Sony Xperia XA1 Ultra

Review Xperia XA1 Ultra - Sony

O smartphone gigante da Sony oferece algo a mais além de uma tela grande? É o que vamos descobrir.

Por | @marciobohrer Reviews de smartphones Nota: 7.0/10

Recebemos um GRANDE aparelho para testar aqui na redação do Oficina da Net. Trata-se do Sony Xperia XA1 Ultra, um smartphone com display de 6 polegadas e componentes de hardware para competir com os melhores aparelhos intermediários Premium do mercado atual. Mas será que vale a pena desembolsar aproximadamente R$ 1799,00 por este smartphone? É o que vamos descobrir agora.

Antes é preciso dizer que a Sony bateu o pé e acabou "registrando" um design muito característico em seus produtos com o passar dos anos. É muito difícil você avistar um aparelho com linhas retas e não sacar que se trata de um aparelho da marca. Para o bem ou para o mal, a Sony se mantém firme em suas convicções e isso precisa ser exaltado. Depois que a grade de smartphones Xperia pulou do codinome "Z" para "X", uma boa gama de aparelhos foi lançada; com a intenção de "pegar" um público mais requintado, os engenheiros pensaram em agradar aqueles que querem menos volume no bolso e também aqueles que adoram uma tela enorme. É o caso do Xperia XA1 Ultra - com um display de seis polegadas, este smartphone é quase uma tela de cinema na palma da mão. 

Design

Como já comentei, o estilo de chapas lisas em vidro e metal é visto também no Xperia XA1 Ultra, assim como você vê na imagem abaixo junto do Xperia XZ e o XA1. Apesar de grande o Xperia XA1 Ultra, depois de um pequeno período de adaptação, dá a impressão de um smartphone normal. A tela não possui bordas laterais, mas em compensação, tem faixas enormes no topo e na parte de baixo. Na parte de cima estão localizados o flash, sensores, alto-falante de chamadas e a câmera frontal de 16 megapixels e um LED de notificações no canto. Na parte de baixo, está outro speaker e, por baixo da tela, provavelmente componentes importantes para o funcionamento do aparelho. 

Olhar frontal do smartphone - tela grandeOlhar frontal do smartphone - tela grande

No topo do XA1 Ultra está o conector para fones de ouvido (artigo de luxo nos smartphones da atualidade) mas na caixa não há um fone para usar. Também há um microfone para reduzir ruídos externos. Já na superfície de baixo está o alto-falante principal e o conector USB-C para carregamento de bateria e transferência de dados.

Os botões estão posicionados todos na lateral direita do aparelho. Botão de "power" e controle de volumes ficam numa posição boa - uma vez que quando você segura o smartphone com uma das mãos, o botão para ligar a tela fica na altura de seu indicador (caso da mão esquerda) e do dedão (caso da mão direita). Tem ainda o botão exclusivo para acionar a câmera - este fica na posição perfeita para segurar o smartphone como uma câmera fotográfica portátil. Do outro lado está a gaveta para colocar os chips das operadora e cartão de memória, caso seja a vontade do usuário.

Botões nas laterais - detalhe para o sempre presente botão da câmeraBotões nas laterais - detalhe para o sempre presente botão da câmera

Finalmente, na parte de traz, a inscrição Xperia dá nome à família da qual o smartphone pertence. Mais acima, um sinal que identifica a placa de NFC presente nos aparelhos da Sony desde 2013 (Xperia Z1). O flash traseiro e a câmera principal de 23 megapixels são a única parte não-dourada esta superfície. Um detalhe interessante é que a Sony sempre optou por trazer câmeras completamente embutidas dentro do corpo de seus aparelhos, evitando a utilização de sobressalências. 

medidasmedidas

Em mãos nós temos um design consolidado e estável, embora eu o ache ainda muito quadradão e que pouco evolui com o tempo, confesso que acho muito bonito - no Brasil são disponibilizadas três cores além do dourado que recebemos aqui, Preto, Branco e Rosa. Será que por dentro este aparelho também vale o investimento?

Hardware

Display

Talvez o maior chamariz para este smartphone, a tela de 6 polegadas LCD IPS retroiluminada do Xperia XA1 Ultra possui resolução fullHD 1920x1080 pixels. Não é pela tecnologia, já que podemos dizer que há monitores de melhor performance energética e qualidade de imagem que os LCD, mas pelo tamanho, abrindo um leque de funcionalidades para este aparelho, que pode facilmente ser confundido com um tablet pequeno. Inclusive visualizar imagens, texto e vídeos que antes só ficavam aceitáveis na horizontal, com o Xperia XA1 Ultra dá para fazer na vertical sem problemas.

Display muito bomDisplay muito bom

Com o XA1 Ultra fica barbada se deitar para assistir vídeos no youtube e netflix sem se preocupar em perder detalhes de uma tela de TV. Jogar também é uma beleza. Logo que liguei o smartphone pela primeira vez notei as cores da tela mais "frias", ou seja, com tons de azul mais evidentes; nas configurações é possível alterar estes parâmetros em Equilíbrio de Branco. 

É possível ajustar o balanço de branco do display para acomodar melhor aos nossos olhosÉ possível ajustar o balanço de branco do display para acomodar melhor aos nossos olhos

Chipset

Dentro do aparelho, um sistema bolado para satisfazer a uma parcela exigente, sem ultrapassar os limites de preço. Dá conta? Para tocar este "motor", o Xperia XA1 Ultra possui um processador MediaTek Helio P20, GPU Mali T-880, 4GB de memória RAM e 64GB de armazenamento interno. Só de olhar os números, fico feliz com uma capacidade e tanto para guardar arquivos pessoais, apps e uma pasta enorme com fotos. O sistema ocupa 13GB destes 64GB, mesmo assim, sobra muita coisa para uso exclusivo do usuário. 

O processador é de oito núcleos e faz um ótimo trabalho nos mais variados aplicativos do dia a dia, games tradicionais e muitas redes sociais. Quando exigido com jogos de maior potencial gráfico, já há pequenas oscilações no desempenho. Joguei PUBG, Asphalt 8 Airbourne, MM Mobile 2, Breakneck e outros. 

PUBG roda tranquilo com gráficos menos exigentesPUBG roda tranquilo com gráficos menos exigentes

Quando exposto aos testes de Benchmarks tradicionais como GeekBench, GFX, Antutu e PCMark, os resultados obtidos são os seguintes:

No papel o grandão da Sony bate de frente com outros concorrentes, mas deixa a desejar diante de algumas opções de preço semelhante e maior "poder de fogo", como o Zenfone 4. Confira um comparativo das especificações:

Preço R$ 1.529,10
Marca ASUS Sony
Processador Qualcomm Snapdragon 660 MediaTek Helio P20
GPU Adreno 512 Mali T-880
Câmera Frontal 8 MP 16 MP
Câmera - Abertura F/1.8 F/2.0
Câmera Traseira 12MP e 8 MP 23 MP
Vídeo 4K - 30 fps 4K - 30 fps
Memória RAM 6 GB 4 GB
Display - Tamanho 5,5" 6"
Display - Tecnologia Super IPS+ IPS
Display - Proteção Corning Gorilla Glass 3 Corning Gorilla Glass 3
Display - Resolução 1920 x 1080 1920 x 1080
Armazenamento Interno 64 GB 64 GB
Armazenamento Extra 2 TB 256 GB
Sistema operacional Android 8.0 Oreo Android 7.0
Bateria 3300 mAh 2700mAh
AnTuTu 139251 78512
Peso 165 g 188g
Câmera - HDR
Câmera - estabilização ótica
3G
4G
Bluetooth
GPS
NFC
Wi-Fi
DLNA
Rádio FM
TV Digital
Acelerômetro
Bússola
Flash
Giroscópio
Sensor de proximidade
Vibração
Viva Voz
Sensor de impressão digital
Detecção facial
Barômetro

Já na prática, tive pequenos e isolados momentos em que a interface do aparelho travou e precisou de alguns segundos para se reestabelecer. Durante jogos e mantendo diversos apps abertos simultaneamente, não notei engasgos dignos de reclamação. Podemos concluir que o Xperia XA1 Ultra não é o melhor smartphone em desempenho, mas também não compromete uma ótima experiência do usuário.

Som

A posição do alto-falante nos smartphones da Sony prejudicam vários momentos com o telefone. Se você estiver assistindo vídeos, ou jogando com a posição tradicional, é bem possível que vá tapar a saída de som com o dedo indicador. No entanto, com volume no máximo, ainda é possível ouvir o áudio, diferente de outros tantos concorrentes. Sem tampar a saída, o som é bom até com volume total, não distorce e mantém equilíbrio de agudos e graves - embora seja mais fácil de perceber o ruído estridente do alto volume. 

Saída de som fica tapada em diversos momentosSaída de som fica tapada em diversos momentos

A posição de "pilotagem" para os momentos de jogatina pode ficar prejudicada se você conectar os fones de ouvido pessoais (Sony não envia fones).

Bateria

Outro aspecto bastante visado em quem procura smartphones de tela grande é a bateria. E, por mais que a carcaça dê uma aparente liberdade da marca utilizar uma bateria maior, o Xperia XA1 Ultra possui o que podemos considerar "apenas" 2700 mAh. É relativamente baixo, se compararmos os 3000 mAh de concorrentes de tela menos, como Moto G5s Plus. Mas, assim como na parte das câmeras e também nos componentes de hardware como memóriam RAM os números podem não significar um desempenho bom ou ruim, o uso diário do XA1 Ultra rende um dia tranquilo sem precisar espetar o smartphone na tomada antes de você se deitar para dormir. 

