União Europeia e Brasil assinam acordo para desenvolver tecnologia 5G

O início da comercialização de produtos com a tecnologia móvel de quinta geração está previsto para o ano de 2020.

Por | @oficinadanet Internet

O comissário europeu de Economia e Sociedade Digitais, Günther Oettinger, assinou nesta terça-feira um acordo com o ministro brasileiro das Comunicações, André Figueiredo, para desenvolver o padrão 5G, essencial para aumentar a velocidade da conexão móvel à internet.

"Depois de acordos fundamentais assinados com China, Japão e Coreia do Sul, a iniciativa de cooperação firmada com o Brasil constitui um novo passo de capital importância para a obtenção do 5G", afirmou Oettinger, citado em um comunicado por ocasião do Congresso Mundial de Tecnologia Móvel (MWC), que acontece em Barcelona, Espanha. O 5G tem sido, até então, assunto predominante em discussões e apresentações no evento, o que indica que autoridades governamentais e empresários visam 2020 - o ano em que está previsto o início da comercialização de produtos com a qualidade da tecnologia móvel de quinta geração.

União Europeia e Brasil assinam acordo para desenvolver tecnologia 5G

De acordo com a Comissão Europeia, nos próximos anos o mundo inteiro e "tudo" estará conectado ao 5G, que será a espinha dorsal da indústria do futuro, de serviços públicos modernos e de inovadores aplicativos em âmbitos como automação e saúde. "Nem Europa nem Brasil podem se permitir ficar à margem na era digital", disse ainda. "Estes acordos internacionais vêm a complementar os esforços que estamos realizado para desenvolver a tecnologia na UE", acrescentou.

O objetivo é criar um padrão mundial para o 5G e identificar os serviços que possam usar esta rede, como os carros e outros objetos conectados e o vídeo online de alta definição, segundo o comunicado.

Mais sobre: 5G tecnologia mobilidade
Share Tweet
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo