União Europeia e Coreia do Sul juntas pela rede 5G

Rede 5G deverá estar disponível em 2020, prevê acordo entre União Europeia e Coreia do Sul.

Por | @oficinadanet Tecnologia

A União Europeia está se aliando à Coreia do Sul em busca da nova tecnologia de banda larga móvel. A expectativa é que o país asiático contribua para o crescimento econômico e também para novos empregos. Atualmente a Coreia do Sul conta com uma das redes de banda larga móvel mais rápida do mundo.

A Europa, por sua vez, liderou a tecnologia GSM, o padrão original para redes de celulares, na década de 90, porém, acabou ficando atrás dos e Estados Unidos e da Ásia nas implementações de conexões 4G.

O 5G promete um desempenho muito melhor para acompanhar o crescente número de usuários de Internet móvel e suas necessidades.

O acordo entre UE e Coreia do Sul foi assinado em Seul pela comissária europeia responsável pela Agenda Digital, Neelie Kroes, e pelo ministro da Ciência sul-coreano, Mun-Kee Choi. “As duas partes reconheceram a grande importância do desenvolvimento da nova geração de redes de comunicação móveis (5G), porque a infraestrutura de comunicações será a espinha dorsal da economia digital do futuro”.

O 5G se tornará o novo sangue vital da economia e da sociedade digital quando estiver estabelecido", disse Neelie Kroes, comissária da UE para telecomunicações, em um comunicado nesta segunda-feira.

Conforme Froes, a Coreia do Sul e União Europeia concordaram em definir um cronograma de implementação da rede 5G até o final de 2015.

A previsão é que a tecnologia 5G esteja funcionando em 2020 e com ela será possível manter conexões mais velozes. Conforme a UE, com a tecnologia será possível baixar um filme de uma hora em alta definição em apenas seis segundos, sessenta vezes mais rápido que atualmente com a rede 4G.

Além disso, o 5G será necessário para o mundo cada vez mais conectado, levando em consideração que o uso da Internet não ficará restrito a computadores e smartphones, mas também os automóveis estarão conectados, como os eletrodomésticos e qualquer edifício. 

Mais sobre: 5G Coreia do Sul União Europeia
Share Tweet
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo