Google investe em alternativa ao WhatsApp

O RCS substituirá as mensagens de texto em formato de SMS, oferecendo diversas funcionalidades como envio de imagens em alta resolução e conversas em grupo, porém sem a necessidade de acesso à Internet.

Por | @oficinadanet Smartphones

Em uma era dominada por aplicativos de chat como WhatsApp, Facebook Messenger e Telegram, mandar um SMS, formato de mensagens de texto enviada entre operadoras sem necessidade de acesso à internet, parece ultrapassado. Mas, o Google está investindo em uma nova ferramenta que promete deixar as conversas por celular off-line mais interessantes. Trata-se do Rich Communications Service, ou simplesmente RCS.

A companhia está trabalhando lado a lado com diversas operadoras de telefonia em todo mundo, inclusive a TIM, que é italiana, mas também atua no Brasil, para promover a adoção do formato pelo mercado. Diferente dos SMS, em que os usuários podiam apenas enviar mensagens de texto curtas e com número limitado de caracteres, o RCS poderá englobar muitas outras funcionalidades.

Google investe em alternativa ao WhatsApp

Os recursos do RCS serão parecidos com os já existentes nos apps de chats. Ao invés de apenas enviar mensagens, com o RCS as pessoas poderão enviar imagens de alta resolução, ver se a mensagem foi visualizada e até mesmo criar conversas em grupos. E não para por aí, no futuro a ideia é que os usuários do serviço possam, inclusive, ter conversas por vídeo. O Google deseja que o formato seja difundido pelo mundo e torne-se, em breve, o padrão para mensagens por rede telefônica móvel em celulares Android.

Quem está por trás da parceria entre o Google e as operadoras de telefonia, é a GSMA, associação que representa os interesses das principais companhias de telecomunicações do mundo. Já faz uma década que entidade tem trabalhado para popularizar o RCS e agora, com o apoio do Google, espera que finalmente a iniciativa dê certo. No Brasil a lista de empresas telefônicas inclui, além da TIM, Algar Telecom, Claro, Nextel, Oi, Sercomtel e Vivo.

Leia também: Telegram chega a 100 milhões de usuários - Veja comparativo com WhatsApp

O RCS é uma forma das operadoras voltarem a ter receita com as mensagens, já que com a popularização dos aplicativos de chat, o uso de SMS caiu drasticamente. Mas, e qual a vantagem que o consumidor terá? Por que pagar por um serviço que posso ter de graça? Temos que levar em conta que embora o acesso à Internet tenha sido difundido em todos os cantos do mundo, o serviço não é gratuito, nem o 3G, nem o acesso do Wi-Fi em casa. Está certo que o consumo do WhatsApp na rede doméstica é quase irrelevante, mas já na internet de dados móveis, baixando vídeos e imagens, por exemplo, é considerável. Logo, para quem utiliza a rede de dados móveis, pode haver sim uma vantagem, dependendo do valor que será cobrado pelas operadoras pelo serviço.

Veja também: Dados de usuários começarão a ser compartilhados entre WhatsApp e Facebook

Além disso, se um usuário envia uma mensagem para outro usuário RCS, então ela é entregue através da internet. Mas se o outro usuário não estiver na RCS, então a mensagem será enviada como uma mensagem de texto regular. Ou seja, os consumidores não terão que se preocupar com o envio de mensagens para pessoas que também tenham o aplicativo baixado.

O Google ainda não anunciou uma data oficial para a implementação final do software padronizado, mas a ideia é que o recurso seja lançado ainda este ano.

Mais sobre: Google WhatsApp RCS
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar