Por fim de abuso infantil, Google exclui mais de 100 mil termos relacionados nas buscas

Segundo informações, a Microsoft também está dando um passo importante para combater o abuso infantil na internet.

Por | @oficinadanet Internet

As gigantes da tecnologia Google e Microsoft vão bloquear até 100.000 termos relacionados à busca por imagens de abuso infantil na web. As informações são do Daily Mail.

De acordo ainda com a publicação, o CEO do Google, Eric Schmidt, disse que uma equipe de 200 profissionais introduziu novos algoritmos nos sistemas de buscas para garantir que as palavras-chaves não apareçam nos resultados.

Leia também:

Schmidt também afirmou no artigo que “não há uma solução técnica rápida quando se trata de detectar imagens de abuso sexual infantil”. O fato acontece porque os computadores não conseguem decifrar as diferenças de fotos publicitárias contendo crianças tomando banho, por exemplo, com imagens de cunho erótico.

"Programamos o Google Search com precisão para impedir a exibição em nossos resultados dos links com os abusos sexuais infligidos às crianças", explicou.

“Então, nós sempre precisaremos ter uma pessoa para rever as imagens”, escreveu Schmidt. Após a imagem ilegal ser reconhecida, ela recebe uma “impressão digital” única. Com isso os buscadores conseguirão identificar e bloquear a imagem.

A Microsoft, detentora do Bing e o Yahoo!, também bloquearam a procura por imagens relacionadas a pedofilia em seus buscadores.

Mais sobre: google pedofilia bloquear imagens
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar