Dona do Google encerra projeto que usava drones para levar internet a lugares remotos

Equipe da Titan Aerospace passou a trabalhar em projetos que levam internet pelo ar, mas utilizando balões.

Por | @oficinadanet Tecnologia

A empresa dona do Google, Alphabet, desistiu de trabalhar em um projeto de conexão à internet de áreas distantes usando drones. A afirmação foi feita nesta quarta-feira, 11 de janeiro, à agência de notícias France Presse.

O projeto iniciou logo após a compra da Titan Aerospace e consistia em usar as aeronaves remotamente controladas para transmitir sinal de internet via laser. Ele fazia parte do Google X, uma divisão da empresa que trabalha no desenvolvimento de novas tecnologias.

Dona do Google encerra projeto que usava drones para levar internet a lugares remotos

Segundo um porta voz da Alphabet, o time do Titan passou a fazer parte do X no fim de 2015. “Encerramos nossa explosão de drones de alta altitude para acesso à internet pouco depois”, disse.

De acordo com o executivo, a equipe que trabalhava com drones foi realocada. Parte dela passou a trabalhar no Wing, que é um outro projeto do Google com o objetivo de levar internet a lugares remotos pelos ares. A diferença é que em vez de utilizar drones, são usados balões para transmitir a conexão. Outra parte passou a trabalhar no setor do projeto Wing que visa a entrega de produtos com drones.

O Google passou pela maior reformulação de sua história em 2015, com a criação da empresa-mãe, Alphabet. O fim do Titan aconteceu pouco depois disto. Com a criação da Alphabet, cada uma das áreas de negócio do Google passou a ser uma subsidiária da empresa. 

Veja também:

Mais sobre: Google internet drones
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo