Oficina da Net Logo

Google está negociando com a Nokia para comprar seu sistema de banda larga aerotransportado

O sistema elimina o atraso do satélite que faz o Wi-Fi ficar mais rápido durante o voo.

Por | @ingridjank Google Pular para comentários

A Alphabet.Inc, holding da Google, está em negociação para adquirir o negócio de banda larga de aviões da Nokia OYJ, pois a unidade está em busca de novos serviços para alcançar mais usuários ao passo que oferece internet mais rápida e de qualidade a bordo. As informações são de um artigo da Bloomberg.

Segundo fontes ligadas ao assunto, a tecnologia poderia ajudar a Google a oferecer uma alternativa melhor ao Wi-fi que existem nos aviões, tornando-a mais rápida. Elas confirmaram que a situação encontra-se avançada em termos de negociação, e um acordo pode ser completado em breve. Até agora, nenhuma decisão foi tomada, o que significa que as empresas podem acabar sem um acordo. Segundo a Bloomberg, os representantes da Nokia e do Alphabet optaram por não comentar sobre o assunto.

A velocidade da internet vem de um sistema que é baseado nos celulares LTE A2G, da Nokia. A tecnologia cria um link entre uma aeronave e o solo, ao contrário de enviar o sinal via satélite. Isso permite que os passageiros tenham internet de alta velocidade usando Wi-Fi.

Leia em destaque: Palavras mais buscadas no Google em 2018 no Brasil e no Mundo.

O Google vê nisso uma oportunidade de negócio que iria expandir seus serviços. Isso porque, até hoje, a internet a bordo não é das melhores, tendo o serviço fraco e com pouca largura de banda. Nesse caso, os passageiros estão pagando por uma conectividade ruim, e nesse ponto a empresa quer melhorar.

De acordo com o artigo, essa mudança pode criar um concorrente para a provedora de serviço de internet em voo, Gogo Inc.. Já a Nokia tem lutado contra a desaceleração nos gastos com as operadoras de rede celular. Por isso, ela poderia acabar se beneficiando com produtos mais diversificados da rival Ericsson AB.

No entanto, a prioridade da Nokia está nos trabalhos em equipamento de telecomunicação 5G, e a tecnologia de internet a bordo vem em segundo plano. Ao mesmo tempo, o grupo de comunicações da Google explora maneiras de difundir a conectividade móvel para que o serviço aguente o mecanismo de busca, o serviço de vídeo do YouTube e os anúncios, que geram cerca de 90% da receita da empresa.

Leia também:

Você tem Telegram? Então inscreva-se grátis aqui no canal do Oficina da Net e recebe todas as notícias pelo mensageiro.

MAIS SOBRE: #Google  #Nokia  #Albhapet  #internet_explorer
Comentários