  • Em vídeo
    13:27h
  • Capacidade
    2700 mAh
  • Em carga
    03:06h
  • Em navegação
    -

Com a tela ligada sem intervalos, torramos a bateria em 5h30 minutos rolando vídeos do Youtube no Wifi e brilho em 50%. O processo de carregamento me frustrou um pouco, passando das 3h (3 horas e seis minutos, mais precisamente). No entanto, se você é como eu, que coloca o aparelho para carregar sempre que for dormir, a Sony se encarrega de uma função muito produtiva que limita o carregamento em 86% até próximo do horário agendado para despertar o aparelho no dia seguinte, completando o carregamento a tempo de estar 100% quando você precisar dele. Esta maneira de salvar horas preciosas da vida útil da bateria, dá a tranquilidade de que você não está "matando" a bateria do XA1 Ultra mais rapidamente. Gostei.

Câmeras

Já tem um tempo que a Sony carrega seus smartphones com ótimos conjuntos de câmera - nos primeiros modelos de "Xperia Z1" (2013), as câmeras oferecidas pela marca era as melhores em smartphones. Atualmente, outra concorrentes competem mais forte pelo título de melhor câmera móvel do mercado, mas a Sony não fica muito atrás. No XA1 Ultra temos uma câmera principal de 23MP (já explicamos que somente esta quantidade de pontos não significa uma foto de extrema qualidade), que atende bem às exigências comuns da maioria dos usuários. 

Algumas opções de configuração da câmeraAlgumas opções de configuração da câmera

Como atualmente mais da metade das fotos que fizemos sai da câmera frontal e envolve selfies, a Sony optou por um sensor de 16 MP na câmera frontal. O resultado é ótimo. No meu uso diário tradicional, em que constantemente tiramos fotos de situações do dia para compartilhar com amigos e familiares, a câmera me supriu com tranquilidade. Mas uma das coisas que não gostei foi que o botão exclusivo para tirar fotos (posicionado na lateral do aparelho) teve muitas dificuldades de focar nos objetos que eu queria, sendo muito mais efetivo tocar na tela para focar direitinho. 

Na câmera frontal temos um sensor de 16MP que produz imagens de muito boa qualidade. As vezes uma nitidez superior a da câmera traseira. Claramente focado também para abocanhar um mercado muito promissor nos últimos anos, o das selfies. Tudo isso com boas condições de luz. Já quando estamos em ambientes menos iluminados, a câmera apresenta ruído dos pixels queimados nos locais mais escuros. 

Sensores

Dentre os sensores padrão atuais, incluindo proximidade, acelerômetro e giroscópio, senti falta do sensor de impressões digitais para desbloquear o aparelho - item praticamente obrigatório atualmente por conta da segurança.

Software

Durante o período em que o Xperia XA1 Ultra esteve aqui na redação do Oficina da Net, o aparelho recebeu a atualização para o Android Oreo 8.0. Na interface própria da Sony não há grandes mudanças, o design da UI é já consagrado e conhecido desde os primeiros smartphones da companhia. Eu, particularmente, gosto. Junto com o Android, a marca traz alguns apps essenciais - Música, Album, Vídeo - e outros nem tanto, como What's New, Playstation, Notícias, Movie Creator, Rascunho, Xperia Louge, Amazon shopping, Blog Sony Xperia e Vídeo & TV Side View.

SoftwareSoftware

Não é que são completamente despresíveis, mas eu, enquanto usuário, quero escolher e baixar os apps da minha vontade. 

A interface em sí é boa, de fácil entendimento e oferece todo o suporte necessário para que você tenha uma experiência formidável "guiando" um smartphone Sony.

Preço e disponibilidade

O Sony Xperia XA1 Ultra pode ser encontrado de duas formas no varejo online, na versão com 32GB e 64GB. O exemplar que nós recebemos aqui o de 64GB e este modelo pode ser encontrado, atualmente por R$ 1710,00 - um valor abaixo dos R$ 2.229,00 do preço inicial.

Também neste meio tempo, a Sony apresentou a segunda geração do XA Ultra, custando R$ 2.499 e no Brasil apenas com a opção de 32GB. 

    Veredito

    Vale a pena comprar hoje um Xperia XA1 Ultra? Trata-se de um bom smartphone, produzido para atender uma parcela específica da população - os que amam telas grandes - e que oferece 64GB de armazenamento interno para você demorar a sentir falta de espaço interno. 

    Como uma opção alternativa e mais nova, sugeriria conferir o Review do Moto G6 Plus, um smartphone que já possui display 18:9, igual capacidade de armazenamento interno e melhor aproveitamento do espaço "corporal".

    Agora, se você não abre mão do design da Sony e gosta mesmo da marca, o XA1 Ultra pode ser uma boa opção. Mas não espere um desempenho de top de linha.

    NOTA OFICINA DA NET

    7

    Sony Xperia XA1 Ultra

    Prós
    • Display bonito e grande;
    • Fino;
    • Desmpenho ok;
    Contras
    • Bordas excessívas no topo e na parte de baixo;
    • Sem sensor de impressões digitais;

    SHARE
    + em Review+ vistos em Reviews de smartphonesRelacionado
    Comentários