Google anuncia o fechamento de lojas físicas que vendiam o Google Glass

Terça-Feira, 25 de novembro; a exato um mês do natal, o gigante da busca na internet anunciou que não irá mais vender seu óculos inteligente em suas lojas físicas, pois irá fechá-las.

Por | @oficinadanet Tecnologia

Claro que estou me referindo ao Google Glass, o óculos inteligente do Google que permite a seu usuário realizar inúmeras tarefas, entre elas, gravar vídeos, tirar fotos, conectar-se a internet, conversar e outras.

Mesmo sendo um produto muito procurado há pouco tempo atrás, o Google Glass parece que está perdendo a graça mesmo antes de seu “lançamento oficial para o consumidor comum”, sendo esse um dos grandes motivos que fez com que a empresa fechasse suas lojas físicas onde o produto era comercializado; isso segundo informações do Business Insider.

Mas essa é uma informação que não irá desagradar muitos dos consumidores do Google, pois existem apenas quatro cidades ao redor do mundo que contavam com essas unidades, são elas: Los Angeles, Londres, Nova York e São Francisco.

Além das próprias lojas do Google, outras lojas espalhadas mundo a fora que antes brigavam entre si para comercializar o Google Glass, estão demonstrando o desinteresse em trabalhar com o aparelho. Para ter noção do tamanho desinteresse sobre o equipamento do Google, podemos levar em conta o encerramento de suporte ao gadget por parte do microblog Twitter, que não irá mais oferecer aplicativos compatíveis com o óculos inteligente da gigante das buscas.

Mas não foi somente o Twitter que desistiu de fornecer suporte ao aparelho em questão, além desta, outras nove empresas que antes desenvolviam aplicativos para o Google Glass, admitiram que estão interrompendo ou abandonando suas propostas ao produto, tudo isso sob a falta de público para o gadget.

De acordo com a agência de notícias Reuters, o cofundador do Google e um dos responsáveis pelo projeto, Sergey Brin, não é mais visto usando o Google Glass em público desde 2012, quando o aparelho foi lançado para desenvolvedores; anteriormente a essa data, Brin era visto usando o equipamento em quase todas as suas aparições.

Ainda segundo algumas outras informações, há outros motivos que levaram o consumidor a perder a vontade em adquirir o dispositivo, são elas: o alto preço do dispositivo, que custa entre US$ 1,500; o adiamento seguido de seu lançamento oficial para o consumidor comum, que estava previsto para o ano passado, depois foi adiado para o final deste ano e agora deverá ocorrer somente em 2015; outro motivo é que alguns de seus usuários que conseguiram adquirir o óculo inteligente da empresa por US$ 1,500, estão achando o equipamento em lojas na internet pela metade do valor original.

Mais sobre: Google, Óculos Inteligente, Google Glass
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.