Novo vírus para Android pode acabar com um smartphone

Vírus para aparelhos Android se instala a partir do download de aplicativos de locais impróprios, ou seja, fora da loja do Google.

Por | @oficinadanet Smartphones

De acordo com um alerta da empresa de segurança Lookout, o Brasil está entre os dez países mais afetados por um grupo de pragas para Android, que podem se instalar em locais reservados do sistema.

O vírus em questão faz uso de falhas de segurança no Android para copiar os seus arquivos para uma pasta especial e assim garantir a persistência do vírus mesmo que seja feita uma restauração do sistema. A Lookout listou os dez países mais afetados com o vírus: Estados Unidos, Alemanha, Irã, Rússia, Índia, Jamaica, Sudão, Brasil, México e Indonésia.

Novo vírus para Android pode acabar com um smartphone

Leia também:

A companhia de segurança disse ainda que está rastreando três códigos com comportamento semelhante, o que indica que pode haver uma relação entre eles. A semelhança de programação entre os vírus  ShiftyBug ou Kemoge, Shuanet e Shedun varia de 71 a 82%.

O código só chega aos celulares através de aplicativos falsos, que são baixados de lojas de aplicativos de terceiros, ou seja, fora do Google Play. Portanto, assim que a vítima baixa o aplicativo falso, o programa pode funcionar normalmente. Para intensificar a farsa, os criminosos disfarçam o vírus em apps famosos, como Facebook, Twitter e New York Times, juntamente com o aplicativo original, com um pacote de códigos maliciosos. Assim que a instalação é finalizada, a praga exibe anúncios publicitários indesejados.

O especialista em segurança Michael Bentley, da Lookout, alerta que a praga é “quase impossível de remover”. A Lookout não forneceu qualquer instrução aos usuários infectados, apenas disse que eles devem procurar um técnico especializado ou mesmo adquirir um aparelho novo.

Então, o que sempre é válido ressaltar é a prevenção. Assim, nunca baixar aplicativos fora da Google Play (desde que você tenha certeza do que está fazendo), bem como manter um antivírus sempre atualizado. Também é importante manter o celular atualizado - o que também pode impedir que o vírus consiga o acesso “root”.

Mais sobre: android smartphone virus
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo