Novo golpe no WhatsApp usa Burger King como isca

Cuidado! Novo golpe está sendo repassado através do WhatsApp. De acordo com os especialistas em segurança da ESET, o objetivo das mensagens é inscrever usuários em serviços de mensagens pagas sem que eles tenham conhecimento.

Por | @RafaelaPozzebon Aplicativos

De acordo com a empresa de segurança ESET, o WhatsApp está sendo usado mais uma vez para disseminar golpes virtuais. No mensageiro está circulando mensagens envolvendo a rede de restaurantes Burger King, oferecendo ofertas e descontos especiais para quem clicar nos links.

De acordo com os especialistas em segurança da ESET, o objetivo das mensagens é inscrever usuários em serviços de mensagens pagas sem que eles tenham conhecimento. O WhatsApp, por ser o aplicativo de conversas mais usado no Brasil, costuma ser constantemente alvo de golpistas.

Novo golpe no WhatsApp usa Burger King como isca

Leia também:

O golpe funciona da seguinte forma: Um voucher falso é enviado aos usuários com desconto de R$ 50 para ser usado na rede de lanchonetes Burger King. Para receber a recompensa, o usuário deveria convidar pessoas para participar da pesquisa, compartilhando o resultado com o restante dos seus contatos.

O usuário, ao clicar no link, seria direcionado para uma pesquisa, que inclui questões como frequência de visitas ao Burger King e a distância da loja mais próxima. Apesar de parecer autêntica, o questionário servia apenas para desviar a atenção dos usuários, explica a ESET.

Para completar, a vítima teria que compartilhar a pesquisa com dez contatos ou três grupos no WhatsApp. Uma mensagem de "oferta é válida durante os próximos 225 segundos” ou "por quatro minutos" também apareceria, o que faria com que os usuários aceitassem as condições sem pensar muito. Por fim, a confirmação da contratação de serviços de mensagem paga parece. Além disso, uma caixa também informaria que o voucher não foi recebido, porém, outras promoções poderiam ser enviadas.

Novo golpe no WhatsApp usa Burger King como isca

A ESET explica que o golpe foi encontrado primeiramente no Brasil, no entanto, já foi visto também em outros idiomas como espanhol, italiano, alemão e inglês.

“Nos últimos meses, verificamos uma série de golpes do voucher falso propagadas via WhatsApp que usam marcas famosas, como Zara, Starbucks, McDonalds, entre outras”, relatou o presidente da ESET Brasil, Camillo Di Jorge.

Mais sobre: whatsapp, golpe, mensagens
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários