Logitech G603, o acerto do G403? - Review

O G603 chegou no mercado brasileiro não há tanto tempo e trouxe como principal ponto o formato que é o mesmo do G403 e que a grande maioria das pessoas gostaram.

Por | @oficinadanet Hardware 2 comentários

Antes de comprar o mouse, leia o último parágrafo do review.

A Logitech sempre foi uma marca que tentou e ainda tenta agradar seus consumidores, nós aqui no Brasil até somos mimados pela marca já que ela trás preços exclusivos mais baixos que até nos EUA.

Um dos seus lançamentos dos últimos anos que teve mais repercussão foi sem dúvidas o G403, que na época do lançamento chamou a atenção de muitas pessoas não só pelo formato do mouse - parecido com o DeathAdder da Razer - mas também pelo peso de apenas 87g, algo extremamente difícil de se encontrar até nos dias de hoje para um mouse High-End.

Você pode inclusive ler e assistir o review do Oficina da Net sobre o G403, deixarei os links logo abaixo.

Infelizmente, apesar de todas suas qualidades, o G403 apresenta um grave problema no design interno do mouse onde seu Scroll é extremamente suscetível a problemas e isso acabou afastando bastante não só quem comprou o mouse originalmente mas também possíveis compradores da marca.

Passasse alguns meses e a marca lança o G603 com o mesmo formato externo do G403 mas com o interior redesenhado e além disso sendo totalmente wireless com uma das melhores - se não a melhor - duração de bateria de qualquer mouse.

Logitech G603Logitech G603

 O G603 é prometido chegar a cerca de 500 horas em modo normal e 250 horas em modo gaming (com tempo de resposta de 1ms) e isso é simplesmente ridículo de se pensar. Então vamos ver como ele se comporta, se ele continua trazendo a ótima qualidade que a Logitech normalmente tem em seus produtos e se ele é um bom mouse wireless.

Construção Externa e Design

O formato do mouse é exatamente o mesmo que o do G403, não muito grande mas não pequeno demais. O G603 teve algumas pequenas mudanças visuais se comparadas com o seu primo mais velho e elas são aparentes assim que você olha para o mouse, a maior diferença seria a cor da tampa superior que no G603 além de ser removível é toda em um cinza fosco, isso deixa o mouse com uma aparência mais retro que o G403, ainda mais se considerarmos que a logo da marca não é retro-iluminada.

Logo não é iluminadaLogo não é iluminada

Na lateral esquerda do mouse encontramos 2 botões extras que podem ser reprogramados pelo software da marca, eles são grandes mas não o suficiente para atrapalhar a jogatina ou causar cliques acidentais, o acabamento glossy acaba por destacar eles um pouco.

Os botões laterais podem ser reconfigurados via SoftwareOs botões laterais podem ser reconfigurados via Software

Já a lateral direita é totalmente limpa e é toda emborrachada, a sensação tátil do mouse é excelente - assim como era no G403 - e você tem grande segurança ao tentar segurá-lo.

Sua lateral direita é completamente emborrachadaSua lateral direita é completamente emborrachada

Em sua parte inferior encontramos 3 pés de teflon assim como o botão para alternar entre Bluetooth e WiFi, também temos o slider que define o modo de operação do mouse que pode ser LO - que configura o mouse de modo a usar menos energia além de diminuir e trancar o tempo de resposta em 125hz - ou HI - que o coloca em modo de alto desempenho e habilita todas as funcionalidades do mouse - , no modo LO a bateria pode chegar a durar 500 horas enquanto que no HI ela está prevista para durar "somente" 250.

Botão, slider e os teflons na sua parte inferiorBotão, slider e os teflons na sua parte inferior

Isso é uma coisa que obrigatoriamente preciso mencionar, como eles conseguiram extrair tantas horas de um mouse tão completo? Creio que é uma combinação bem simples de falta de iluminação junto com um sensor bem otimizado para economia de energia, creio que esta pequena combinação que conseguiu nos entregar essa durabilidade. O lado ruim? O peso.

O peso é o maior vilão deste mouse que chega a 140g com as 2 pilhas AA dentro, um dos mouse mais pesados que já usei, senão o mais. A tampa superior é magnetizada, então basta puxar no corte atrás do mouse para remove-lá e ver parte dos internos do mouse que é extremamente robusto, basta olhar para perceber, até a capa removível é reforçada.

Capa removívelCapa removível

Então no total temos 4 botões, 2 laterais, 1 superior e 1 inferior, também temos um slider para selecionar o tempo de resposta em que o mouse opera. Mas e as pegadas? Bom, o mouse oferece grande favoritismo as pegada Claw e Fingertip com um formato um pouco mais alto e recuado em sua traseira, Palm fica um pouco estranho pois o começo do seu dedão e metade do seu dedo anelar e mínimo ficam suspensos, algo que provavelmente causará desconforto após um longo período de uso, claro que há exceções e pode ser que ele caia como uma luva para a sua pegada Palm, mas o foco é claramente em Fingertip e Claw.

