai te permitir dois dias de bateria em uso normal, agora se você passar muito tempo utilizando a câmera, não vai chegar até o final do outro dia sem necessidade de carga. Nosso uso se resume a ligar tudo, bluetooth, nfc, tela em 70% do brilho e utilizar ele como smartphone principal. Posso garantir que ao final do primeiro dia vai ter carga suficiente para outro dia normal.

O carregador que acompanha o kit é rápido, mas nem tanto, são 18W. Tá 18W não é ruim, mas está longe de ser super rápido como já vimos em outros aparelhos. Ele leva 2 horas para completar os 5000 mAh.

Som do Zenfone 6

O som é outro ponto legal, pelo menos do telefone. A ASUS tem trabalhado melhor no som dos aparelhos desde a geração passada. O Zenfone 6 conta com dois alto-falantes, portanto o som é estéreo. Ela usa o alto-falante de chamadas, discretamente posicionado acima da tela para complementar o som, ele é muito mais fraco que o driver de baixo, mas como disse, serve para complementar e tentar criar uma experiência estéreo. Funciona. Posso dizer que o Zenfone 6 tem áudio acima da média, para assistir vídeos vai ter uma experiência agradável com qualidade sonora boa.

Ajuste de áudio no Zenfone 6
ZenUI 6

O aparelho conta com saída de áudio 3.5mm, com Hi-Res e DTS. Já em bluetooth você vai contar com AptX e AptX HD, caso compre um fone true wireless com essa tecnologia, fique tranquilo em poder utilizar com o Zenfone 6.

Os fones de ouvido que acompanham o kit são básicos e som quando equalizado pelo assistente de som da ZenUI, se torna melhor, mas ainda assim as frequências altas estão no foco e não gostaria de correr com eles pela experiência sonora. Ao elevar o volume, necessidade em prática de exercícios outdoor, pelo vento batendo, você não vai gostar do resultado do som.

Data lançamento 16/05/2019
Preço de lançamento R$ 2.699,00
Processador Qualcomm Snapdragon 855
GPU Adreno 640
Memória RAM 8 GB e 6 GB
Armazenamento Interno 128 GB e 256 GB
Armazenamento Extra 2 TB
Câmera Traseira 13 MP e 48 MP
Câmera Traseira - Abertura F/1.8
Câmera Slow Motion 720p@480fps
Vídeo 4K - 60fps
Display - Tamanho 6.4
Display - Tecnologia IPS
Display - Proteção Gorilla Glass 6
Display - Resolução 2340 x 1080
Sistema operacional Android 9 Pie
Bateria 5000 mAh
Proteção IP68 Não tem
Peso 190g
Som Estéreo
Câmera - HDR
Câmera - estabilização ótica
3G
4G
5G
Bluetooth
GPS
NFC
Wi-Fi
DLNA
Rádio FM
TV Digital
Acelerômetro
Bússola
Flash
Giroscópio
Sensor de proximidade
Vibração
Viva Voz
Sensor de impressão digital
3.5mm jack
Detecção facial

Sistema operacional

Ah, aquele pessoal que reclamava das ZenUIs agora terá que parar, a ASUS simplesmente limpou o sistema, só não é um Android One, pois algumas modificações ainda existem e elas estão lá justamente para melhorar algumas coisas e principalmente utilizar de recursos exclusivos que a ASUS traz, como a movimentação flip da câmera.

ZenUI 6
Zenfone 6 - selo de super indicação do Oficina da Net

A ZenUI 6 é aquilo que os usuários da ASUS aclamavam, agora ela é tão limpa quanto um Motorola, se não mais. Existem ainda alguns aplicativos pré-instalados como o BR Apps, que pra mim faz sentido algum, além dos apps básicos da ASUS como Gerenciador de arquivos, Galeria, a agenda nem é mais da ASUS, agora é agenda básica do Android, assim como o aplicativo de mensagens SMS. Legal demais ver a ASUS nadando a favor da correnteza e não indo de encontro ao tsunami. Mostra que ela se importa com o que os usuários querem.

Se você é amante da GCam, saiba que a ASUS liberou a API e você pode instalar a câmera sem precisar fazer nada de mirabolante, basta baixar o apk de onde quiser e pronto. Ela até criou um controlador do flip quando um app de câmera terceiro exige uso dos sensores. Então, você vai poder usar os recursos do flip na Gcam.

