E-Commerce: Entenda o que é Compra Coletiva e Clube de Compra

O mercado que se desenvolve na internet se faz promissor e pelo que tudo indica, será a forma de adquirir bens de consumo mais utilizada nos próximos anos. Existem estatísticas que compravam o crescimento do setor e deixa os empresários do ramo em uma situação eufórica.

Por Pular para comentários

O mercado que se desenvolve na internet se faz promissor e pelo que tudo indica, ser? a forma de adquirir bens de consumo mais utilizada nos pr?ximos anos. Existem estat?sticas que compravam o crescimento do setor e deixa os empres?rios do ramo em uma situa??o euf?rica.

http://www.oficinadanet.com.br//imagens/coluna/2698//compra_coletiva_.jpg

As lojas de e-commerce faturaram no Brasil 7,8 bilh?es de reais apenas no primeiro semestre deste ano e, os 20 milh?es de usu?rios da internet no pa?s, est?o se abrindo para a compra por interm?dio das lojas online, crescendo assim o n?mero de e-consumidores. A expectativa ? de que haja um crescimento astron?mico por cada ano, espera-se que para 2011 seja de 50% o crescimento nas compras em lojas virtuais.


Mola Propulsora:


? evidente que o e-commerce tem um diferencial espetacular, onde oferece ao e-consumidor ofertas e produtos que o mercado convencional n?o pode oferecer. Estas ofertas diferenciais v?o desde a apresenta??o do produto, pagamento e a entrega, tudo muito objetivo e que proporciona melhor custo benef?cio ao e-consumidor. Para o empres?rio do ramo de e-commerce, fica f?cil de lucrar e vender com determinada precis?o, haja a vista, que seu e-consumidor pode estar no conforto do lar, avaliando o produto, conhecendo toda a loja virtual, trocando informa?es e divulgando o seu neg?cio. ? uma forma muito ?gil e eficaz!


Compra Coletiva e Clube de Compras:


Recentemente o e-commerce foi impactado no Brasil com novidades que fizeram acelerar ainda mais ?s vendas, ali?s, os especialistas culpam essas novidades por boa parte desse crescimento t?o r?pido. Os clubes de Compras e as Compras Coletivas chegaram por aqui ap?s estourarem nos Estados Unidos e revolucionarem o e-commerce por l?. Os primeiros passos destas duas modalidades de compras aqui no pa?s ocorreram a partir de 2006 e desde ent?o tem crescido bastante, embora haja certa diferen?a entre compra coletiva e clube de compra. Estas duas modalidades despontam com muita for?a no mercado varejista e possibilita evolu?es significantes no e-commerce.

O Clube de Compras ? diferente da compra coletiva nos aspectos de que se baseia no cadastramento de um determinado n?mero de pessoas, estas por sua vez, conseguem descontos especiais nas compras, sobretudo, na rede de lojas filiadas. O crescimento n?o tem sido maior nos clubes de compra, porque existem algumas burocracias, estas por sua vez, come?am com uma esp?cie de indica??o e refer?ncia para efetuar o cadastro do e-consumidor. Os sites de clube de compras fecham e blindam demais ?s chances do consumidor, embora ainda consigam manter uma m?dia de cadastros relativamente satisfat?ria. Os sites deste segmento s?o Brandsclub, BC Blue, Privalia, Coquelux, Superexclusivo e Sam?s Clube.

J? os sites de Compra Coletiva s?o mais objetivos e popularizados, eles mant?m sua filosofia de trabalho em oferecer promo?es inacredit?veis, para todos aqueles que pretendem adquirir, embora o tempo da promo??o seja curto e o limite de compradores tamb?m. As compras coletivas est?o revolucionando o conceito de mercantilismo na internet, levado em considera??o os n?meros e estat?sticas de mercado. Os sites especializados como Peixe Urbano, Compra3, ClickOn e o Coletivar, lan?am promo?es de uma determinada loja ou v?rias, e em menos de 5 horas chegam ao limite das vendas. Um restaurante no Rio de Janeiro ofereceu no site Peixe Urbano um desconto de 62% na compra de cr?dito de R$ 50 pela bagatela de R$ 19, resultado, em 48 horas vendeu para 1.117 usu?rios do Peixe Urbano.


For?a Comercial:


Juntas essas duas modalidades de vendas na internet est? ajudando a manter o ?ndice de lucratividade do e-commerce aqui no Brasil, onde com o advento do crescimento de internautas e o aumento mete?rico das vendas, passamos a ter mais conforto na hora de comprarmos com pre?os super promocionais e no conforto de nossa casa, escrit?rio etc. vale ? pena investir em e-commerce tanto para comprar, quanto para vender! Pesquisa realizada recentemente indica que faturamos ao todo no final de 2009, cerca de 21,7 bilh?es de reais, o que equivale a 0,69% do Produto Interno Bruto (PIB) do pa?s.


Recomenda?es em E-Commerce:


Embora bastante promissor e recheado de lucratividade para consumidor e investidor, alguns problemas podem surgir no e-commerce. No caso dos clubes de compra, por exemplo, ser? necess?ria cada vez mais uma avalia??o cadastral para identificar e filtrar parceiros que causam transtornos ao cliente em rela??o ? entrega. Geralmente um dos fatores que mais coleciona reclama?es ? a demora na entrega de alguns produtos adquiridos.

Compartilhe com seus amigos:
Sérgio Silva Pereira
Sérgio Silva Pereira Formado em Comunicação Social pela Universidade Santo Amaro/SP. Curso técnico em Rádio e TV pelo Senac/SP e radialista.
Quer conversar com o(a) Sérgio, comente:
Carregar comentários
Quantos celulares a Motorola tem em linha?
5(15,32%)
10(57,29%)
15(11,66%)
20(7,91%)
26(7,83%)