Golpe do WhatsApp promete mostrar quem visitou o seu perfil. Cuidado

Assim como no Facebook, WhatsApp recebe o mesmo vírus. Os especialistas explicam que o novo vírus utiliza a mesma técnica de engenharia social que está presente na maioria das campanhas maliciosas.

Por | @oficinadanet Aplicativos

Saber quem visitou o seu perfil no Facebook ou WhatsApp é bastante tentador. Levando em consideração isso, golpistas utilizam tais iscas para atrair suas possíveis vítimas. Assim, caso você receba um convite oferecendo a divulgação de nomes que visitaram os seus perfis, cuidado! Trata-se de um novo golpe que está sendo disseminado nas redes sociais. O alerta foi feito pela empresa de segurança Kaspersky Lab.

Golpe do WhatsApp promete mostrar quem visitou o seu perfil. Cuidado

Leia também:

Os especialistas explicam que o novo vírus utiliza a mesma técnica de engenharia social que está presente na maioria das campanhas maliciosas que são disseminadas pelo aplicativo. A isca do golpe atual é a “ativação” de um recurso que permite descobrir quem visitou o seu perfil.

Assim, o usuário recebe a mensagem tentadora para descobrir quem visitou o seu perfil, sob mensagem “quem visitou o seu perfil no WhatsApp”, ou “sabe quem xeretou seu perfil?”.

Com isso, ao clicar no link, o usuário é direcionado para um site que oferece um falso recurso. Para reproduzir ainda mais o malware, o golpe solicita que a mensagem seja encaminhada para outros dez amigos, ou três grupos.

A vítima, no entanto, após seguir os passos recomendados, não visualiza quem visitou o seu perfil, obviamente, já que tudo não passa de um golpe. Ele é sim apresentado para vários sites de propagandas contendo inúmeras “oportunidades”. Infelizmente, muitos ainda caem na pegadinha.

Ao realizar o cadastro em uma das propagandas, o usuário costuma ser cobrado posteriormente, e assim, os cibercriminosos acumulam seus ganhos.

“Essas campanhas maliciosas estão usando a popularidade do WhatsApp para promover serviços pagos. Essa engenharia social serve para enganar as vítimas para que elas assinem estes conteúdos”, disse Fabio Assolini, analista sênior de segurança da kaspersky Lab.

Como vimos, todo o cuidado é pouco. Desconfie sempre de mensagens como estas, que oferecem serviços não-oficiais. Em caso de dúvida, pesquise com seus contatos ou mesmo na web a veracidade das informações veiculadas. 

Mais sobre: whatsapp facebook golpe
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo