A história de Bill Gates

William Gates Junior III, apelidado de trinca. De adolescente tímido a homem mais rico do mundo. Conheça a história de Bill Gates.

Por | @fsbeling Carreira em TI

Ele iniciou como um adolescente muito tímido, obcecado por computadores e terminou como o homem mais rico do mundo.

Foi na universidade de Washington que a sua mãe, Mary Maxwell Gates, conheceu seu pai, William Gates Junior, os dois se casaram em 1951, quando ela decidiu deixar de seguir a carreira como professora na Universidade de Washington e passou a cuidar da família e prestar serviços de caridade.

William Gates III, nascido em 28 de outubro de 1955, recebeu assim que nasceu apelido de trinca. Segundo seu pai, um dos maiores advogados de grandes empresas, o apelido ocorreu porque o menino se chamou William Gates III, como na família tudo acabava associado aos jogos de cartas e ao número 3, então ficou trinca.

A história de Bill Gates

A família adorava competições e o jovem logo pegou o gosto por competir, adorava jogos de tabuleiro, entre os seus favoritos estava Risk, cujo objetivo do é dominar o mundo além, é claro, de banco imobiliário.

Estudos

Quando a primeira exposição mundial de computadores, nos Estados Unidos foi aberta, Gates visitou-a por diversas vezes. Ele estudou durante o ensino médio em uma das melhores escolas particulares de Seattle, onde teve acesso aos primeiros computadores, máquinas gigantescas que necessitavam de muitas pessoas para manuseá-los e custavam bilhões de dólares.

Uma empresa de Seattle ofereceu o uso dos computadores ligado à escola, o que tornou possível a Bill ter acesso constante aos dispositivos. Passava maior parte de seu tempo livre nas salas de computadores. Seu amigo, Paul Allen, dividia com ele sua obsessão pelos aparelhos, os dois ficaram amigos escrevendo códigos de software. Brigavam seguidamente, teve uma vez que Paul Allen expulsou Bill por ser mais novo em programação, mas percebeu que não conseguiria continuar sem ele. Gates deixou bem claro que, por ter voltado, quem estava no comando era ele. 

Paul Allen e Bill GatesPaul Allen e Bill Gates

Em 1970, quando tinha apenas 15 anos, os dois lucraram com o Traf-o-Data, um programa de computador que criaram para medir o volume de trafego da cidade de SeattleNo verão de 1972, com seus 17 anos, Bill foi para Washington trabalhar como mensageiro do Senado. Em 1973 ingressou na universidade de Harvard, cursando Matemática e Direito.

Em dezembro de 1974 foi destaque na capa da revista “POPULAR ELETRONICS” a notícia que anunciava a chegada do primeiro microcomputador do mundo, o “ALTAIR 8800”, Ed Roberts, dono da pequena empresa que havia criado o primeiro computador pessoal do mundo, situada em Albuquerque no novo México, estava então a procura de alguém que conseguissem criar um software que funcionasse no ALTAIR.

Fundação da Microsoft

Paul Allen, ficou sabendo da notícia, comunicou Gates, então os dois passaram a trabalhar dia e noite na sala de informática da universidade de Harvard, durante dois meses. Muito ansiosos para mostrar a Ed Roberts o software que desenvolveram foram à cidade de Albuquerque fazer um teste com o programa desenvolvido por eles, o qual Bill dizia ser o “Código mais animal que já escrevi”, e funcionou. No dia 04 de abril de 1975, Bill, com 19 anos, juntamente Paul Allen, fundaram a Microsoft.

A história de Bill Gates

O trabalho que estavam realizando com ALTAIR se tornou muito exaustivo e fez com que ele decidisse não continuar na faculdade de Harvard passando a desistir um ano antes de terminar. Bill tinha certeza que estava no caminho certo com o desenvolvimento de softwares, mas naquela época muitos usuários queriam apenas utilizar os softwares e dividir informações sem precisar pagar nada por isso.

Chegou a escrever uma carta aos adorantes de computadores por terem feito cópias dos softwares em seus computadores, dizendo que o hardware deve ser pago, mas o software deve ser dividido.

Em maio de 1977, Roberts decidiu vender a empresa, Gates e Allen tiveram que o processar para obrigá-lo a devolver o software que haviam desenvolvido para empresa. Gates venceu o processo. Com isso, a Microsoft passou a expandir suas linguagens de programação, como a BASIC, COBOL, FORTRAN, PASCAL. A partir deste momento começaram a vender os seus novos produtos para outras empresas, o que fez com que acumulassem um bom capital no final do ano de 1978.

Como o sucesso foi imenso, a Microsoft decidiu abrir o seu primeiro escritório internacional, no Japão. Quando um acordo foi firmado entre Bill Gates e Kazuhiko Nishi para criar o primeiro escritório de vendas da empresa fora dos Estados Unidos, ASCII Microsoft.

A IBM (Internacional Business Machine) em novembro de 1980 bateu a porta da Microsoft com objetivo de desenvolver um novo sistema operacional para utilizar em sua nova de linha de computadores pessoais. Bill os convenceu rapidamente e através de um sistema operacional já existente, Q-DOS da Seattle Computer Products, que comprou por US$ 50 mil dólares, conseguiu adaptá-lo aos computadores pessoais da IBM originando o MS-DOS (sistema operacional em disquete da Microsoft).

A IBM queria então comprar o código original que teria dado a origem do sistema operacional, MS-DOS, mas a Microsoft se recusou e passou a cobrar uma licença sobre cada nova cópia de DOS instalada nos computadores.

Entre 1978 e 1981 o crescimento dá empresa foi destaque, passou de 18 colaboradores para 128 e o lucro de 8 milhões passou para 32 milhões, este crescimento todo é resultado das vendas de softwares. Enquanto as empresas tinham que pagar por cada nova licença, a Microsoft vendia o programa para a empresa que o bem desejasse.

Logo, em 1983 mais de 30% dos computadores do mundo funcionavam com software produzido pela Microsoft, para Gates, estava sendo uma época maravilhosa de crescimento para uma indústria comandada por pessoas com menos de 30 anos de idade.

Trabalho em conjunto com a Apple

A Microsoft passou então a criar softwares para empresas inovadoras como a Apple, cujo dono Steve Jobs, havia pego a interface gráfica aliado a ideia de usar um mouse da Xerox, para adicionar ao seu produto. O próximo passo da empresa foi a criação do Macintosh que era considerado um dos mais geniais e promissor produto para o futuro, o qual Bill conseguiu convencer Jobs a deixa-lo participar da criação. Foi a participação no projeto, a chave para Gates copiar a interface gráfica do Macintosh e usá-la no futuro para transformar o MS-DOS no Windows.

Steve Jobs e Bill GatesSteve Jobs e Bill Gates

Com seus 28 anos, recebe a notícia que seu sócio foi diagnosticado com linfoma de Hodking, uma variação do câncer, quando Paul Allen acabou afastando-se da empresa e Gates passou a ser o único representante.

Em abril de 1984 foi apontado pela revista “Time” como representante de uma nova maneira de fazer negócios, unindo tecnologia e estratégias empresariais. Gates mantinha seu espirito competitivo, dizia que “Se você acha que a sua ideia não é a ideia mais idiota do mundo, me convença que não”. A Microsoft era vista de fora como um acampamento matemático, tudo era muito estruturado, com estilo de gerenciamento criativo.

Em 1985 atingiu 280 milhões de reais em vendas, foi quando lançou Microsoft Windows 1.0, este seria o programa mais conhecido da empresa. As pessoas logo detectaram as semelhanças de uso do mouse, dos ícones, com o Macintosh da Apple, que era de fácil manuseio, tinha como lema “Se você sabe usar o dedo, já sabe usar, Macintosh”.

A Apple havia dado acesso a unidade gráfica a Gates, na criação do Software para o Macintosh, a qual não se preocupou em momento algum a licenciar seu software, o que para Bill foi uma grande oportunidade, podendo assim criar o Microsoft Windows.

Para ele a Apple não deixou de ser sua concorrente em momento algum, deixava claro que “neste setor concorremos e colaboramos um com o outro ao mesmo tempo, toda informação dada pode usada pelo seu concorrente”.

A Apple não aceitou que parte do seu lucro ficasse com Gates e abriu um processo contra ele. No final a Microsoft venceu, mesmo o sistema operacional do Windows sendo muito semelhante com o do Macintosh, cada função tinha apresentado sua individualidade, o que fez com que a Apple perdesse o processo.

Microsoft IPO

Em 1986 Bill passou a abrir as ações da empresa, permanecendo com 45% delas, o que o tornou um bilionário aos seus 31 anos. Mesmo assim conseguiu tranquilizar-se, estando bem financeiramente, continuou com sua vontade incansável de competir.

A IBM neste momento optou por substituir o DOS, passou então a trabalhar na criação de um novo sistema operacional, que foi chamado de OS/2 (Operating System/2). Era uma empresa com muito dinheiro e com muitas equipes de softwares. Gates, com medo que o software da IBM pudesse substituir o software da Microsoft, passou a trabalhar no melhoramento do Windows, lançando em 22 de maio de 1990 o Windows 3.0, campeão em vendas da empresa, fazendo com que o software OS2 da IBM perdesse mercado.

Processos

A comissão de comércio federal começou a receber reclamações contra Bill Gates. As acusações eram de que estava usando seu domínio dos sistemas operacionais para acabar com os concorrentes, colocando os preços abaixo do valor de mercado para fidelizar clientes.

Em 1993, o Departamento de Justiça americana, passou a investigar queixas de que a Microsoft estaria cobrando suas licenças de uso do software com base no número de computadores vendidos, mesmo que o programa não fosse instalado no computador, impedindo dessa forma a entrada de novos concorrentes no mercado.

Está acusação fez com que a Microsoft, em julho de 1994, cancelasse as cobranças indevidas, alegando que estavam disponibilizando os melhores softwares com baixos preços. As ações da empresa despencaram, as sondagens do governo e as disputas com a IBM e a Apple, fizeram como muito investidores se afastassem.

Casamento

Melinda, 28 anos, com MBA, trabalhou como executiva da Microsoft durante anos e Bill, aos seus 37 anos, decidiu se casar com ela. A cerimônia de casamento aconteceu no dia 01 de janeiro de 1974 no Hawaii e todos na família tinham certeza de que era a mulher que ele desejava passar o resto de sua vida, era parceira dele e entendia as demandas do seu trabalho.

Mas, na manhã do dia 10 de junho do mesmo ano, veio a notícia que abalou Bill, o falecimento de sua mãe, que estava com câncer de mama. Nos próximos anos, decidiu continuar o trabalho que estava sendo feito por ela, cuja intenção era criar uma fundação filantrópica para desenvolver grandes projetos que envolviam saúde e educação.

Em 1995, foi mais um ano de merchandising para a Microsoft, quando Bill, com seus 39 anos, apresentou o Windows 95, dizendo que o novo software era muito simples de usar.

No dia 26 de abril daquele ano nascia sua primeira filha, Jennifer. Um ano após o nascimento da menina mudaram-se para uma casa cujo valor era de aproximadamente 108 milhões de reais, mas segundo amigos da família não era uma casa em que você não pudesse tocar em nada de tanto luxo, era considerada uma casa familiar. Tinha uma biblioteca na casa que guardava um livro de Leonard da Vinci, o qual Bill pagou mais de 30 milhões de dólares.

Internet Explorer e mais processos

Já em 1997 surgiu uma nova empresa que estava dominando o mercado de vendas de navegadores da internet, a Netscape. Foi quando a Microsoft decidiu criar e incluir o Microsoft Internet Explorer 4.0 em todas as cópias do seu software Windows, o que gerou a polêmica de que estaria tirando a opção do consumidor de escolher qual navegador desejaria ter em seu computador. Em meados de 1998 Gates foi chamado pelo Senado, onde já havia trabalhado como mensageiro, sendo acusado de gerenciar um predatório e exclusivo monopólio ilegal, sobre os meios utilizados para acessar internet.

O departamento de Justiça do presidente Bill Clinton e outros 19 estados passaram a processar a Microsoft numa ação antitruste no valor de US$ 1 bilhão.

Em 2000, após duas décadas de sucesso, um juiz federal decidiu dividir a empresa em duas, onde uma ficaria responsável pelo sistema operacional Windows e a outra como o restante dos negócios da empresa, como os softwares já lançados e as criações futuras.

Steve Ballmer e Bill GatesSteve Ballmer e Bill Gates

Sendo acusado de não responder as perguntas com honestidade e dificultando os trabalhos dos promotores, foi quando Bill decidiu deixar a presidência da Microsoft passando o cargo para seu amigo Steve Ballmer. Continuou como arquiteto chefe de Softwares na Microsoft.

O processo durou 4 anos, quando o Departamento de Justiça decidiu oferecer a Gates um acordo favorável, mas teve um custo de milhões de dólares para a empresa com honorários legais.

BIll Gates e saúde mundial

Bill preocupa-se muito com investimento para saúde, medicamentos para os que mais precisam, vacinas, foi por isso que abriu uma fundação no ano de 2000, a fundação Bill & Melinda Gates, a qual tem contribuído com centenas de milhões de reais para pesquisas nesta área. Ele tem feito muito pela saúde, incentivando monetariamente diversos projetos. Inclusive, noticiamos aqui que Gates investirá 18 milhões de dólares para tornar os mosquitos da dengue estéreis.

O futuro

Já deixou claro publicamente que vai doar 90% de sua fortuna de 100 bilhões de reais antes de sua morte, não pretende deixar todo dinheiro para seus três filhos.

Atualmente, o visionário tem dedicado seu tempo em trabalhos para expandir a Microsoft para territórios globais, como Oriente Médio e a China, enquanto isso, o principal foco tem sido aperfeiçoar seus softwares para combater vírus e spans, comentam que o próprio Bill, recebe diariamente mais de 4 milhões de e-mail de spans.

A Microsoft é a melhor empresa de desenvolvimento de softwares, possui cerca de 90% do mercado mundial com o sistema operacional que consideram a versão definitiva do programa, o Windows 10.

Está é parte da gigante história da Microsoft, leia ela completa aqui e do incrível visionário Bill Gates. Apesar de todas as fortes ameaças dos concorrentes, a Microsoft ainda consegue manter seu nível de crescimento.

Curtiu a história de Bill Gates, compartilhe e comente abaixo o que você acha dele.

Mais sobre: billgates historiasdigitais Microsoft
Share Tweet
Comentários
Destaquesver tudo