O flip é fraco? Vai durar? Essa pergunta me fizeram já. Então, com base em meus testes e vimos diversos vídeos na internet de pessoas pegando o flip e entortando pra lá e pra cá, tipo isso aqui. Ele foi designado para suportar isso. Quando em queda ele conta com um sistema que fecha o flip para evitar cair e o flip ser atingido.

Veredicto

O Zenfone 6 como já disse, foi uma evolução grande perante seu antecessor. Ainda não sei o preço do telefone para poder comparar o benefício com o custo, mas vamos tentar aqui adivinhar algumas faixas e dizer se vale a pena ou não, depois que eu passar pelos pontos que precisam de atenção no veredicto.

Zenfone 6 - selo de super indicação do Oficina da Net

Vamos começar então pelos pontos fracos. Senti falta do sensor de impressões digitais na tela. Tudo bem que qualquer feature como essa encarece o produto, visto a quantidade de coisas que já existem. E outro problema é a tela, como ela é LCD, não passa luz e seria complicado de fazer, até já vi uma tecnologia que fez isso, mas em telefones já comercializados os sensores de impressão digital sob a tela estão apenas em telas OLED.

Outro ponto que gostaria de ressaltar foi o aquecimento do flip e a região próxima a ele. Durante o dia que fiz a maior parte das gravações estava quente, e fiquei exposto ao sol por algum tempo, na hora de utilizar a câmera e o motor de flip o telefone aqueceu bastante, por algumas vezes chegou a 40ºC na parte de fora do telefone.

E por fim a falta de deteção facial, é eu sei que ele não tem câmera frontal e seria estranho ter detecção facial, mas é algo que já utilizo muito e facilita o dia a dia. Senti falta, portanto é um ponto negativo. O A80 vai ter esse mesmo problema, porém, ele conta com impressão digital na tela, o que já ameniza um pouco minha ausência.

Já os pontos fortes começamos enaltecendo o sistema completo de câmeras. A ideia do flip é legal demais para suprir de imediato uma necessidade de tela completa, outro ponto forte. O flip ainda não é uma solução definitiva do problema da câmera frontal e tela inteira. Nas próximas gerações veremos telefones com a câmera sob a tela, assim como já chegamos no sensor de impressões digitais. Mas até a solução não ser palpável e acessível, o flip foi a ponte entre o passado e o futuro.

No conjunto de câmeras o destaque da ASUS está na estabilidade de imagem em vídeos, nitidez da imagem gerada tanto em foto quanto em vídeo.

O hardware em si é outro destaque, equipar os melhores componentes é fundamental para uma boa experiência de uso. Quem for comprar ele para jogar terá bom proveito, tanto na performance quanto no consumo de jogos ou conteúdos, que traz a tela como outro ponto forte.

A pergunta é: vale a pena comprar?

Como ainda não sabemos o preço, afinal estamos gravando o vídeo antes do lançamento, vamos tentar adivinhar algumas faixas de preço, a começar pelo maior valor.

O Zenfone 5Z chegou custando R$ 2.499, com hardware similar ao 6. O modelo que testamos com 8GB de RAM e 256GB de armazenamento deve chegar pela faixa dos R$ 3.499. Um valor que considero elevado e diria para aguardar alguns meses para comprar ele. Se encontrar alguma promoção seria excelente.

A versão de 6GB com 128GB de armazenamento se vier para o Brasil, e provavelmente virá, deve chegar próxima ao preço do Zenfone 5Z, diria que pela faixa de R$ 2500 a R$ 3000, e o preço final você já deve saber aí, diria que para esse preço ele realmente vale a pena comprar. Afinal, dificilmente você encontraria algum smartphone com esse hardware na faixa de preço.

O smartphone sem dúvidas é muito bom, a ASUS traz os celulares custando valores em conta, sempre foi assim, em nosso sistema de comparador de smartphones a análise mostra que os preços dos celulares tem depreciação de cerca de 10 a 15% do valor original em cerca de 1 ano. Muito menor do que outras marcas, justamente por já chegarem com preços mais justos, digamos assim.

O meu selo oficial para ele é um Super Indico, e leva nota 9 no resultado geral.

UPDATE: R$ 2699 é o preço da versão de 6/64GB, pode comprar ele na Kabum.

Compartilhe com seus amigos:
Tudo sobre
Comentários:
Carregar comentários