Todas as novidades que a Apple apresentou durante o primeiro dia da WWDC

A Worldwide Developers Conference é um dos principais eventos da maçã voltado a desenvolvedores e ocorre anualmente. Na ocasião, diversas novidades foram apresentadas, inclusive o iOS 10 e o macOS Sierra. Confira!

Por | @oficinadanet Tecnologia

Aconteceu nesta segunda-feira, dia 13 de junho, a WWDC 2016, Conferência Mundial de Desenvolvedores da Apple. O evento se estende até o dia 17 de junho e acontece em São Francisco, na Califórnia. O Oficina da Net acompanhou a transmissão do primeiro dia de evento ao vivo e traz um resumo com as principais novidades apresentadas durante este primeiro dia de conferência.

Entre elas estão os primeiros recursos do iOS 10 e do macOS Sierra, que passa a contar com a assistente pessoal, Siri, e ter mais integração com os outros serviços da Apple. Além da chegada de nova versão do Watch Apple e novas funcionalidades para o tvOS. Confira:

iOS 10

A décima versão do sistema operacional do iPhone e do iPad ganhou nova tela de bloqueio, com notificações mais ricas. É possível, por exemplo, receber uma notificação do Uber e visualizar informações do motorista e do carro em tempo real, sem precisar desbloquear o aparelho. Outro diferencial é que não é necessário sequer pressionar o botão home para que a tela se acenda, basta apenas pegar o iPhone na mão que isto ocorrerá automaticamente.

Todas as novidades que a Apple apresentou durante o primeiro dia da WWDC

Uma das novidades mais esperadas era a chegada da SDK (kit de desenvolvimento) da Siri. Pois bem, no iOS 10 a assistente estará mais inteligente, pois a Apple está abrindo a API da assistente pessoal para desenvolvedores, permitindo que os usuários acionem comandos em aplicativos de terceiros por voz. Slack, WhatsApp, Uber e Skype são alguns dos primeiros serviços a terem suporte à Siri.

Outra novidade são os novos recursos de inteligência artificial adicionados ao aplicativo Fotos. Com ele é possível organizar as imagens automaticamente, semelhante ao que ocorre com o Google Fotos, porém, com a diferença que a atividade pode ser realizada diretamente no iPhone. Ele reconhece objetos, cenas e pessoas. Desta forma você pode encontrar imagens em determinados locais ou com algum amigo pela busca avançada do app, sem precisar recorrer à nuvem.

Os mapas da Apple também receberam modificações, incluindo no seu visual e tornando-se mais proativos. Agora eles sugerem direções automaticamente, tendo como base os locais que você costuma ir em determinados horários. Para os desenvolvedores há uma maior abertura, possibilitando o desenvolvimento de extensões. Desta forma você poderá, por exemplo, reservar um restaurante no Mapas e pagar pelo Apple Pay.

O Apple Music, serviço de streaming de música da Apple, passou por uma repaginada no visual, dando destaque para o que realmente interessa, neste caso, as músicas. O serviço vinha recebendo diversas críticas por possuir uma interface complicada. Com esta atualização ficou mais fácil encontrar e organizar suas músicas. E não é só isso, logo abaixo dos controles de reprodução é possível acessar a letra da canção – função que o Spotify, seu concorrente, perdeu recentemente.

O iOS 10 ainda tem como novidades uma nova interface no Notícias (ainda não disponível no Brasil), que passa a suportar assinaturas e notificações de notícias urgentes, além de um aplicativo dedicado ao Homekit, que integra fechaduras, lâmpadas e o que mais você tiver de inteligente em casa. O iMessage recebeu uma série de novos recursos, como mensagens escritas à mão e a possibilidade de substituição de palavras por emojis.

A função de telefone do iPhone vai oferecer pelo menos três novas funções. Uma delas é o recurso que transcreve automaticamente as mensagens que você receber na sua caixa postal. Bastará tocar em um item para ver o resumo do que foi dito pela pessoa que ligou e você não atendeu. A outra função promete identificar números de spam e notificar o usuário na tela, para evitar de atender ligações indesejadas.

E por fim, há a chegada de recurso que permite que aplicativos de VoIP, como WhatsApp e Skype possam se comportar como um app nativo de telefone ao receberem uma chamada, em vez de simplesmente mostrarem uma notificação.

A versão para desenvolvedores do iOS 10 já está disponível desde ontem. Em julho será liberado um beta público e a versão final deverá chegar até o fim do ano. O iOS 10 funcionará a partir do iPhone 5, iPad de 4ª geração, iPad mini 2 e iPod touch de 6ª geração.

MacOS Sierra

Agora é oficial, o OS X da Apple se chamará simplesmente macOS, seguindo o padrão de nomenclatura da Apple e tem como foco recursos de continuidade, armazenamento e Siri.

O modo de desbloqueio do mac ganhou novas funcionalidades. Por meio do Auto Unlock não será mais preciso digitar a senha do computador. Se você possui um Apple Watch integrado ao macOS, o aparelho saberá disso e desbloqueará a tela automaticamente, no momento em que você se aproximar do mac.

Todas as novidades que a Apple apresentou durante o primeiro dia da WWDC

Com o Universal Clipboard, você poderá integrar a área de transferência do iPhone com a do mac. Você poderá, por exemplo, copiar um texto ou até mesmo imagens e vídeos no iOS e colá-los no macOS.

Há também novidade no gerenciamento do armazenamento, que limpa arquivos desnecessários e envia documentos antigos para a nuvem, o que garante mais espaço no disco local. Contudo, a principal novidade do macOS é a assistente pessoal, Siri. Ela estará disponível no canto superior da tela direita, auxiliando você a encontrar arquivos de forma ágil, ouvir uma música no iTunes por meio de comandos de voz, entre outras atividades. A Siri estará sempre te ouvindo e pode ser acionada mesmo que você esteja utilizando aplicativos em tela cheia.

O macOS estará disponível em beta público a partir de julho, sendo lançado para todos os usuários até o final do ano.

WatchOS 3

A primeira novidade anunciada durante o WWDC foi a chegada da terceira versão do Sistema Operacional do relógio inteligente da Apple, o WatchOS 3. O SO se diferencia de sua versão anterior a começar pela agilidade. Os consumidores conseguirão trabalhar com diversas ferramentas ao mesmo tempo, sem sofrer com a lentidão.  

Devido a seu código mais limpo os usuários têm acesso imediato aos aplicativos. O sistema é capaz de reconhecer quais os aplicativos mais utilizados e realizar o carregamento com muita agilidade. Basta indicar o app a ser aberto e isto ocorrerá instantaneamente.

Todas as novidades que a Apple apresentou durante o primeiro dia da WWDC

A interface também foi reformulada. A Central de Controle, que pode ser acessada deslizando o dedo de baixo para cima, dá acesso direto às informações mais importantes do aparelho. Desta forma os usuários terão mais facilidades na hora de conferir o status do dispositivo, ativar ou desativar notificações, ativar modos vibratórios, entre outros.

Com o teclado Scribble, é possível digitar no Apple Watch ao desenhar letras na tela do relógio. Outra novidade é a integração de mensagens.  Sempre que o usuário receber uma notificação de mensagem pelo iPhone, poderá enviar as respostas diretamente do Apple Watch. Para facilitar, o texto poderá ser ditado diretamente pelo microfone dos relógios.

As funções relacionadas à saúde do WatchOS receberam melhorias, tornando-se mais completas. Ele exibe a ficha médica do usuário e agora permite que você compartilhe suas atividades físicas com familiares e amigos que também fazem uso do serviço. Outra novidade bem bacana é que os recursos de monitoramento de atividades foram adaptados para se tornarem acessíveis aos usuários de cadeiras de rodas.

Outra novidade do WatchOS 3 diz respeito a situações de emergência. Ao pressionar a coroa por cerca de 3 segundos, ele enviará um pedido de socorro para uma ambulância ou polícia. Além disso, após avisar as autoridades, passando inclusive a sua localização, ele enviará um alerta a seus familiares ou amigos, cujos nomes já tiverem sido previamente configurados para isso.

Uma prévia da terceira versão do sistema operacional já foi liberada a desenvolvedores nesta segunda-feira. Nesta versão de desenvolvimento, a Apple disponibilizou kits de instalação para Apple Pay, processamento em segundo plano e controle mais dinâmico para a Crown. Além disso, serão trazidas novas APIs de controle de vídeo e speakers. Aos usuários ele será lançado gratuitamente a partir de setembro deste ano.

tvOS

Uma das novidades do tvOS é que ele se tornou mais integrado ao iOS. Com a chegada de um novo app é possível controlar a Apple TV do smartphone, utilizando-o como controle remoto. A Siri também ficou mais inteligente e agora pode pesquisar conteúdos pelo YouTube ou ainda encontrar filmes por categorias, isto por comando de voz. Você pode, por exemplo, pedir por títulos de colegiais dos anos 80 que ela trará rapidamente opções que combinam com estas especificações.

Todas as novidades que a Apple apresentou durante o primeiro dia da WWDC

A atualização do software o deixará mais fácil para o uso no cotidiano. O recurso de login denominado de “Single Sing-on” permite que você acesse uma diversidade de apps diferentes incluindo serviços de streaming de grandes redes de TV americanas, como HBO, NBC, entre outras, com um único login. Além disso, quando você instalar um aplicativo no celular, ele também poderá ser baixado automaticamente pela Apple TV.

Outra novidade em relação a Siri é que ela poderá transitar entre canais ao vivo, apenas com um comando de voz. Além disso a Apple TV recebeu novos canais. Atualmente o tvOS possui cerca de 6 mil aplicativos. Destes, 1,3 mil são de streaming de vídeo. Juntam-se a estes, novos serviços como, Sling, Fox Sports Go e Motolov.

A nova versão do tvOS foi lançado nesta segunda-feira para desenvolvedores. Para os usuários a atualização deverá chegar entre setembro e dezembro deste ano.

Estas foram as principais novidades do primeiro dia de WWDC. E você, o que achou dos serviços trazidos pela Apple?

Mais sobre: WWDC2016, Apple, desenvolvedores
Share Tweet
DESTAQUESMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.