A surpreendente história da Amazon

Tão grande e onipresente quanto a Amazon é hoje, é difícil lembrar que ela começou em uma garagem. Jeff Bezos e seus primeiros funcionários empacotaram livros e os levaram para os correios nos primeiros dias.

Por Histórias digitais Pular para comentários
A surpreendente história da Amazon

A Amazon.com é um dos maiores sites de varejo on-line do mundo. Desde o seu começo humilde, em uma garagem, até um negócio internacional que emprega milhares de pessoas, a empresa desfrutou de um tremendo crescimento. Pessoas de todo o mundo compram livros, músicas, filmes e produtos da Amazon, e centenas de empresas parceiras. 

A história da Amazon: Fundação

A Amazon.com foi fundada por Jeff Bezos em 1994. Na época, a empresa funcionava em sua garagem, em Bellevue, Washington (EUA). Ele conseguiu obter financiamento de Nick Hanauer. Este primeiro investimento de US$ 40.000 foi acompanhado por um investimento maior de US$ 100.000 da Tom Alburg, que ajudou a tornar o novo site mais fácil de usar.

Durante o primeiro mês de negócios, Bezos enviou encomendas para todos os 50 estados dos Estados Unidos e outros 48 países. Os livros eram o único produto disponível na época.

Bezos queria que a Amazon fosse mais do que apenas um site de varejo; ele queria criar uma comunidade online. No início, ele adicionou um recurso que permitia aos leitores adicionar suas próprias resenhas de livros, para todos os clientes visualizarem.

"Amazon" não era o nome original da empresa

Jeff Bezos originalmente queria dar à empresa o nome mágico de "Cadabra". O primeiro advogado da Amazon, Todd Tarbert, convenceu-o de que o nome soava muito parecido com "Cadaver", especialmente por telefone.

Bezos também favoreceu o nome "implacável". Se você visitar Relentless.com hoje, adivinhe para ondeele vai... Bezos finalmente escolheu o nome "Amazon", paraque a empresa tivesse o mesmo nome do maior rio do mundo,que por acaso estáem grande parte no Brasil.

Nos primeiros dias da Amazon, um sino tocava no escritório toda vez que alguém fazia uma compra, e todos se reuniam para ver se conheciam o cliente

Levou apenas algumas semanas para que o sinal tocasse com tanta frequência que eles precisaram desligá-lo. Além disso, a Amazon saiu da garagem de Bezos. No primeiro mês de seu lançamento, a Amazon já havia vendido livros para pessoas em todos os 50 estados dos EUA, e em 45 outrs países.

Abertura de mercado

Em 15 de maio de 1997, a empresa se tornou uma companhia pública. As ações inicialmente custaram US$ 18, mas até o final final do dia, a demanda levou o preço da ação para mais de US$ 24. A empresa arrecadou US$ 54 milhões. A Amazon.com está listada na Nasdaq como AMZN. Na data desse post, o valor da ação estava em US$ 1.764,77 (fechado em 22 de Março de 2019).

Primeiros Produtos

Quando Bezos começou, ele criou uma lista dos 20 produtos que ele achava altamente lucrativos. Desta lista ele escolheu os cinco produtos mais promissores, que incluíam:

  • CDs
  • Hardware de computador
  • Software de Computador
  • Vídeos
  • Livros

Logo original da AmazonLogo original da Amazon

Quando se trata de dar o primeiro passo no mundo do marketing online, a Amazon investiu em livros. Havia uma grande demanda por livros em todo o mundo, e o baixo preço dos livros ao longo do grande número de títulos disponíveis para impressão tornava a melhor escolha que a Amazon poderia ter tomado durante esse período. 

Apenas dois meses após a primeira aparição on-line da loja, ela já ganhava mais de US$ 20.000  por semana. O memorável logotipo da Amazon com a seta de A a Z foi incorporado em 19 de junho de 2000. A seta faz o logotipo parecer um sorriso, mas, o mais importante, a empresa quer mostrar que ele oferece qualquer produto, disponível de A a Z.

Logo AmazonLogo Amazon

Expansão e popularidade

Em 1997, a Amazon.com adicionou filmes e músicas às suas ofertas.

Em 1998, a Amazon abriu seus primeiros sites internacionais no Reino Unido e na Alemanha, onde obteve sucesso rapidamente.

Em 1999, a empresa abriu quatro centros de atendimento de pedidos em Fernley, Nevada; Coffeyville, Kansas; e Campbellsville e Lexington, Kentucky, para lidar com a grande massa de pedidos.

Jeffrey Preston Bezos foi escolhido como Pessoa do Ano em 1999 pela revista Times, com o título de "rei do cibercomércio".

Jeff Bezos Businessplan

O plano de negócios inicial de Jeff Bezos era considerado "ruim", porque os acionistas não tinham garantias de que a empresa teria algum lucro a longo prazo. Bezos depositou suas esperanças em um crescimento lento, que no final acabou sendo a escolha certa. 

Durante os primeiros cinco anos, a Amazon estava no vermelho. Foi somente no primeiro trimestre de 2001 que a empresa obteve um lucro de US$ 5 milhões. Esta primeira margem de lucro, embora pouco cética, permitiu acreditar que o plano de negócios incomum de Bezos pode realmente funcionar. Nos anos seguintes, a Amazon decolou e tornou-se a maior e mais popular loja on-line do mundo.

Recursos e Atualizações

O recurso "Look Inside the Book" (Dê uma olhada), adicionado em 2001, tornou-se imediatamente popular como uma ferramenta para os consumidores verem se o livro atenderia às suas necessidades. Mais tarde, o recurso "Pesquisar dentro do livro", adicionado em 2003, possibilitou que os consumidores pesquisassem palavras-chave no texto do livro.

A Amazon adicionou o Marketplace, onde os vendedores de livros usados ​​poderiam oferecer produtos para venda com uma pequena comissão coletada pela Amazon. A Amazon também se uniu a muitas empresas para oferecer seus produtos através do site.

Crescimento e sucesso 

O número de funcionários da Amazon disparou ao longo dos anos. Com "apenas" 30.000 funcionários em tempo integral em 2011 nos EUA, e mais de 351.000 em tempo integral e meio período em todo o mundo até o final de 2016. O número de funcionários da Amazon aumentou em mais de 1070% em apenas 16 anos (2017).

A Amazon GO Store

Em dezembro de 2016, foi inaugurada a primeira loja de conveniência da Amazon, em Seattle (EUA). A ideia original surgiu em alguns meses antes, em 11 de outubro de 2016. Essa loja de conveniência incomum funciona de forma diferente em comparação ao Walmart, por exemplo. Ao percorrer a loja, sua conta on-line da Amazon apresentava os itens que você desejava comprar. 

A loja também eliminou os checkouts, colocando sensores nas portas de saída que automaticamente finalizam a fatura on-line na conta da Amazon dos clientes.

Produtos e Serviços

Hoje a Amazon oferece uma ampla variedade de serviços e produtos diferentes:

  • AmazonFres
  • Amazon Prime
  • Amazon Web Services
  • Alexa
  • Loja de aplicativos
  • Amazon Drive
  • Eco
  • Acender
  • Comprimidos de fogo
  • TV de Incêndio
  • Vídeo
  • loja do Kindle
  • Música
  • Música Ilimitada
  • Amazon Digital Game Store
  • Amazon Studios
  • AmazonWireless

Visite a Amazon

Compartilhe com seus amigos:
Priscilla Kinast
Priscilla Kinast Estudante de Ciência e Tecnologia na UFRGS - Universidade Federal do RS, apaixonada por inovações tecnológicas, mistérios da ciência, bem como filmes e séries de ficção científica
FACEBOOK // INSTAGRAM: @priscillakinast // TWITTER: @prkinast
Quer conversar com o(a) Priscilla, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias de Histórias digitais