Megaupload pagava usuários para aumentar tráfego

Kim Dotcom pagou usuários para que o tráfego no Megaupload fosse maior. Promotora revela caso em audiência.

Megaupload pagava usuários para aumentar tráfego

Kim Dotcom continua ganhando destaque em razão do Megaupload, portal de compartilhamento de arquivos que já está encerrado. Na segunda-feira, Dotcom foi acusado de pagar usuários para atrair mais tráfego no site, mesmo sabendo que o conteúdo oferecido violava a propriedade intelectual de terceiros.

Dotcom, juntamente com os ex-diretores do Megaupload, Bram van der Kolk, Mathias Ortmann e Finn Batato, enfrentam um julgamento na Nova Zelândia de extradição para os Estados unidos, onde são acusados de pirataria de informática, lavagem de dinheiro e crime organizado.

Christine Gordon, promotora neozelandesa que representa o governo dos Estados Unidos no processo, disse que 77% dos membros do Megaupload receberam ao menos uma notificação dos proprietários dos direitos autorais de ainda 56% deles receberam dez ou até mais avisos sem que qualquer medida fosse tomada.

Na audiência, a promotora expôs que um dos usuários propiciou 1,2 milhão de downloads pelo que cobrou do Megaupload, ou seja, US$ 50 mil entre 2006 e 2011.

De acordo com Gordon, o usuário, denominado TH, recebeu 1,2 mil avisos de violação de direitos autorais de propriedade intelectual, e que o Megaupload em vez de restringir a sua atividade, aumentou o espaço do servidor.

A promotora disse ainda que o usuário em questão enviou e-mails ao portal reclamando que não havia sido bem remunerado pelo seu trabalho. Gordo disse que a resposta de Dotcom foi: "Estamos agradecidos por seu apoio ao Megaupload no passado e achamos que fomos justos com você".

Em junho de 2011 Kim Dotcom acabou com o programa de recompensas, distanciando-se de portais que mantinham a prática e ainda manteve contato com o Paypal para denunciar as "atividades delitivas".

Porém, Gordom descreveu como hipócrita a denúncia de Dotcom e disse que "descreveram os pagamentos como ilegais mais o Megaupload o fez durante seis anos".

5 celulares para NÃO COMPRAR em 2021

Conteúdo relacionado

Review Avell B.ON: O notebook mais bonito que já testei
Notebooks

Review Avell B.ON: O notebook mais bonito que já testei

Testar produtos novos sempre encanta, mas quando eles são realmente bonitos, nossa aí é melhor ainda. Será que ele também é bom para trabalhar?

Fundador do Megaupload tem extradição aprovada para os Estados Unidos
Tecnologia

Fundador do Megaupload tem extradição aprovada para os Estados Unidos

Até então, dos sete membros do Megaupload que foram acusados nos Estados Unidos, somente o programador estoniano Andrus Nomm foi condenado.

Megaupload quer arquivamento do processo nos EUA
Tecnologia

Megaupload quer arquivamento do processo nos EUA

O Megaupload foi acusado de violação dos direitos autorais como também de pirataria na internet, por conta disso, os executivos do site de compartilhamento acabaram sendo presos.