Ele vem com um receptor Wireless bem discreto que é usado para conectar o mouse ao computador, caso você queira ou troque o mouse de computador regularmente, o mouse oferece um lugar interno para guardar o receptor para o transporte, assim como o Razer Atheris.

"Gaveta" para o receptor bluetooth"Gaveta" para o receptor sem fio

Construção Interna

Para abrir o mouse é bem simples, basta tirar o teflon frontal e traseiro que inclusive já tem um recorte na contenção do teflon para facilitar a remoção do mesmo. Quando tirar os teflons, 4 parafusos ficarão expostos, remova o parafuso e desencaixe os 4 engates que há no mouse, 1 traseiro e 3 frontais.

E assim vamos para a parte interna do mouse, e meus senhores, creio que a Logitech é um pouco underrated aqui no Brasil, um mouse desse nível abaixo dos 300 reais e Wireless ainda por cima não é brincadeira.

Switches Omrom 5m no botão DPI, nos botões laterais, nos botões principais temos a versão de 20m, só faltou ser Omrom pro switch do Scroll também. O decodificador do scroll é da Kailh com a ativação do click me parecendo ser da própria Logitech.

Tirando isso, outra coisa que me chamou bastante a atenção foi a atenção aos detalhes internos, tudo extremamente bem organizado com 2 PCBs, uma em cima da outra, além de haver marcações para cada um dos circuitos. É sério, um projeto desse é difícil de competir e eu não consigo fazer uma critica sequer a parte interna dele, só elogios.

Desempenho

O G603 usa o novo sensor da Logitech que a mesma chama de Hero, este sensor é para ter o mesmo nível de rastreio que um PMW 3360 e ao mesmo tempo utilizar bem menos energia para operar. Vamos ver como ele se saiu nos testes e se a Logitech conseguiu chegar em seu objetivo.

Rastreio

O rastreio do mouse tem seus testes feitos com o MouseTester que é uma das ferramentas mais antigas que temos acesso. Realizei os testes com 400, 800, 1600 e 3200 DPI e todos se mostraram muito bons com pouca ou nenhuma distorção. Lembrem-se que estamos falando de um mouse totalmente wireless com até 250 horas de bateria no modo desempenho, algo inimaginável até pouco tempo atrás.

Aceleração

Neste teste o mouse se apresentou perfeito, com 0% de aceleração e voltando ao exato ponto de partida, nota 10.

Nada de aceleraçãoNada de aceleração

MS Paint

Nosso teste do paint confirmou a falta de aceleração tanto positiva quanto negativa fazendo com que ele gabarite os testes de rastreio, se você estivesse preocupado com isso não irá mais precisar se preocupar.

O Paint nos confirmaO Paint nos confirma

Delay

Por se tratar de um mouse wireless, incluirei esta pequena sessão para descrever algo simples que muitas vezes é a maior preocupação na hora de comprar um mouse deste tipo: O Delay.

Ao mesmo tempo que sabemos que tecnologias sem fio avançaram muito nos últimos anos ainda temos aquela pulga atrás da orelha quando se trata de tempo de resposta para um dispositivo sem fio, como o caso do Anne Pro em nosso review recente.

Felizmente, posso dizer com certeza que o G603 não tem nenhum delay notável durante seu uso, joguei por horas assim como usei ele para navegar pela internet e não pude notar nenhuma diferença de delay ou resposta se comparado o Revenger S, por exemplo. Parabéns a Logitech por conseguir fazer este baita mouse, vocês merecem o sucesso que tem tido.

Iluminação

O G603 não tem iluminação, nada de RGB ou LEDs piscando por aí. Muitas pessoas não vão gostar disso assim como muitas irão gostar. Sou indiferente por aqui, só lhes aviso para não comprá-lo e esperar achar controles de iluminação dentro do software da Logitech.

Software

Recentemente a Logitech liberou a mais nova versão deu seu software antes chamado de LGS (Logitech Gaming Software), o nome foi mudado assim como toda a sua interface que agora é chamada de LGH (Logitech G Hub). Vamos ver quais as funcionalidades foram inclusas dentro do LGH e quais as modificações que podemos fazer no mouse.

Ao abrir o programa a primeira coisa que você vê é uma saudação da Logitech por usar o programa, há no total 3 páginas que fazem uma breve apresentação do programa para não ficarmos completamente perdidos na hora de usar o mesmo pela primeira vez.

Logitech G HUBLogitech G HUB

Após pular esta "introdução", a próxima tela que você verá é o changelog da última atualização feita no programa, caso você tenha recém instalado o programa ou atualizado antes de iniciá-lo. Ele mostra detalhes como o último mouse adicionado ao suporte do programa, novos jogos que foram integrados e correções gerais do próprio software.

Logitech G HUBLogitech G HUB

A partir daí que finalmente entramos na página inicial do software que mostra todos os periféricos da marca que estão conectados ao computador e que tem suporte ao programa, no nosso caso somente o G603 que aparece disponível para a customização.

Logitech G HUBLogitech G HUB

Para configurá-lo, basta clicar em cima da imagem do mouse. A primeira coisa que vemos após entrar na personalização é a aba de comandos que lhes permitem personalizar o que cada botão no mouse faz.

Logitech G HUBLogitech G HUB

Você pode tanto inserir macros como também funções que já vem pré-prontas dentro do programa, alguns exemplos são subir e descer de DPI, passar e voltar a página, CTRL C + CTRL V, e assim por diante. Há uma infinidade de controles e opções neste novo programe e ele é extremamente completo, a parte de macros então nem se fala, de longe a mais completa que já vi em qualquer programa de periféricos.

Logitech G HUBLogitech G HUB

Vendo um pouquinho mais da parte de macros do software há várias opções de tipos de macros que vocês podem criar, há repetições, sequ6encias, teclas especificas com tempo já selecionado, você pode combinar pressionamentos de teclas do teclado junto aos cliques do mouse e não haverá nenhum problema de reconhecimento dentro do programa.

Logitech G HUBLogitech G HUB

Como não há iluminação no mouse só há mais uma sessão dentro do programa que é a de mudança de DPI e da frequência de comunicação do mouse com o computador (Hz). Ele vem por padrão com as seguintes DPIs: 400, 800, 1600 e 3200 e em 1000 Hz e até onde vi não há como diminuir ou aumentar a quantidade de estágios de DPI.

Logitech G HUBLogitech G HUB

O G603 infelizmente conta com somente 1 perfil interno no mouse, então caso você queira fazer personalizações específicas para vários computadores terá que repetir o processo toda vez que quiser "alternar" de perfil.

Logitech G HUBLogitech G HUB

Veredito

O Logitech G603 é um mouse que surpreende não só por fora mas como por dentro também, é fácil de perceber que a Logitech teve um grande planejamento por trás desse mouse e que ela sabia muito bem o que estava fazendo.

Logitech G603Especificações completas
  • Marca: Logitech
  • Modelo do Sensor: Logitech Hero
  • Switches principais: OMRON China 20M
  • Codificador do Scroll: Mecânico Kailh
  • Switch do scroll: Tátil Logitech
  • Peso: 136g
  • Taxa de atualização: 1000Hz
  • Possui software?: Sim
  • Botões extra: 3 Botões Extra
  • Pegada: Finger e Claw

Dentro dele encontramos componentes de ótima qualidade como o sensor Hero que se mostrou em par com o PMW3360, switches Omrom D2FC-F-7 20m nos principais enquanto que os laterais e o botão de DPI receberam a versão de 5m, codificador do Scroll da TTC e acabamento interno de excelente qualidade, assim como o externo.

No momento que escrevo este parágrafo, o mouse está custando 310 reais, mas havia achado várias ofertas abaixo dos 300 R$ e você não deve ter dificuldade de encontrá-las se ficar de olho por alguns dias. Se recomendo? Sem sombra de dúvidas e ficando com a nota 9.3, porém é extremamente importante que você se lembre do peso do mouse, afinal 140 gramas não é para qualquer um, e isso me inclui.

Logitech G603Logitech G603

 Há alguns relatos de que o Scroll do G603 seria o mesmo que o do G403 que apresenta problemas crônicos desde seu lançamento, a parte interna do mouse teve alguns upgrades de estrutura e o Rattle não é mais um problema, o que vi em alguns casos é o Scroll ler a direção errada na hora de descer ou subir uma página, por exemplo. Vi também que houve alguns updates de Firmware e parece que o último (lançado em Janeiro/Fevereiro) arrumou o problema. Vou deixar o link de um post na página de suporte da Logitech para vocês poderem explorar e decidir por vocês mesmos.

https://community.logitech.com/s/question/0D55A00007LA8FKSA1/logitech-g603-scroll-wheel-issues

Comentários
Minha foto
  • Minha foto
    Felipe Santos    •    2 semanas

    Eu tenho esse mouse desde maio/2018 e acho ele excelente. Com apenas uma ressalva, em dezembro/2018 o scroll apresentou problemas, ao rolar para baixo acontecia a detecção inversa algumas vezes, o que deixava a navegação vertical entre páginas web um tanto quanto irritante. Acionei o RMA e recebi um novo em janeiro/2019. Agora, com essa nova unidade, o scroll voltou a apresentar problemas, dessa vez ele reconhece duplo clique ao clicar apenas uma vez no scroll. Acionei o RMA novamente (mas ainda não foi concluído o processo). No entanto, apesar de parecer um defeito crônico do produto, o RMA excelente da Logitech me faz deixar de ter qualquer dúvida em relação ao mesmo. Recomendo sem dúvidas!

  • Minha foto
    Augusto Schweickardt    •    2 semanas

    Interessante. É importante ressaltar que são 2 problemas distintos, o primeiro se daria no codificador do Scroll (saiu uma atualização de Firmware para isso, você havia atualizado?) e no segundo já é um problema no switch do scroll.