Bill Gates vai investir US$18 milhões para tornar mosquitos Aedes Aegypti estéreis

Fundador da Microsoft investe US$ 18 milhões para modificar geneticamente os mosquitos Aedes aegypti

Por | @fsbeling Ciência

Biil Gates, a pouco tempo realizou um jogo de tênis com Roger Federer para colaborar com uma ong no atendimento de crianças necessitadas na África. Agora, o homem mais rico do mundo, e que não deixou seus filhos pegarem smartphones antes dos 14 anos, pretende investir US$ 18 milhões para modificar geneticamente os mosquitos, Aedes Aegypti, transmissores de dengue, zika, Chikungunya e outras doenças que possam levar os infectados a morte.

Ao longo dos últimos anos a Bill & Melinda Gates Foundation tem destinado mais de US$ 500 milhões para tratar diversos tipos de doenças. De onde virá também a maior parte do dinheiro para tornar estéreis os mosquitos, fazendo assim com que cesse a reprodução.

Como será feito? A ideia consiste em contaminar os mosquitos com uma bactéria chamada Wolbachia, a mesma tornaria os descendentes dos mosquitos incapazes de transmitir doenças aos seres humanos.

Gates, revelou que além dos trabalhos realizados no Brasil, está investindo seu dinheiro em pesquisas que encontrem pesticidas mais eficazes no combate do mosquito. No Reino Unido já investiu US$ 100 milhões em projetos de pesquisa, entre os anos de 2005 e 2016. Pretende investir mais US$ 75 milhões nos próximos cinco anos.

Talvez, como resultado final da pesquisa tenhamos uma vacina contra as doenças transmitidas pelos mosquitos Aedes Aegypti.

DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
O QUE LER EM SEGUIDA
Comentários
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar