Google deixa de ser o buscador padrão do navegador Firefox

Acabou o namoro de 10 anos entre a Fundação Mozilla e o Google; pelo menos esse foi o comunicado realizado nesta última terça-feira, 19 de novembro, no blog oficial da Mozilla.

Por | @oficinadanet Tecnologia

O presidente-executivo da Mozilla, Chris Beard, informou que o Google não será mais o seu buscador padrão no navegador Firefox e ainda comunicou que o maior site de buscas do mundo será substituído pelo motor de buscas do Yahoo.

Na nota Chris Beard diz o seguinte: “Estamos focados em construir produtos que nos direcione a competição, inovação e energia que todos nós precisamos para manter a web aberta, em todos os lugares, independentes de onde for; o Google tem sido a busca padrão do nosso navegador Firefox desde 2004 e nosso acordo deveria ser renovado este ano, mas resolvemos seguir por outro caminho e assim estamos revendo nossas estratégias competitivas e iremos com isso explorar outras opções”.

Mesmo sendo o buscador padrão do navegador da Mozilla, o usuário podia optar por outros, como o Bing, da Microsoft, o DuckDuckGo, o Yahoo e outros.

Com a nova estratégia, a Mozilla não abandonará o buscador do Google, mas sim abandona a estratégia de adotar uma ferramenta só como padrão. Na China, por exemplo, o buscador do Firefox é o Baidu, uma vez que o estado chinês censura o Google.

A partir de agora o Yahoo se tornará o buscador oficial do Firefox nos Estados Unidos, onde segundo a Mozilla, o motor de busca padrão não irá rastrear seus usuários pela internet, como fazia o Google. Ainda de acordo com a fundação, os motores de buscas pré-instalados (Amazon, Bing, eBay, DuckDuckGo e Google) continuarão a ser usados como opções para seus usuário.

A Mozilla também informou que na Rússia o buscador padrão de seu navegador será o Yandex, tendo como opção ainda, o próprio buscador do Google e também os serviços do DuckDuckGo, OZON.ru, Price.ru e Mail.ru.

Vale salientar que o Firefox possui espalhado mundo a fora, 61 provedores de buscas pré-instalados, com 88 línguas disponíveis. A Fundação Mozilla também informou que está em busca de novas parcerias com empresas interessadas em novas interfaces de busca.

Mais sobre: Mozilla Firefox Google
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo