Site entrega políticos com a ficha suja

Com os tantos casos no país, é comum esquecermos de algum caso ou outro. Por essa razão, o instituto Reclame Aqui desenvolveu uma extensão para Google Chrome chamada “VIGIE AQUI”.

Por | @oficinadanet Internet

Infelizmente, nosso país é destaque pelo alto índice de corrupção por parte dos políticos. Muitos deles, inclusive, possuem uma ficha bastante suja. No ano, o impeachment foi o tema mais discutido no Facebook. Isso mostra que as pessoas realmente estão preocupadas com o rumo do nosso país.

Com os tantos casos no país, é comum esquecermos de algum caso ou outro. Por essa razão, o instituto Reclame Aqui desenvolveu uma extensão para Google Chrome chamada “VIGIE AQUI”.

O projeto foi criado em parceria com o projeto Excelências, que organiza dados do Transparência Brasil a respeito de parlamentares, e a agência de publicidade Grey.

Site entrega políticos com a ficha suja

Leia também:

"A ideia surgiu da indignação de que hoje a informação sobre os políticos existe, mas não está organizada”, afirma Maurício Vargas, CEO do Reclame Aqui. “Nós votamos e não sabemos em quem."

Assim, após ser instalada no navegador, sempre que alguém se deparar com uma página, postagem ou artigo onde um determinado nome que esteja envolvido em crimes ele ganhará destaque na cor roxa. Veja o vídeo promocional:

Mesmo que no local não haja qualquer menção sobre os crimes cometidos por determinados parlamentares, eles serão destacados caso estejam com a ficha suja ou mesmo sejam suspeitos de participação em operações ilícitas.

Para obter mais informações, basta passar o mouse sobre o nome do político que aparecer em destaque. Com isso, uma breve descrição será aberta para exibir o motivo da condenação ou mesmo está sendo investigado.

O Vigie Aqui começou a ser desenvolvido há cerca de seis meses e, segundo Vargas,  é apartidário. Ele diz não ter números a respeito do alcance do plug-in na primeira semana, mas possui grandes metas: afirma que irá impactar, até as próximas eleições, entre "25 e 30 milhões de pessoas".

Mais sobre: chrome plugin internet
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo